Direto do túnel do tempo (464)

D

RIO DE JANEIRO – Registro histórico que peguei no Twitter do @Stuart_Dent: possivelmente essa é a imagem do primeiro teste de Keke Rosberg com um carro de Fórmula 1, em dezembro de 1977.

O finlandês, futuro campeão mundial da categoria e então na Fórmula 2, experimentava a versão B do Kojima KE009. Projeto de Masao Ono (ex-Maki), o carro competiu no GP do Japão em Fuji com Kazuyoshi Hoshino e Noritake Takahara.

A Kojima Engineering foi a segunda marca japonesa a participar da categoria máxima – a Honda foi a primeira e a Maki, embora tenha sido inscrita em algumas corridas entre 1974 e 1975, jamais alinhou -competindo com apenas três pilotos em dois GPs.

No primeiro, reza a lenda que o KE007 guiado por Masahiro Hasemi – autor da melhor volta debaixo do aguaceiro que caiu na corrida de 1976 – era na verdade um Wolf-Williams (que já era um Hesketh, diga-se).

Desconfio que não tenham conseguido suporte financeiro para disputar o campeonato de 1978 e Keke, após esse teste, seguiu seu rumo na Fórmula 2, porém estreando na F-1 através da equipe Theodore e também da ATS.

A Kojima ainda permaneceu nas pistas até 1980, mas fabricando carros de Fórmula 2 para o campeonato local. Depois, Matsuhisa Kojima, o fundador, cerrou as portas.

Há 42 anos, direto do túnel do tempo.

Sobre o Autor

Rodrigo Mattar

1 Comentário

  • Sou fã dessas empreitadas nipônicas; foram bem sucedidas, sem comparadas com argentinos, brasileiros (talvez…) e sul africanos.

    Por razões que não compreendo, morreram na praia.

    A grande novidade para mim é Keke Rosberg ao voltante: nunca tinha visto notícia ou foto disse. Valeu, Matar!

Por Rodrigo Mattar

Reclames

Perfil

Rodrigo Mattar, carioca de 49 anos. Apaixonado por automobilismo desde os nove, é jornalista especializado em esportes a motor desde 1998. Estagiou no Jornal do Brasil e numa assessoria de comunicação antes de ingressar na Rede Globo. Em 2003, foi para o SporTV, onde foi editor dos hoje extintos programas Grid Motor e Linha de Chegada. No mesmo ano, iniciou sua trajetória como comentarista, estreando numa transmissão de uma corrida de Stock Car, realizada no saudoso Autódromo de Jacarepaguá. Há sete anos, está no Fox Sports, atuando como editor responsável do programa Fox Nitro e comentarista de diversas categorias, entre as quais Rali Dakar, Nascar, MXGP, WTCC, WRC, FIA WEC, IMSA, Fórmula E, WTCR e Superbike Series Brasil. Conduz o blog A Mil Por Hora, agora no GRANDE PRÊMIO, desde 2008.

Arquivos

Categorias

Nuvem de Tags

Twitter

Reclames

Facebook

Mais reclames