MENU

9 de setembro de 2019 - 23:47International GT Open

Em disparada: Costa e Altoè têm fim de semana perfeito no GT Open

3119-39-11

Competência e sorte caminharam juntas no fim de semana de Albert Costa e Giacomo Altoê na Inglaterra, com a dupla ganhando tudo em Silverstone

RIO DE JANEIRO - Imparáveis: Albert Costa e Giacomo Altoè apresentaram armas em Silverstone como grandes favoritos ao título da temporada 2019 do International GT Open. A dupla da Emil Frey Racing chegou ao total de quatro vitórias no campeonato ao fazer a pontuação máxima na quinta rodada dupla da série, retomada após quase dois meses de férias.

Pior para os adversários: o espanhol e o italiano desbancaram os antigos líderes Martin Kodric/Henrique Chaves, abrindo ainda um total de 17 pontos na classificação do campeonato. A dupla da Teo Martín Motorsport teve que se contentar em terminar com o 4º lugar no sábado e o sexto posto na prova de domingo.

Na verdade, na prova #2 da rodada o carro que chegou à frente foi o McLaren 720S GT3 de Fran Rueda/Andrés Saravia. Só que eles foram penalizados com acréscimo de um segundo ao resultado final da disputa por um erro crasso: não cumpriram o tempo de Handicap previsto no pit stop obrigatório da janela de troca de pilotos. Acabaram em segundo a 0″641 de Costa/Altoè.

Norbert Siedler/Mikaël Grenier foram duas vezes ao pódio com o outro carro da Emil Frey – chegaram em dobradinha no sábado e na 3ª colocação domingo, bem distante dos dois primeiros.

Na classe Pro-Am, as vitórias foram de Jiatong Liang/Raffaele Gianmaria (Raton Racing by Target) e de Fredrik Schandorff/Tuomas Tujula (Vincenzo Sospiri Racing), ambas as duplas com Lamborghini Huracán. Mas a liderança segue nas mãos de Tom Onslow-Cole/Valentin Pierburg, que fizeram o suficiente para se manter no comando, nove pontos à frente de Schandorff.

Marcelo Hahn e seu parceiro Allam Khodair foram vítimas de uma total falta de sorte na Inglaterra. Um enrosco com a Ferrari da Spirit of Race – antes mesmo da primeira volta ser completada na prova de sábado – mandou o carro #16 para o muro, com Hahn no volante. Felizmente o piloto não sofreu nada de mais sério, mas o carro foi muito destruído e a equipe espera ter possibilidades de disputar a etapa de Barcelona, a próxima do calendário.

Claro: nem foram para a prova #2, assim como o italiano Davide Roda, desfalcando o já reduzido grid que contou com 20 carros apenas na Inglaterra para apenas dezoito na corrida de domingo.

Aliás, um dos pré-inscritos para Silverstone, o #25 de Alexander Hrachowina/Martin Konrad nem deu as caras. Apesar de zerarem, seguem líderes na classe Am onde, com pseudônimos desta vez, Antônio Coimbra e Luis Silva venceram ambas as provas, para subir a 24 pontos no campeonato, a três de Giuseppe Cipriani.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>