MENU

17 de dezembro de 2019 - 22:06Túnel do Tempo

Direto do túnel do tempo (464)

RIO DE JANEIRO – Registro histórico que peguei no Twitter do @Stuart_Dent: possivelmente essa é a imagem do primeiro teste de Keke Rosberg com um carro de Fórmula 1, em dezembro de 1977.

O finlandês, futuro campeão mundial da categoria e então na Fórmula 2, experimentava a versão B do Kojima KE009. Projeto de Masao Ono (ex-Maki), o carro competiu no GP do Japão em Fuji com Kazuyoshi Hoshino e Noritake Takahara.

A Kojima Engineering foi a segunda marca japonesa a participar da categoria máxima – a Honda foi a primeira e a Maki, embora tenha sido inscrita em algumas corridas entre 1974 e 1975, jamais alinhou -competindo com apenas três pilotos em dois GPs.

No primeiro, reza a lenda que o KE007 guiado por Masahiro Hasemi – autor da melhor volta debaixo do aguaceiro que caiu na corrida de 1976 – era na verdade um Wolf-Williams (que já era um Hesketh, diga-se).

Desconfio que não tenham conseguido suporte financeiro para disputar o campeonato de 1978 e Keke, após esse teste, seguiu seu rumo na Fórmula 2, porém estreando na F-1 através da equipe Theodore e também da ATS.

A Kojima ainda permaneceu nas pistas até 1980, mas fabricando carros de Fórmula 2 para o campeonato local. Depois, Matsuhisa Kojima, o fundador, cerrou as portas.

Há 42 anos, direto do túnel do tempo.

Compartilhar

1 comentário

  1. walter disse:

    Sou fã dessas empreitadas nipônicas; foram bem sucedidas, sem comparadas com argentinos, brasileiros (talvez…) e sul africanos.

    Por razões que não compreendo, morreram na praia.

    A grande novidade para mim é Keke Rosberg ao voltante: nunca tinha visto notícia ou foto disse. Valeu, Matar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *