MENU

12 de setembro de 2019 - 15:3524h Series, Vídeos

Para quem não viu: 24h Series, 24h de Barcelona

RIO DE JANEIRO – Há algumas semanas, aconteceu mais uma edição das 24h de Barcelona, prova integrante do calendário da 24h Series powered by Hankook. Foi o penúltimo evento organizado pela Creventic no ano e o derradeiro em território europeu, já que o calendário nos mostra que a última etapa será no COTA, em Austin, no mês de novembro.

A prova da Catalunha foi disputada por 46 carros, apresentando um nível técnico considerado alto – já que desse total, somente onze tripulações não viram a bandeira quadriculada. No total, 38 receberam classificação, por terem cumprido pelo menos 75% da distância dos vencedores das categorias em disputa.

Com o Lamborghini Huracán GT3 EVO #77, a Barwell Motorsport venceu a prova após completar 690 voltas pelos 4,655 km do traçado, com o quarteto formado por Adrian Amstutz/Leo Machitski/Patrick Kujala/Dennis Lind, com apenas 10″481 de vantagem para o Porsche da Herberth conduzido por Sven Müller/Ralf Böhn/Daniel Allemann/Robert Renauer.

Outro Porsche, este da GPX Racing e guiado por Stuart Hall/Ben Goethe/Jordan Claus Grogor/Jean-Pierre Valentini/Nicky Pastorelli, fechou o top 3 a oito voltas dos vencedores. A Herberth venceu na A6-AM com o carro que terminou a disputa em quarto, conduzido por Edward Lewis Brauner/Stefan Aust/Vincent Kölb/Zeljko Drmic/Klaus Bachler.

Nas demais classes, destaque para o top 10 conquistado pelo KTM X-Bow alinhado pela True Racing para Laura Kraihamer/Sehdi Sarmini/Ferdinand Stuck/Johannes Stuck – estes dois últimos, filhos de Hans-Joachim Stuck, antigo piloto de Fórmula 1 e duas vezes campeão das 24h de Le Mans pela Porsche – e netos do Barão Von Stuck, lendário piloto austro-alemão que correu no Brasil no Circuito da Gávea, o famoso “Trampolim do Diabo”. O quarteto do carro #216 chegou num ótimo nono lugar.

A corrida de Barcelona teve presença brasileira: o catarinense Kreis Jr. disputou a prova com um Porsche 991-II Cup dividido com Alex Autumm, Andreas Gülden, Hendrik Von Dannwitz e Jukka Honkavuori – portanto, três alemães e um finlandês. Não obstante a diferença de idioma, houve alguns problemas ao longo da disputa, mas o quinteto conseguiu completar a prova em 19º na geral e quarto na classe 991, exclusiva dos modelos Porsche Cup, entre seis inscritos.

Outra novidade da corrida foi a estreia do Ligier JS 2 R, o novo carro esporte produzido com o nome de “Oncle” Guy Ligier pela Onroak Automotive e inscrito pela Nordscheleife Racing. Inscrito na SP4, completou 510 voltas e terminou em 34º lugar na geral.

Mesmo terminando apenas em 10º na geral, a equipe tcheca Bohemia Energy Racing with Scuderia Praha levou o título da 24h Series no Campeonato Europeu – com cinco etapas em Mugello, Spa-Francorchamps, Brno, Portimão e Barcelona – somando um ponto a mais que a Herberth Motorsport na classificação final. Na divisão TCE, ganhou a Autorama Motorsport by Wolf-Power Racing, lembrando que, para fazer jus à briga pelo título, as equipes tinham que disputar um mínimo de duas etapas, com o descarte do pior resultado válido.

Para a corrida final da temporada, as 24h do COTA, estão aguardados mais de 50 carros, de acordo com o site da Creventic.

Confira a íntegra da etapa da Catalunha nos vídeos abaixo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *