E se…

E

RIO DE JANEIRO – Confesso que ainda não tinha visto, mas olha só como seria a transmissão do GP do Japão de Fórmula 1 de 1976 se fossem usados os gráficos recém-introduzidos pela Liberty Media na categoria máxima.

Não estranhem algumas siglas aleatórias como HOS: era um piloto local, Kazuyoshi Hoshino, que no início guiou de forma alucinada e chegou ao 3º lugar vindo de 22º no grid.

Vale assistir pela curiosidade.

Sobre o Autor

Rodrigo Mattar

Adicione um Comentário

Reclames

Perfil

Rodrigo Mattar, carioca de 49 anos. Apaixonado por automobilismo desde os nove, é jornalista especializado em esportes a motor desde 1998. Estagiou no Jornal do Brasil e numa assessoria de comunicação antes de ingressar na Rede Globo. Em 2003, foi para o SporTV, onde foi editor dos hoje extintos programas Grid Motor e Linha de Chegada. No mesmo ano, iniciou sua trajetória como comentarista, estreando numa transmissão de uma corrida de Stock Car, realizada no saudoso Autódromo de Jacarepaguá. Há sete anos, está no Fox Sports, atuando como editor responsável do programa Fox Nitro e comentarista de diversas categorias, entre as quais Rali Dakar, Nascar, MXGP, WTCC, WRC, FIA WEC, IMSA, Fórmula E, WTCR e Superbike Series Brasil. Conduz o blog A Mil Por Hora, agora no GRANDE PRÊMIO, desde 2008.

Arquivos

Categorias

Nuvem de Tags

Twitter

Reclames

Facebook

Mais reclames