MENU

10 de outubro de 2019 - 14:22IMSA

AX Racing e Nasr saem na frente em Road Atlanta

RIO DE JANEIRO – A 22ª edição da Petit Le Mans começou: nesta quinta-feira, já foi realizado o primeiro de três treinos livres programados para a última etapa da temporada 2019 da série IMSA Weathertech SportsCar Championship.

E a Action Express, em busca de mais um título, apresentou armas: Felipe Nasr, campeão do ano passado junto a Eric Curran, foi o mais rápido da primeira sessão, onde a pista ainda está sem muito emborrachamento. O brasileiro marcou 1’09″093 para o veloz circuito de Road Atlanta – média horária de 212,782 km/h.

A marca de Nasr foi seis décimos melhor que Ricky Taylor num dos dois Acura ARX-05 DPi do Team Penske, que ainda viu Dane Cameron com a 3ª colocação do primeiro treino a 0″880 do rival na briga pelo título.

Fecharam os cinco primeiros na classe DPi o Nissan Onroak da CORE Autosport com Colin Braun e o Cadillac DPi-V.R da Wayne Taylor Racing, com o piloto francês Matthieu Vaxivière, que forma a trinca neste fim de semana com Renger Van der Zande e Jordan Taylor – este se despedindo da equipe.

Na LMP2 e sua corrida de dois carros, Gabriel Aubry estabeleceu a melhor volta com a virtual campeã PR1 Mathiasen – 1’11″233 contra 1’11″381 de Kyle Masson. Espera-se dias melhores para esta divisão em 2020: pelo menos a Rick Ware Racing tem intenções de alinhar o malfadado Riley MK30 que passou de mão em mão nos últimos anos e assim aumentar o plantel desta divisão, que foi posta pra escanteio pela IMSA.

Em clima de despedida, a Ford liderou a classificação da GTLM de manhã: Richard Westbrook marcou 1’16″810 enquanto a Risi Competizione ficou em segundo em seu retorno à categoria. James Calado, companheiro do brasileiro Daniel Serra, fez 1’16″902, seguido pelo outro Ford com Dirk Müller.

A seguir, veio o primeiro Porsche “Coca-Cola” com Nick Tandy, a melhor BMW via John Edwards e o Corvette C7.R mais rápido, com o espanhol Antonio Garcia. A equipe promete mais novidades para 2020, além do carro novo, já apresentado. Será?!?

A GTD começou com seis marcas diferentes nas seis primeiras posições: BMW à frente, com Bill Auberlen marcando 1’19″306, dois décimos abaixo do Lexus de Jack Hawksworth. Na sequência, Bryan Seller (Lamborghini), Christopher Mies (Audi), Jeroen Bleekemolen (Mercedes-AMG) e Toni Vilander (Ferrari).

Virtual campeã, a Meyer Shank Racing ficou em oitavo com seu Acura NSX-GT3 Evo. O #57 da trinca feminina – que conta com a brasileira Bia Figueiredo – ficou com o último tempo da divisão e da classificação geral, com 1’21″412.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *