IMSA: 1-2 da Penske nos treinos em Road America

I
Mesmo após a ruptura da parceria, o Acura Team Penske fez a dobradinha no grid para a 4ª etapa da IMSA, neste domingo, em Road America

RIO DE JANEIRO (A vida, esse viaduto…) – Dias após o anúncio da ruptura da parceria entre a Acura e o Team Penske, os protótipos DPi ARX-05 dominaram o grid de largada para o IMSA Road Race Showcase, 4ª etapa do campeonato que o Fox Sports 2 transmite neste domingo a partir de 13h.

Beneficiados por um decréscimo de 10 kg de peso mínimo e de um delta melhor de potência na faixa útil de rotação do motor entre 4.800 e 7.550 rpm, os carros montados na plataforma Oreca monopolizam a primeira fila do grid de 31 carros. Ricky Taylor foi quem conquistou a pole position – 1’49″061, três décimos abaixo do companheiro de equipe Dane Cameron, atual campeão da série junto a Juan Pablo Montoya.

Os Mazda, que venceram a disputa em Elkhart Lake ano passado, estão na segunda fila. Harry Tincknell foi o único outro piloto a registrar tempo dentro do mesmo segundo da pole. Tristan Nunez ficou em quarto, menos de um décimo melhor que Ryan Briscoe, no mais rápido dos quatro Cadillac DPi V-R.

Felipe Nasr classificou o #31, mas uma saída de pista a pouco menos de cinco minutos para o fim do treino decretou que o carro dele e de Pipo Derani, vencedores em Sebring, saia na quarta fila, com o sétimo tempo. Para essa etapa, os Caddies têm mais potência, mas terão que trabalhar com um tanque de combustível limitado a 69 litros.

Na LMP2 dos pilotos Pro-Am, que teve de última hora a ausência do #8 de John Farano/Ryan Dalziel, o #52 de Patrick Kelly e Simon Trummer foi o mais rápido. Com 1’54″474, a dupla larga de nono na geral, quase um segundo inteiro à frente de Henrik Hedman, da DragonSpeed. Cameron Cassels e Dwight Merriman, que completam o lote de inscritos, não deram nem para a saída.

Laurens Vanthoor conseguiu uma volta excepcional e deu à Porsche a pole na GTLM. O belga fez o tempo de 2’00″590 e bateu Jordan Taylor e Oliver Gavin, nos Corvette C8.R vencedores das duas últimas etapas – os “trovões” ficaram separados entre si por somente 0″065.

As duas BMW M8 GTE não conseguiram se beneficiar de um acréscimo de potência no motor, tampouco dos 10 kg menos de peso mínimo. Como consolo, largam à frente do segundo Porsche, qualificado por Fred Makowiecki.

E na GTD, as impressionantes performances dos Lexus RC-F da AIM Vasser Sullivan não têm fim. Mesmo com restrição de 1 mm na entrada de ar dos motores, os pilotos deitaram e rolaram. Dessa forma, Aaron Telitz levou a pole com Frankie Montecalvo em segundo. Corey Fergus foi muito bem com o McLaren 720S, marcando o terceiro tempo, seguido pela BMW de Robby Foley e a Mercedes-AMG com Gar Robinson.

Sobre o Autor

Rodrigo Mattar

Adicione um Comentário

Reclames

Perfil

Rodrigo Mattar, carioca de 49 anos. Apaixonado por automobilismo desde os nove, é jornalista especializado em esportes a motor desde 1998. Estagiou no Jornal do Brasil e numa assessoria de comunicação antes de ingressar na Rede Globo. Em 2003, foi para o SporTV, onde foi editor dos hoje extintos programas Grid Motor e Linha de Chegada. No mesmo ano, iniciou sua trajetória como comentarista, estreando numa transmissão de uma corrida de Stock Car, realizada no saudoso Autódromo de Jacarepaguá. Há sete anos, está no Fox Sports, atuando como editor responsável do programa Fox Nitro e comentarista de diversas categorias, entre as quais Rali Dakar, Nascar, MXGP, WTCC, WRC, FIA WEC, IMSA, Fórmula E, WTCR e Superbike Series Brasil. Conduz o blog A Mil Por Hora, agora no GRANDE PRÊMIO, desde 2008.

Arquivos

Categorias

Nuvem de Tags

Twitter

Reclames

Facebook

Mais reclames