Para quem não viu: 24h Series, 24h de Portimão

P

RIO DE JANEIRO – Semana passada aconteceu o primeiro evento esportivo de automobilismo para valer em território europeu, depois da Pandemia do Covid-19: a Creventic deu sequência às suas competições e promoveu (sem público presente, é bom lembrar) a disputa das 24h de Portimão, no Autódromo Internacional do Algarve.

E considerando o baixo número de inscritos – foram apenas 15 os carros que compareceram – era melhor talvez que não tivesse sido realizada. Cinco categorias tiveram participantes e em pelo menos uma delas – a divisão dos GT4 – nenhum competidor terminou.

Bom… a Herberth Motorsport não se importou: fez dobradinha com seus Porsche 991 GT3 R e quem venceu foi o carro #92 com Jürgen Häring/Tim Müller/Marco Seefried/Taki Konstantinou/Michael Joos completando 731 voltas pelos 4,655 km do traçado luso – nove voltas a mais que o recorde anterior.

O #91 de Alfred e Robert Renauer, mais Ralf Böhn e Daniel Allemann, poderia ter chegado mais próximo – a diferença ao final foi de 26 voltas. Mas a equipe teve de trocar o câmbio do carro e foi perdida cerca de 1h no reparo. A Mühlner Motorsport ganhou a prova na divisão 991 e também na dos Porsche Cayman. Entre os TCR, ganhou a Autorama Motorsport by Wolf Power Racing, com seu Volkswagen Golf GTi TCR DSG que chegou em quarto na geral – face a total ausência de competidores.

Apenas nove carros receberam a quadriculada. Os demais ou não completaram ou não foram classificados. Tomara que para as 12h de Monza, marcadas para 10 e 11 de julho próximo, o panorama seja melhor.

A próxima etapa do campeonato de Continentes da 24h Series, a princípio, será as 24h de Barcelona, em setembro.

Confira nos vídeos abaixo a disputa de Portimão.

Sobre o Autor

Rodrigo Mattar

1 Comentário

Por Rodrigo Mattar

Reclames

Perfil

Rodrigo Mattar, carioca de 49 anos. Apaixonado por automobilismo desde os nove, é jornalista especializado em esportes a motor desde 1998. Estagiou no Jornal do Brasil e numa assessoria de comunicação antes de ingressar na Rede Globo. Em 2003, foi para o SporTV, onde foi editor dos hoje extintos programas Grid Motor e Linha de Chegada. No mesmo ano, iniciou sua trajetória como comentarista, estreando numa transmissão de uma corrida de Stock Car, realizada no saudoso Autódromo de Jacarepaguá. Há sete anos, está no Fox Sports, atuando como editor responsável do programa Fox Nitro e comentarista de diversas categorias, entre as quais Rali Dakar, Nascar, MXGP, WTCC, WRC, FIA WEC, IMSA, Fórmula E, WTCR e Superbike Series Brasil. Conduz o blog A Mil Por Hora, agora no GRANDE PRÊMIO, desde 2008.

Arquivos

Categorias

Nuvem de Tags

Twitter

Reclames

Facebook

Mais reclames