Para quem não viu: Michelin Le Mans Cup, etapa de Spa-Francorchamps

P

RIO DE JANEIRO – A Michelin Le Mans Cup chegou em Spa-Francorchamps à sexta e penúltima etapa da temporada 2019. Grid de 28 carros e participação – pelo menos nos treinos – do protótipo LMP H2 G movido a hidrogênio e guiado por Norman Nato e Olivier Lombard. Os tempos não foram entusiasmantes, apenas na casa de 2’33” por volta, perto de 20 segundos mais lento que os melhores LMP3.

A pole position foi da DKR Engineering com a dupla François Kirmann/Laurents Hörr e, na pista – após duas horas de prova e 49 voltas percorridas, a vitória ficou com a Graff Racing, com Adrien Chila/Nicolas Schatz subindo ao pódio junto a Tony Wells/Colin Noble e Kirmann/Hörr.

Porém, a vistoria técnica invalidou não só a vitória como o pódio inteiro! Os três primeiros colocados foram excluídos pelos comissários por não apresentar os pontos de fixação da crash box dos seus protótipos Norma M30 dentro do regulamento. O limite mínimo é de 25 mm. Nielsen Racing e DKR usaram 10 mm de medida. A Graff, 20 mm.

Regulamento é regulamento e o 4º colocado, o carro #25 da Lanan Racing guiado por Duncan Tappy e Michael Benham, foi declarado vencedor da prova da Bélgica.

Na classe GT3, Sergio Pianezzola/Giacomo Piccini triunfaram com a Ferrari da Kessel Racing, com 1″201 de diferença para Andrew Howard/Ross Gunn. Em terceiro, a Spirit of Race com Maurizio Mediani/Christoph Ulrich.

Faltando apenas a etapa preliminar do ELMS em Portimão para o encerramento do campeonato, Benham/Tappy agora lideram na classe LMP3 com 91 pontos somados. Kirmann/Hörr estão em segundo com 84 e a terceira colocação é de Tony Wells/Colin Noble, com 61.

Na GT3, Pianezzola/Piccini têm 105 pontos e a luta direta será com Fabien Lavergne/Mikkel Mac, que somam 96. Luzich Racing e Kessel Racing perseguirão no Algarve a vaga direta para as 24 Horas de Le Mans ofertada ao campeão da série, na classe LMGTE-AM.

Sobre o Autor

Rodrigo Mattar

Adicione um Comentário

Reclames

Perfil

Rodrigo Mattar, carioca de 49 anos. Apaixonado por automobilismo desde os nove, é jornalista especializado em esportes a motor desde 1998. Estagiou no Jornal do Brasil e numa assessoria de comunicação antes de ingressar na Rede Globo. Em 2003, foi para o SporTV, onde foi editor dos hoje extintos programas Grid Motor e Linha de Chegada. No mesmo ano, iniciou sua trajetória como comentarista, estreando numa transmissão de uma corrida de Stock Car, realizada no saudoso Autódromo de Jacarepaguá. Há sete anos, está no Fox Sports, atuando como editor responsável do programa Fox Nitro e comentarista de diversas categorias, entre as quais Rali Dakar, Nascar, MXGP, WTCC, WRC, FIA WEC, IMSA, Fórmula E, WTCR e Superbike Series Brasil. Conduz o blog A Mil Por Hora, agora no GRANDE PRÊMIO, desde 2008.

Arquivos

Categorias

Nuvem de Tags

Twitter

Reclames

Facebook

Mais reclames