WRC: Evans é o novo líder do mundial

W

RIO DE JANEIRO – Um ano atípico feito o de 2020 também nos reserva surpresas no Mundial de Rally, o WRC: o galês Elfyn Evans conquistou no fim de semana a segunda vitória dele e do copiloto Scott Martin. E com esse triunfo, a dupla assumiu a liderança da classificação, destronando o multicampeão Sébastien Ogier, o belga Thierry Neuville e também o atual dono do cetro, o estoniano Ott Tänak.

Disputado em apenas 12 trechos cronometrados, o 13º Rally da Turquia foi de dificuldades extremas para os pilotos. Estradas de cascalho com muita areia e poeira e um alto grau de degradação dos pneus. Um desafio a mais para todas as 24 duplas inscritas, além das questões básicas de setup e administração do equipamento.

O evento começou com duas especiais no primeiro dia e o “Pelé” do WRC Sébastien Loeb de volta e no comando provisório da classificação. Mas Sébastien Ogier deu as cartas em grande parte do segundo dia – até ter um pneu dianteiro esquerdo furado, que o fez perder mais de 30 segundos. A liderança caiu no colo de Thierry Neuville.

Todavia, na especial #9 – Çetibeli 1 – Neuville teve um pneu furado e atrasou-se. E não foi o único: Ogier, Rovanpëra, Loeb e Lappi também. Não obstante, Pierre-Louis Loubet e Teemu Suninen foram a nocaute e abandonaram.

A dèbacle geral fez Evans assumir a dianteira do Rally da Turquia com uma sólida vantagem de quase 47 segundos. E a segunda passagem por Çetibeli, correspondente à 11ª especial do evento, levou Ogier à nocaute. O motor de seu Toyota Yaris quebrou e o francês abandonou de forma surpreendente e inesperada.

Thierry Neuville ainda acelerou o suficiente para diminuir a diferença e tentar pôr – em vão – alguma pressão em Evans, esperando que o filho de Gwyndaf Evans entregasse a paçoca. Não deu certo e o belga da Hyundai pelo menos salvou os cinco pontos extras do Power Stage como o mais veloz em Marmaris 2.

Sébastien Loeb/Daniel Elena voltaram ao pódio com o 3º lugar, seguidos por Kalle Rovanpëra e Gus Greensmith, o homem que salvou a honra da Ford M-Sport desta vez, à frente de um apagadíssimo Esapekka Lappi.

O polonês Kajetan Kajetanowicz, ao volante de um Skoda Fabia EVO navegado pelo antigo copiloto de Robert Kubica no WRC, Maciej Szczepaniak, ganhou entre os pilotos do WRC2 e chegou em 7º na geral, com Pontus Tidemand, Adrien Fourmaux e Marco Bulacia Wilkinson completando o top 10 geral.

A sexta e penúltima etapa da temporada será o Rally da Sardenha, em Alghero, com 16 trechos previstos e marcado para acontecer entre 8 e 11 de outubro.

Resultado final do Rally da Turquia:

1 – Evans/Martin (Toyota Yaris WRC) – 2h43’02″7
2 – Neuville/Gilsoul (Hyundai i20 WRC) – 35″2
3 – Loeb/Elena (Hyundai i20 WRC) – 59″4
4 – Rovanpera/Halttunen (Toyota Yaris WRC) -2’35″9
5 – Greensmith/Edmondson (Ford Fiesta WRC) – 4’08″3
6 – Lappi/Ferm (Ford Fiesta WRC) – 5’36″2
7 – Kajetanowicz/Szczepaniak (Skoda Fabia Evo WRC2) – 12’35″5
8 – Tidemand/Barth (Skoda Fabia Evo WRC2) – 12’59″7
9 – Fourmaux/Jamoul (Ford Fiesta RS5 WRC2) – 14’42″6
10 – Bulacia Wilkinson/Der Ohanessian (Citroën C3 R5 WRC2) – 14’46″4

Classificação do Mundial de Rally após a 5ª etapa:

1. Elfyn Evans – 97
2. Sébastien Ogier – 79
3. Ott Tänak e Kalle Rovanpëra – 70
5. Thierry Neuville – 65
6. Esapekka Lappi – 38
7. Teemu Suninen – 34
8. Craig Breen – 25
9. Sébastien Loeb – 24
10. Gus Greensmith – 16
11. Pontus Tidemand – 12
12. Takamoto Katsuta – 8
13. Kajetan Kajetanowicz e Nikolay Gryazin – 6
15. Marco Bulacia Wilkinson – 5
16. Adrien Fourmaux, Oliver Solberg, Mads Østberg e Eric Camilli – 2
20. Jari Huttunen e Ole Christian Veiby – 1

Sobre o Autor

Rodrigo Mattar

Adicione um Comentário

Reclames

Perfil

Rodrigo Mattar, carioca de 49 anos. Apaixonado por automobilismo desde os nove, é jornalista especializado em esportes a motor desde 1998. Estagiou no Jornal do Brasil e numa assessoria de comunicação antes de ingressar na Rede Globo. Em 2003, foi para o SporTV, onde foi editor dos hoje extintos programas Grid Motor e Linha de Chegada. No mesmo ano, iniciou sua trajetória como comentarista, estreando numa transmissão de uma corrida de Stock Car, realizada no saudoso Autódromo de Jacarepaguá. Há sete anos, está no Fox Sports, atuando como editor responsável do programa Fox Nitro e comentarista de diversas categorias, entre as quais Rali Dakar, Nascar, MXGP, WTCC, WRC, FIA WEC, IMSA, Fórmula E, WTCR e Superbike Series Brasil. Conduz o blog A Mil Por Hora, agora no GRANDE PRÊMIO, desde 2008.

Arquivos

Categorias

Nuvem de Tags

Twitter

Reclames

Facebook

Mais reclames