MENU

11 de janeiro de 2020 - 15:3124h Series

24h de Dubai: entrou água

Nas 24h de Dubai mais curtas da história, por conta de um temporal inominável, vitória da Black Falcon e sua Mercedes-AMG de número #4

RIO DE JANEIRO (Endurance ou Regata?) – A 15ª edição das 24h de Dubai entrou para a história pelo caos que se instaurou na disputa por conta de uma convidada já esperada, porém de influência decisiva na corrida.

A chuva.

E caiu um pé d’água na pista dos Emirados Árabes como poucas vezes se viu num lugar onde, normalmente, o fenômeno das intempéries não é comum. O temporal veio com gosto, alagou partes da pista, deixou os boxes com água em grandes proporções e tornou o retorno da disputa impraticável, após uma longa bandeira vermelha.

A Creventic, organizadora da 24h Series, e os responsáveis pelo circuito de Dubai tentaram fazer o que lhes era possível, mas face às condições precárias de segurança, optou-se por cancelar a disputa, encerrada precocemente com apenas sete horas realizadas e 186 voltas percorridas.

No momento da interrupção, a Black Falcon liderava com sua Mercedes-AMG de número #4, tripulada por Jeroen Bleekemolen/Manuel Metzger/Ben Barker/Khaled Al Qubaisi/Hubert Haupt. Pole position para a disputa que contou com a participação de 65 carros, a Toksport WRT perdeu nove voltas e fechou a prova em 19º lugar.

A MP Motorsport – a mesma da Fórmula 2 – venceu na GT3-AM com o 8º lugar geral da tripulação formada por Bert De Heus/Jaap Van Lagen/Henk de Jong/Daniel de Jong a bordo de outro Mercedes-AMG GT3. Na GTX, deu a Dragon Racing com Glynn Geddie/Jim Geddie/Phil Keen/Adam Balon, que tripularam um Lamborghini Huracán Super Trofeo modificado.

O quarteto formado por Gosia Rdest/John Hartshorne/Ollie Hancock/Jukka Honkavuori fez as honras na classe 991 dos Porsche Cup, dando mais uma vitória à MRS-GT Racing na prova dos Emirados Árabes. Entre os GT4, a Atlas BX Motorsports triunfou com o Mercedes GT4-R guiado por Steven Cho/Jong-Kyun Kim/Masataka Yanagida/Jae-Sung Park.

Nas classes TCE, a AC Motorsport ganhou a corrida na divisão TCR com o Audi RS3 LMS guiado por Vincent Radermecker/Tom Boonen/Gilles Magnus/Stéphane Perrin/Matthew Taskinen, enquanto o Team ACP – Tangerine Associates venceu na TCX com a BMW dos pilotos Catesby Jones/Jim Norman/Damon Danieli/Ken Goldberg. O Team Avia Sörg Rennsport triunfou com Benito Tagle/Max Drummond/Johan Schwartz/Skip Woody.

Compartilhar

2 comentários

  1. Bruno Serafim disse:

    E o mecânico que empurrou o mecânico da equipe rival pra cima de um carro saindo do pitlane e fez o cara ser atropelado? Uma das coisas mais bizarras e nojentas que já vi na vida. E a equipe do mecânico irresponsável levou uma punição de apenas 4 minutos, qua do na verdade esse mecânico deveria mesmo é ser preso por tentativa de assassinato.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *