Asian Le Mans Series: inédita corrida noturna com 23 carros na Malásia

A

RIO DE JANEIRO – Sábado de manhã veloz aqui no blog: a partir de 5h30 de Brasília, será disputada a 3ª etapa do Asian Le Mans Series na temporada 2019/20. Pela primeira vez na história, uma corrida da categoria terá desfecho noturno.

As 4h de Sepang infelizmente não terão o mesmo plantel das duas primeiras provas do campeonato na China e Austrália. Alguns forfaits fazem o plantel cair para um total de 23 bólidos esperados para a pista da Malásia – sendo nove LMP2, oito LMP3 e seis GTs.

Aliás, para a RLR MSport, o campeonato acaba antes do previsto. Destruído pelo fogo em Tailem Bend, o Oreca 05 do time britânico não será recuperado para as provas finais, que serão disputadas num espaço inferior a dez dias.

Também a ARC Bratislava, por problemas extrapista, não leva seu protótipo à Malásia, o que deixa a LMP2-AM apenas com a Rick Ware Racing contra os demais sete protótipos com motor Gibson V8 – incluindo a K2 Uchino Racing, de volta após a ausência forçada na Austrália por doença do titular Haruki Kurosawa.

A epidemia do Coronavírus que se alastra na China também foi responsável direta pela ausência das duas BMW M6 da Astro Veloce Motorsport e também do carro do FIST Team AAI. Só pôde se deslocar para a Malásia quem não é daquela região.

A organização do AsLMS está igualmente monitorando a grave situação pela qual o país vizinho vem passando e Cyrille Taesch-Wahlen garantiu que as duas corridas de Sepang e Buriram, esta fechando o certame dia 23, estão asseguradas.

Apesar das ausências forçadas, o plantel tem novidades. Uma delas é a adição de um segundo protótipo LMP3 via Graff para o finlandês Rory Penttinen e Matthias Kaiser, que vem do principado do Liechtenstein.

A Eurasia levou Shane Van Gisbergen para Tailem Bend, mas desta vez é Masataka Yanagida que estará no #1 junto a Daniel Gaunt e Nick Cassidy.

Outras novidades são o anúncio de Dan Wells/Phillip Kadoorie como dupla do #14 da Inter Europol Competition e a vinda de Takashi Kogure no #88 da JLOC no lugar de André Couto.

Após as duas primeiras provas, James French/Roman Rusinov/Leonard Hoogenboom somam duas vitórias e 50 pontos na classificação, dando a liderança à equipe G-Drive with Algarve Pro Racing na principal divisão do Asian Le Mans Series; na LMP2-AM, tudo indica que Cody Ware e a equipe da Nascar Rick Ware Racing conseguirão a vaga direta para as 24h de Le Mans deste ano.

Na LMP3, Colin Noble/Tony Wells lideram a classificação apenas um ponto à frente de Martin Hippe/Nigel Moore, numa bela batalha pelo título entre as tripulações da Nielsen e da Inter Europol Competition.

E entre os pilotos de Grã-Turismo, a disputa nas principais posições é muito equilibrada. Takeshi Kimura/Kei Cozzolino lideram com a CarGuy Racing, mas as tripulações de D’Station Racing, HubAuto Corsa (do brasileiro Marcos Gomes) e Spirit of Race (de Oswaldo Negri) estão na briga. São apenas oito pontos separando os quatro primeiros colocados.

 

Sobre o Autor

Rodrigo Mattar

Adicione um Comentário

Reclames

Perfil

Rodrigo Mattar, carioca de 49 anos. Apaixonado por automobilismo desde os nove, é jornalista especializado em esportes a motor desde 1998. Estagiou no Jornal do Brasil e numa assessoria de comunicação antes de ingressar na Rede Globo. Em 2003, foi para o SporTV, onde foi editor dos hoje extintos programas Grid Motor e Linha de Chegada. No mesmo ano, iniciou sua trajetória como comentarista, estreando numa transmissão de uma corrida de Stock Car, realizada no saudoso Autódromo de Jacarepaguá. Há sete anos, está no Fox Sports, atuando como editor responsável do programa Fox Nitro e comentarista de diversas categorias, entre as quais Rali Dakar, Nascar, MXGP, WTCC, WRC, FIA WEC, IMSA, Fórmula E, WTCR e Superbike Series Brasil. Conduz o blog A Mil Por Hora, agora no GRANDE PRÊMIO, desde 2008.

Arquivos

Categorias

Nuvem de Tags

Twitter

Reclames

Facebook

Mais reclames