MENU

10 de novembro de 2019 - 20:51Automobilismo Internacional

Tristeza em Sebring

Dr. Tim George (1960-2019)

RIO DE JANEIRO – Último evento da IMSA no ano de 2019, o Michelin SportsCar Encore, prova extracampeonato disputada neste domingo no Sebring International Raceway, tinha tudo para terminar em festa.

Não fosse a tristeza pela morte repentina de um dos pilotos inscritos na competição que reuniu protótipos LMP3 e modelos Grã-Turismo nos regulamentos GT3 e GT4.

Dr. Tim George, natural de Austin, no Texas, passou mal quando guiava o Ligier JS P3 número #2 da ANSA Motorsports, que dividia neste fim de semana com Neil Alberico e Jon Brownson.

A prova estava com pouco mais de 2h40min das 4h previstas de disputa, quando Tim encostrou nos boxes com o carro. Não havia problema nenhum com o protótipo e sim com o piloto, que imediatamente recebeu atendimento médico.

O estimado neurocirurgião pediátrico, reconhecido em sua especialidade nos EUA, foi levado a um hospital – mas infelizmente não resistiu.

Tim George tinha 59 anos. Como piloto, disputou temporadas da IMSA Lites, com os protótipos Elan DP-02, antes de migrar aos LMP3 do IMSA Prototype Challenge.

A ANSA Motorsports retirou – e não podia ser diferente – o carro dele e dos parceiros. O triunfo numa prova que terminou com clima triste demais para uma prova que se antevia de festa foi do trio formado por Tristan Nunez, Joel Janco e o brasileiro Jonatan Jorge, que completaram 106 voltas no tradicional circuito da Flórida.

Compartilhar

1 comentário

  1. Antonio Seabra disse:

    Provavelmente morreu feliz, fazendo o que gostava, e sem a parte dantesca de um acidente fatal.
    Pelo que me lembro, só o campeão Denny Hulme teve a mesma sorte, de uma forma até mais romantica, disputando uma prova de carros de turismo com uma M3, nos 1000km de Bathurst, na Australia, na emblemática pista e Mount Panorama: diminuiu a velocidade, saiu da pista lentamente e foi rolando até tocar de leve no guard-rail. Niguem entedeu. Quando os bandeirinhas abriram a porta do carro ele já estava morto. Aos 55 anos, tinha sofrido um ataque cardíaco fulminante.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *