ELMS: poker da United Autosports e vitória de brasileiro na LMGTE em Spa

E

RIO DE JANEIRO – Duas etapas, duas vitórias na LMP2 e duas mais na LMP3. Em protótipos, a United Autosports é a equipe do momento na temporada 2020 do European Le Mans Series. Todo mundo afiado, competitivo e ganhando corridas com naturalidade. Nas 4h de Spa-Francorchamps, disputadas neste domingo, a equipe de propriedade de Zak Brown e Richard Dean desfilou competência e levou mais duas taças para casa.

Na LMP2 e na classificação geral, dessa vez o triunfo foi do #22 que cravou a pole position, em grande atuação de Filipe Albuquerque e Phil Hanson, apesar de uma pressão intensa e de várias trocas de posição em duelo contra o carro da G-Drive Racing assistido pela escuderia francesa TDS – que acabou em acidente: Mikkel Jensen estampou o carro #26 numa barreira da curva Pouhon e a corrida acabou assim para o dinamarquês e seu colega de pilotagem, o russo Roman Rusinov.

A segunda posição poderia ter sido da Duqueine com o trio Konstantin Tereschenko/Jonathan Hirschi/Tristan Gommendy, só que um erro após um período de Full Course Yellow custou à equipe francesa o segundo posto. A posição ficou mesmo com a Graff Racing, em boa prova de Alexandre Cougnaud/Thomas Laurent/James Allen – e desta vez, diferentemente de Paul Ricard, onde foram penalizados porque Cougnaud não cumpriu o tempo mínimo de pilotagem, deu tudo certo. O trio da Duqueine terminou em quarto.

O pódio teve ainda a Panis Racing, terceira colocada em seu carro de pneus Goodyear, com Julien Canal/Will Stevens/Nico Jamin. André Negrão participou mais uma vez com a Richard Mille Racing, desta vez com a estreia da holandesa Beitske Visser junto à colombiana Tati Calderón. A trinca fez um bom trabalho durante a disputa e salvou um belo 6º posto geral.

Não bastasse isso, a United ainda ganhou na LMP3 com o mesmo trio vitorioso em Paul Ricard e de novo com pontuação máxima: Wayne Boyd e os parceiros Tom Gamble e Robert Wheldon mantém 100% de aproveitamento, vencendo mais uma e com alguma tranquilidade, já que só a Nielsen Racing com Tony Wells/Colin Noble chegou na mesma volta e a 3ª posição, duas voltas atrás, foi da Eurointernational, com o brasileiro Thomas Erdos dividindo o cockpit com Niko Kari e Andreas Laskaratos. O resultado levou a equipe à vice-liderança, mas distante 29 pontos dos invictos na série.

E na LMGTE, a Kessel Racing triunfou após grande batalha pelo topo do pódio, com excelente estreia do brasileiro Marcos Gomes ao lado dos parceiros David Perel e Michael Broniszewski. Com a Ferrari 488 GTE EVO do time helvético, eles chegaram em 17º na geral, derrotando dois carros de equipes do WEC – a AF Corse que alinhou François Perrodo/Emmanuel Collard/Harrison Newey e a Aston Martin Racing de Mathias Lauda/Augusto Farfus/Paul Dalla Lana.

Como esses dois carros não são inscritos full season do ELMS, não tiveram direito a pontos no evento. Assim, a Proton Competition fez jus ao 2º lugar para efeito de classificação no campeonato nessa corrida, com o #93 de Michael Fassbender/Felipe Fernandez Laser/Richard Lietz, à frente de Duncan Russell Cameron/Aaron Scott/Matt Griffin, da Spirit of Race.

O campeonato prossegue com um segundo evento em Paul Ricard: a 240 Le Castellet, o último da série antes das 24h de Le Mans, no próximo dia 29, um sábado.

Sobre o Autor

Rodrigo Mattar

Adicione um Comentário

Reclames

Perfil

Rodrigo Mattar, carioca de 49 anos. Apaixonado por automobilismo desde os nove, é jornalista especializado em esportes a motor desde 1998. Estagiou no Jornal do Brasil e numa assessoria de comunicação antes de ingressar na Rede Globo. Em 2003, foi para o SporTV, onde foi editor dos hoje extintos programas Grid Motor e Linha de Chegada. No mesmo ano, iniciou sua trajetória como comentarista, estreando numa transmissão de uma corrida de Stock Car, realizada no saudoso Autódromo de Jacarepaguá. Há sete anos, está no Fox Sports, atuando como editor responsável do programa Fox Nitro e comentarista de diversas categorias, entre as quais Rali Dakar, Nascar, MXGP, WTCC, WRC, FIA WEC, IMSA, Fórmula E, WTCR e Superbike Series Brasil. Conduz o blog A Mil Por Hora, agora no GRANDE PRÊMIO, desde 2008.

Arquivos

Categorias

Nuvem de Tags

Twitter

Reclames

Facebook

Mais reclames