MENU

19 de agosto de 2019 - 23:20GP às 10, Grande Prêmio, Rali Dakar

GP às 10: dunas, trilhas e… Alonso

RIO DE JANEIRO - O homem gosta mesmo de desafios. E lá vem mais outro: Fernando Alonso deve ser anunciado a qualquer momento pela Toyota como um dos integrantes da equipe para o Rali Dakar 2020, que será no Oriente Médio.

Publicações como o Diario AS e o Marca já cravam Don Fernando de las Asturias dividindo trabalhos com Marc Coma, que vai estrear na competição na categoria dos carros, como navegador do bicampeão mundial de Fórmula 1 e atual campeão do WEC junto a Kazuki Nakajima e Sébastien Buemi.

Sobrou para Bernhard Ten Brinke, coitado… o holandês deve ficar a pé e perder o posto de piloto oficial de fábrica.

Não é novidade pilotos de asfalto no off-road – cito Jacky Ickx no vídeo e uma das histórias mais marcantes de 40 anos do Dakar. Mas fica a pergunta: será que essa do Alonso vai dar pé?

Com a palavra, vocês, leitores e leitoras do blog.

9 comentários

  1. Claudio Cardoso disse:

    Alonso não passa da primeira especial.

  2. Gabriel Medina, O outro disse:

    Alonso pode se igualar ao grande Jean Louis Schlesser, bi campeão do Mundial de Endurance e também bi campeão do Mundial de Cross Country – que volta no ano que vem, acho.

    Se bem que o francês projetou e construiu seus próprios todo-terreno, ai acho que já é demais.

  3. Danir disse:

    Penso que não.

  4. Bruno Serafim disse:

    Aí o buraco é mais embaixo. Se para Loeb e Sainz já é difícil, imagina pra ele.

    • Rodrigo Mattar disse:

      Só que Loeb e Sainz não guiaram a vida inteira em asfalto. WRC tem neve, gelo, terra, pedras e cascalho. Ou não?

      Em tempo: Sainz já ganhou dois Dakar.

  5. Alan Ambrosini disse:

    Alonso fora do asfalto é como um churrasco vegano ao som de Oasis.

  6. Rodrigo Keke disse:

    Bem lembrado, caro Mattar… o monstruoso Carlos Sainz (pai) dominou WRC e Dakar. E acho que Loeb mais cedo ou mais tarde vencerá o seu.

  7. Rodrigo Keke disse:

    Pelo que está se falando, Alonso fará um amplo cronograma de treinos e testes até o final do ano. Creio que será o suficiente para ir razoavelmente bem na estreia, desde que não quebre cedo – neófito em rally raids são bem vulneráveis a quebras precoces.

    Bom, a essa altura Alonso virou um experimentador, né? Se ele tomar gosto pela coisa e competir em mais Dakars pelos anos seguintes, creio que pode brigar por vitória, afinal é excelente piloto e estará sempre com suporte de primeira. Agora, ser destaque logo de cara? Seria um choque.

  8. Thadeu David disse:

    Boa tarde … Rodrigo Mattar …. essa noticia é muito interessante, pois sou um grande Fã de Marc Coma … desde quando começou no Dakar .. e sempre venho acompanhando a carreira dele e fiquei chateado quando ele saiu da competição… inclusive quando veio ao Brasil.. no rally dos Sertoes … fui ate BH em 2014 … e conversei com ele .. e realmente ele é uma pessoa muito carismática ..e apaixonado por corridas de aventura , mas uma coisa que me chamou a atenção foi como sua equipe o chamava (CÔMA)… e perguntei p/ ele ( é MARC COMÁ… ou Marc CÔMA ) pq quando via as transmissões do DAKAR … sempre falaram CÔMA … e sempre escuto Mattar falar COMÁ …
    Ele me falou é MARC CÔMA ( como se diz o sobrenome dele, mas sem acento … claro ) um abraço Rodrigo… !!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>