Toyota fecha pilotos de Super GT e Super Formula

T

RIO DE JANEIRO – O programa de motorsport da Toyota para as principais categorias japonesas foi confirmado nesta sexta-feira: a montadora terá um elenco com algumas novidades para 2020, tanto na Super Formula quanto no Super GT, onde outra vedete será a estreia do modelo GR Supra, em substituição aos Lexus.

Serão seis carros na classe GT500 e a equipe atual campeã, o Team LeMans, não volta para a defesa de título – o que deixa o grid oficialmente sem nenhum carro com o dorsal #1.

A equipe substituta será a TGR Team Wako’s Rookie Racing, com o carro #14 que será conduzido por Sho Tsuboi e Kazuya Oshima – o que compreende que Kenta Yamashita dará total prioridade à sua campanha no FIA WEC, onde defende até o fim da Super Season 2019/20 a equipe dinamarquesa High Class Racing.

Outra troca significativa é na Tom’s: Kazuki Nakajima deixa a categoria e quem entra por essa brecha é o franco-argentino Sacha Fenestraz, que vai no #36 ao lado de Yuhi Sekiguchi. No outro carro do principal time da marca oriental, estarão Nick Cassidy e Ryo Hirakawa.

No Team WedsSport de Masaki Bandoh, outra cara nova é a de Ritomo Miyata, que sobe do GT300 para a classe principal e ocupa a lacuna com a partida de Tsuboi para a nova escuderia: ele estará no carro #19 na parceria com Yuji Kunimoto.

Nas demais, zero novidades: a Cerumo conta outra vez com Hiroaki Ishiura/Yuji Tachikawa e o finlandês Heikki Kövalainen renovou com a SARD para mais um ano no #39 com Yuichi Nakayama.

Passando à Super Formula, Fenestraz fará jornada dupla: o piloto também foi alocado numa equipe que disputa o certame de monopostos e fará sua estreia na Kondo ao lado de Kenta Yamashita. A propósito: Fenestraz é o atual campeão da Fórmula 3, que em 2020 muda de nome por lá.

Com o fim do Team Le Mans, a Toyota deu um jeito e a organização Cerumo/Inging vai cuidar do carro #14 da Rookie Racing, que terá Kazuya Oshima. O resto fica como está, com Sho Tsuboi e Hiroaki Ishiura.

Na Impul, ficam Yuhi Sekiguchi e Ryo Hirakawa, enquanto a KCMG amplia as operações e terá Yuji Kunimoto junto a Kamui Kobayashi.

A Tom’s, contudo, só confirmou Kazuki Nakajima, já que existe uma dúvida no ar sobre a permanência de Nick Cassidy no esquema de Super Formula em 2020. Sendo assim, um dos principais assentos da categoria, numa das escuderias mais tradicionais da competição, está vago – por enquanto.

A Super Formula terá 21 carros em 2020. Dez com motores Honda, onze com Toyota.

Sobre o Autor

Rodrigo Mattar

1 Comentário

Por Rodrigo Mattar

Reclames

Perfil

Rodrigo Mattar, carioca de 49 anos. Apaixonado por automobilismo desde os nove, é jornalista especializado em esportes a motor desde 1998. Estagiou no Jornal do Brasil e numa assessoria de comunicação antes de ingressar na Rede Globo. Em 2003, foi para o SporTV, onde foi editor dos hoje extintos programas Grid Motor e Linha de Chegada. No mesmo ano, iniciou sua trajetória como comentarista, estreando numa transmissão de uma corrida de Stock Car, realizada no saudoso Autódromo de Jacarepaguá. Há sete anos, está no Fox Sports, atuando como editor responsável do programa Fox Nitro e comentarista de diversas categorias, entre as quais Rali Dakar, Nascar, MXGP, WTCC, WRC, FIA WEC, IMSA, Fórmula E, WTCR e Superbike Series Brasil. Conduz o blog A Mil Por Hora, agora no GRANDE PRÊMIO, desde 2008.

Arquivos

Categorias

Nuvem de Tags

Twitter

Reclames

Facebook

Mais reclames