Le Mans 2020: Toyota faz 1-2 no primeiro treino livre

L
Kazuki Nakajima liderou o esquadrão Toyota no primeiro treino livre das 24h de Le Mans 2020: japoneses são favoritos absolutos à terceira vitória consecutiva em La Sarthe (Foto: Toyota Gazoo Racing/Divulgação)

RIO DE JANEIRO (Carros na pista!) –  Para surpresa de absolutamente ninguém, a favorita Toyota começa à frente da concorrência no primeiro treino livre da 88ª 24h de Le Mans. Com as atividades de pista iniciadas às 5h de Brasília (9h locais), os carros tiveram três horas à disposição para os primeiros quilômetros – fundamentais, posto que não houve Journée Test e o nível de aderência ainda está longe do ideal.

Temperatura agradável – 25º C durante toda a manhã, o que espanta o forte calor do verão francês, que vai chegando ao fim nos próximos dias. E nesse clima, os TS050 Hybrid foram soberanos nos 13,626 km do circuito de La Sarthe. Kazuki Nakajima estabeleceu a melhor volta do primeiro treino com a marca de 3’21″656, média de 243,3 km/h – tempo 0″334 abaixo do compatriota Kamui Kobayashi, o mais rápido do carro #7.

Gustavo Menezes fez 3’23″155 e virou a terceira melhor volta do FP1 com o Rebellion R13 que também tem Bruno Senna entre os tripulantes. O novato Louis Déletraz marcou o melhor tempo do carro #3 do time anglo-suíço em 3’25″216. A ByKolles, que pelo visto não vai incomodar ninguém, ficou com a 5ª marca – 3’28″442, com Oli Webb.

Na classe LMP2 – a mais numerosa do grid com incríveis 24 carros – o veloz japonês Kenta Yamashita estabeleceu o melhor tempo do primeiro treino com 3’29″873, marca muito acima do que os protótipos desta categoria conseguem virar em La Sarthe em ritmo de classificação. Na sequência, veio o Racing Team Nederland com Giedo Van der Garde rodando em 3’29″918 e o português Antonio Félix da Costa, da Jota Sport, com 3’31″206.

O melhor dos carros que não contam pontos para o WEC foi o #30 da Duqueine Engineering: o russo Konstantin Tereschenko marcou 3’31″309, seguido do #37 da Jackie Chan DC Racing com Gabriel Aubry e o #26 da G-Drive guiado pelo russo Roman Rusinov.

Líder do WEC na divisão, o #22 da United Autosports, do trio Phil Hanson/Paul Di Resta/Filipe Albuquerque estabeleceu o oitavo tempo – 3’31″944. A bicampeã da prova e atual campeã mundial de Endurance Signatech Alpine Elf, de chassi novo após a panca de Thomas Laurent em Spa-Francorchamps, ficou apenas em 15º com 3’33″312. André Negrão deu apenas sete voltas, sem muito forçar. Sua melhor volta foi 3’33″816.

Entre os LMGTE-PRO, 1-2 da Aston Martin Racing: o aniversariante do dia Alex Lynn foi o mais veloz com 3’53″930, mais de um segundo inteiro abaixo da melhor volta do #95 guiado pelo dinamarquês Nicki Thiim. James Calado fez a melhor volta do #51 da AF Corse, terceiro mais rápido da sessão, em 3’55″186. Daniel Serra, bicampeão da prova na categoria, começou bem: fez seu melhor tempo em 3’55″820.

Na LMGTE-AM, Ross Gunn – sem trocadilho algum, por favor – fez uma volta-canhão com o Aston Martin #98 no fim da sessão e marcou 3’55″484, tempo melhor que o de vários LMGTE-PRO. A Hub Auto Racing apresentou armas e começou bem: 2ª marca na sessão, cortesia do britânico Tom Blomqvist, filho da lenda do WRC Stig Blomqvist – o time de Taiwan é o que terá o brasileiro Marcos Gomes a bordo.

O ítalo-oriental Kei Cozzolino fez o 3º tempo na Ferrari da MR Racing operada pela Car Guy em parceria com a AF Corse. Completaram o top 5 do primeiro treino o Aston Martin da TF Sport com Charlie Eastwood e a Ferrari da Luzich Racing (operada pela AF Corse) com Côme Ledogar a bordo.

Dos brasileiros da divisão, Augusto Farfus (Aston Martin Racing) fez 3’57″647 e foi o mais rápido, completando sete voltas. Felipe Fraga (Team Project 1) rodou em 3’57″628 e fez a melhor volta do Porsche #57 no FP1 – 8º tempo da categoria. Marcos Gomes, se familarizando com o traçado, andou em 3’58″872 na melhor passagem, tendo completado 10 voltas. E Oswaldo Negri marcou 3’59″849, na 11ª de um total de 14 voltas.

O treino teve apenas uma bandeira vermelha: cortesia de uma saída de pista em Indianápolis do piloto francês “Steve Brooks”, pseudônimo para Philippe Haezebrouck, com o Porsche 911 RSR #89 LMGTE-AM do Team Project 1. A sessão foi interrompida por 20 minutos.

Dos 177 pilotos, apenas três não andaram: Erik Maris, no protótipo #11 da Eurointernational, Vincent Abril na Ferrari #70 da MR Racing (Car Guy) e Jules Gounon, na Ferrari #82 da Risi Competizione.

O treino classificatório para as 24h de Le Mans, que define os 23 participantes da Hyperpole de amanhã será às 12h15 de Brasília, com transmissão ao vivo somente no site do WEC e com streaming pago.

Sobre o Autor

Rodrigo Mattar

1 Comentário

  • Como esperávamos, as demonstrações de força da Rebellion ao longo da temporada não apareceriam em Sarthe mas, na corrida, tudo pode acontecer, e ainda internamente na Toyota, acho que esse ano a trinca do #7 deve incomodar mais que nas edições anteriores, quando o #8 tinha Dom Fernando.
    Nas demais classes, me parece tudo embolado ainda. Para a corrida devem prevalecer as trincas mais entrosadas. Na LMGTE Pro, apesar do aparente mau momento da marca em todas as competições, não devemos menosprezar a Ferrari que já conta com a melhor dupla em minha opinião (Pier Guidi/Calado) e ainda com o reforço do Daniel Serra.

Por Rodrigo Mattar

Reclames

Perfil

Rodrigo Mattar, carioca de 49 anos. Apaixonado por automobilismo desde os nove, é jornalista especializado em esportes a motor desde 1998. Estagiou no Jornal do Brasil e numa assessoria de comunicação antes de ingressar na Rede Globo. Em 2003, foi para o SporTV, onde foi editor dos hoje extintos programas Grid Motor e Linha de Chegada. No mesmo ano, iniciou sua trajetória como comentarista, estreando numa transmissão de uma corrida de Stock Car, realizada no saudoso Autódromo de Jacarepaguá. Há sete anos, está no Fox Sports, atuando como editor responsável do programa Fox Nitro e comentarista de diversas categorias, entre as quais Rali Dakar, Nascar, MXGP, WTCC, WRC, FIA WEC, IMSA, Fórmula E, WTCR e Superbike Series Brasil. Conduz o blog A Mil Por Hora, agora no GRANDE PRÊMIO, desde 2008.

Arquivos

Categorias

Nuvem de Tags

Twitter

Reclames

Facebook

Mais reclames