ELMS, 4h de Monza: United Autosports e Albuquerque imparáveis

E
Grande fase de Albuquerque no ELMS com quatro poles em quatro etapas: o português tá ON!

RIO DE JANEIRO – A fase é espetacular e o homem está impossível: Filipe Albuquerque, para nenhuma surpresa, registrou neste sábado a pole position para a disputa das 4h de Monza, quarta e penúltima etapa do European Le Mans Series. Quarta dele e da equipe em 2020.

O português da United Autosports travou excelente duelo com a G-Drive Racing e Nyck De Vries pela disputa do melhor tempo no treino classificatório. E ao fim dos 10 minutos regulamentares, o #22 levou a melhor e lidera o pelotão de 34 carros na corrida que começa às 11h locais (6h de Brasília).

Com a marca de 1’33″928, Filipe alcançou uma média horária de 222 km/h, superando De Vries por 0″093 somente e deixando o resto do pelotão mais de meio segundo acima. A boa surpresa foi o 3º tempo de Konstantin Tereschenko com o carro da Duqueine, deixando Nico Lapierre em quarto.

A terceira fila terá o segundo Oreca da United Autosports, tripulado na qualificação por Will Owen, ao lado do carro da Graff. O #24 da Algarve Pro Racing foi o melhor dos bólidos com pneu Goodyear e parte de sétimo. Dos 15 carros inscritos, o Ligier JS P217 da Inter Europol Competition foi o único que não marcou tempo em virtude de insolúveis problemas técnicos. O #20 da High Class Racing acidentou-se com Anders Fjørdbach, sem gravidade, na Variante Ascari, mas não retornou mais à pista.

Na divisão LMP3, a United Autosports também deu as cartas. Wayne Boyd foi o mais veloz da sessão oficial com o carro #2 da tripulação líder do campeonato e com o tempo de 1’43″017, conquistou a pole e o ponto extra. A RLR MSport apostou em Malthe Jakobsen e o dinamarquês foi bem: ficou com a segunda posição do pelotão a dois décimos do rival. A DKR Engineering classificou o melhor dos Duqueine M30-D08 em terceiro, seguida da Realtime Racing e do #3 da United Autosports.

Andrea Piccini cravou a pole – primeira do ano – para a Ferrari #60 da Iron Lynx Racing. O experiente e veloz italiano marcou 1’46″113 e superou os dois Porsche 911 RSR da Proton Competition, que largam respectivamente com a segunda e terceira posições da categoria. A Spirit of Race vem a seguir no grid, com as Iron Dames da Ferrari #83 em quinto, a JMW Motorsport em sexto e a Kessel Racing sem tempo válido, porque o piloto sul-africano David Perel teve todas as voltas rápidas anuladas por excesso de track limits.

Sobre o Autor

Rodrigo Mattar

Adicione um Comentário

Reclames

Perfil

Rodrigo Mattar, carioca de 49 anos. Apaixonado por automobilismo desde os nove, é jornalista especializado em esportes a motor desde 1998. Estagiou no Jornal do Brasil e numa assessoria de comunicação antes de ingressar na Rede Globo. Em 2003, foi para o SporTV, onde foi editor dos hoje extintos programas Grid Motor e Linha de Chegada. No mesmo ano, iniciou sua trajetória como comentarista, estreando numa transmissão de uma corrida de Stock Car, realizada no saudoso Autódromo de Jacarepaguá. Há sete anos, está no Fox Sports, atuando como editor responsável do programa Fox Nitro e comentarista de diversas categorias, entre as quais Rali Dakar, Nascar, MXGP, WTCC, WRC, FIA WEC, IMSA, Fórmula E, WTCR e Superbike Series Brasil. Conduz o blog A Mil Por Hora, agora no GRANDE PRÊMIO, desde 2008.

Arquivos

Categorias

Nuvem de Tags

Twitter

Reclames

Facebook

Mais reclames