MENU

24 de novembro de 2019 - 12:19Asian Le Mans Series

Carlin vence e não leva 4h de Xangai na abertura do Asian Le Mans Series

A punição aplicada à equipe vencedora deu ao #26 da G-Drive Racing with APR a vitória na abertura do Asian Le Mans Series na temporada 2019/20

RIO DE JANEIRO – Polêmica após a disputa da abertura da temporada 2019/20 do Asian Le Mans Series, com as 4h de Xangai. A Carlin Motorsport comemorou sua primeira vitória logo na estreia na categoria, com o trio Jack Manchester/Ben Barnicoat/Harry Tincknell. Seria também o primeiro triunfo do chassi Dallara numa prova da LMP2 desde Paul Ricard no ano passado, com a SMP Racing vencendo no European Le Mans Series.

Seria…

Numa revisão dos tempos dos pilotos na pista, a equipe de Trevor Carlin foi penalizada em três voltas mais 51 segundos, porque o britânico Ben Barnicoat cumpriu seis minutos e 36 segundos a mais que o tempo exigido de pilotagem.

Pena a ultrapassagem sensacional de Harry Tincknell sobre Roman Rusinov na antepenúltima curva da última volta não ter valido absolutamente nada após uma corrida morna e decidida no final – onde no fim das contas a vitória ficou com a G-Drive Racing with APR com os pilotos Rusinov, Leonard Hoogenboom e James French.

Pole position, a Eurasia Motorsport fez a pole position com o trio Roberto Mehri/Aidan Read/Nick Foster, mas os pit stops ruins destruíram a estratégia da equipe filipina, que acabou mesmo com o 2º lugar após a punição à Carlin, que baixou para terceiro.

A Inter Europol foi outra equipe que sofreu penalizações: os dois carros da classe LMP2 levaram um pênalti de 3min50seg por infringirem o procedimento de “pass around” nos regimes de Safety Car. Mesmo assim, a equipe conseguiu a quarta posição geral e o carro da LMP3 venceu com Nigel Moore/Kuba Smiechowski alcançando o 5º lugar geral, superando o domínio inicial da ACE1 Villorba Corse.

Nessa classe, a Nielsen Racing fez um bom 2º posto com Colin Noble/Tony Wells e a Graff foi ao pódio com Sébastien Page/David Droux/Eric Trouillet.

A RLR MSport teve sua tarefa facilitada pelo abandono da ARC Bratislava, que provocou uma das duas intervenções do Safety Car nas 4h de Xangai

Na LMP2-AM, a RLR MSport venceu com John Farano/Arjun Maini/Andrew Higgins, principalmente após a quebra do carro da ARC Bratislava, que caminhava para triunfar com relativa facilidade.

A Rick Ware Racing teve o mérito de, mesmo após os enormes problemas de logística, conseguir alinhar um de seus dois protótipos Ligier apesar de não terem percorrido um metro sequer de pista nos treinos. Já largaram com uma volta de atraso – terminar, nessas circunstâncias, seria lucro – e a equipe chegou em 14º na geral e segundo na classe com Cody Ware e Mark Kvamme.

A D’Station Racing entrou com o pé na porta no AsLMS, vencendo em sua estreia entre os GT com o Aston Martin Vantage AMR GT3

Já entre as equipes de Grã-Turismo, a D’Station Racing dominou ao seu bel prazer a corrida de Xangai com o trio Satoshi Hoshino/Ross Gunn/Tomonobu Fujii, estreando na série com o pé direito. Ainda fecharam no top 10 final e com boa margem para outro time novato na série – a JLOC, que terminou em segundo com André Couto/Yuya Motojima/Yusaku Shibata.

Após um bom período na liderança, a BMW da Astro Veloce Motorsports, outra equipe debutando na série, chegou em 3º lugar com Peiwen Qi/Max Wiser/Jens Klingmann, imediatamente à frente da Spirit of Race, equipe do brasileiro Oswaldo Negri, que competiu junto a Francesco Piovanetti e Alessandro Pier Guidi.

A HubAuto Corsa teve uma estreia atribulada na competição. O carro do time de Taiwan se envolveu numa colisão com a Ferrari da CarGuy e não conseguiu ter um bom ritmo na disputa. Restou a Morris Chen/Marcos Gomes/Davide Rigon terminar em 6º lugar na divisão.

O campeonato agora retorna só no próximo ano. A 2ª etapa será na pista australiana The Bend Motorsport Park, em Tailem Bend, no dia 12 de janeiro. Com espetaculares 7,777 km de extensão, o traçado marca a estreia do país da Oceania no calendário. Tomara que seja uma boa corrida.

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *