Vitória de Evans no curto Rally da Suécia

V

RIO DE JANEIRO – Segunda etapa da temporada do WRC, o Mundial de Rally, o Rally da Suécia foi muito prejudicado pela… falta de neve!

Ninguém aqui leu errado, não. O evento teria 18 trechos cronometrados em princípio. As condições das estradas eram tão pouco propícias por conta da ausência do gelo e do calor que se abateu sobre a região nórdica em pleno inverno que a maioria das especiais foi… na Noruega!

Isso mesmo: os trechos cronometrados de Hof Finnskög e Finnskögen foram mantidos em dois dos três dias para valer de competição. Não houve Colin’s Crest. E na Suécia, de fato, só houve Nyckelvattnet, a Super Sprint de Torsby e somente uma passagem por Likenäs – o Power Stage – preservando a estrada.

Com o Rally da Suécia reduzido a apenas oito passagens das já reduzidas onze e mesmo sob ameaça de os pontos serem aferidos pela metade – o que depois acordou-se que não aconteceria – o galês Elfyn Evans, da Toyota, deu de ombros e foi dominante. Ganhou cinco dos trechos cronometrados e levou a vitória ao lado do navegador Scott Martin. Foi a segunda de Evans no WRC.

Após o capote monumental em Monte-Carlo – e de carro novo, claro – Ott Tänak e seu copiloto Martin Jarvejöja fecharam em 2º lugar a cerca de 13 segundos dos vencedores, com Kalle Rovanperä causando sensação no terceiro lugar geral.

Não só o jovem finlandês da Toyota chegou ao pódio relegando o multicampeão Sébastien Ogier a segundo plano, como também foi o mais veloz do Power Stage. Rovanperä saiu no lucro. Teria feito 15 pontos com o resultado de pista e fez mais cinco de bônus.

Esapekka Lappi concluiu a etapa em 5º lugar e foi o melhor dos representantes da Ford, seguido pelo vencedor da abertura Thierry Neuville e por Craig Breen, que voltou ao WRC via Hyundai, num terceiro carro do construtor sul-coreano.

Teemu Suninen fez mais alguns pontos com a 8ª posição, cabendo o nono posto a Takamoto Katsuta num quarto Toyota Yaris. O finlandês Jari Huttunen, com um Hyundai, fechou o top 10 e venceu no WRC3. Registre-se que o fera do Rallycross Johan Kristofferson disputou a prova e chegou em terceiro na categoria, 14º colocado na geral.

Com a 12ª posição final, Mads Østberg (Citroën) foi o vencedor entre os pilotos do WRC2, seguido pelos nórdicos Ole Christian Veiby (Hyundai) e Pontus Tidemand (Skoda).

Após dois eventos, Evans e Neuville lideram o Mundial de Rally entre os pilotos com 42 pontos, seguidos por Sébastien Ogier com 37, Kalle Rovanperä com 30 e Esapekka Lappi, com 24. A 3ª etapa do campeonato será o Rally do México, em Guanajuato.

Sobre o Autor

Rodrigo Mattar

1 Comentário

  • Queria ver o retorno de marcas tradicionais, disputando em alto nivel: a Mini por exemplo, seria muito bem vinda. A Fiat também. Aparte isso, VW tá fazendo falta.
    Loeb já deveria ter parado, a idade ta pesando e, na minha opinião, ele está se arriscando a toa: rally é perigoso, precisa esta com os reflexos muito em dia ! E ele ficou muito tempo fora, correndo so eventualmente.
    A Ford fica dependendo muito do Lappi,
    Gostaria de ver mais pilotos italianos (o campeonato italiano é muito forte), alemães e ingleses, pra renovar o atual plantel (que já é de pilotos bem novos…).

Por Rodrigo Mattar

Reclames

Perfil

Rodrigo Mattar, carioca de 49 anos. Apaixonado por automobilismo desde os nove, é jornalista especializado em esportes a motor desde 1998. Estagiou no Jornal do Brasil e numa assessoria de comunicação antes de ingressar na Rede Globo. Em 2003, foi para o SporTV, onde foi editor dos hoje extintos programas Grid Motor e Linha de Chegada. No mesmo ano, iniciou sua trajetória como comentarista, estreando numa transmissão de uma corrida de Stock Car, realizada no saudoso Autódromo de Jacarepaguá. Há sete anos, está no Fox Sports, atuando como editor responsável do programa Fox Nitro e comentarista de diversas categorias, entre as quais Rali Dakar, Nascar, MXGP, WTCC, WRC, FIA WEC, IMSA, Fórmula E, WTCR e Superbike Series Brasil. Conduz o blog A Mil Por Hora, agora no GRANDE PRÊMIO, desde 2008.

Arquivos

Categorias

Nuvem de Tags

Twitter

Reclames

Facebook

Mais reclames