MENU

26 de setembro de 2019 - 02:54Asian Le Mans Series

Cheirinho de Nascar no Asian Le Mans Series

A Rick Ware Racing terá dois protótipos Ligier JS P2 na temporada 2019/20 do Asian Le Mans Series

RIO DE JANEIRO – A temporada 2019/20 do Asian Le Mans Series, com calendário de quatro provas e início com uma etapa em Xangai, na China, vai ter ‘cheirinho’ de Nascar.

É que a Rick Ware Racing, time que tem carros na Monster Energy Nascar Cup Series, vai com armas e bagagens para a competição asiática de Endurance com um claro objetivo: uma vaga direta para as 24h de Le Mans 2020.

Para isso, o time ianque terá dois protótipos Ligier JS P2 – do regulamento antigo – que terão motores Nissan VK45DE 4,5 litros V8 e pneus Michelin. O regulamento da série ainda permite a presença dos carros que foram banidos no WEC e ELMS a partir de 2017, alocados na classe LMP2-AM, que oferta uma vaga direta à melhor equipe, para La Sarthe.

Cody Ware, que será um dos pilotos titulares, fez o shakedown dos carros em Paul Ricard, na França. A equipe já está de posse dos chassis e a decoração começou a ser feita com vistas à primeira corrida, em 24 de novembro.

Aliás, a tripulação dos carros será toda de pilotos Nascar: Cody Ware deve guiar junto com Garrett Smithley e Ryan Sieg, que disputa o playoff da Xfinity Series nesta temporada, poderá ter Spencer Boyd, da Truck Series, como parceiro de guiada.

Será interessante observar como os quatro vão se comportar. Os LMP2 têm peso mínimo de 930 kg, menos potência em reta, mas muito mais “pregados” no chão por conta do downforce excessivo e com mais torque nas curvas. Bem diferente das ‘bestas’ da Nascar, que têm peso mínimo perto de 1,5 tonelada e potência pra dar e vender.

Cody Ware deverá ter a companhia de pilotos das três divisões principais da Nascar, na busca de uma vaga às 24h de Le Mans do ano que vem

Os Ligier da Rick Ware Racing serão diferenciados pelas cores vermelha e amarela nos espelhos retrovisores e nas testeiras. Como se vê nas fotos, a predominância será do azul e branco no corpo do carro, com detalhes em preto nos defletores, bico e asa traseira.

6 comentários

  1. Rodrigo Nunes disse:

    Xará, estou curioso como este trio (e possível quarteto) se comportará com carros tão diferentes dos Xfinity e Truck Series.
    Gosto de ver pilotos acostumados a uma cultura automobilística (NASCAR, ovais, carros pesados, muito potentes e sem penduricalhos aerodinâmicos) saindo do costumeiro.

  2. Claudio disse:

    Garantia de várias bandeiras amarelas.

  3. Danilo disse:

    Poxa vida,ver pilotos da NASCAR disputarem Le Mans será uma experiência e tanto,melhor ainda se ganharem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *