Os últimos foram os primeiros: Quintarelli e Matsuda ganham Super GT em Suzuka

O

RIO DE JANEIRO – Nunca o clichê ‘os últimos serão os primeiros’ foi tão verdadeiro quanto na disputa da 6ª etapa da temporada 2020 do Super GT neste fim de semana em Suzuka, na última visita da categoria àquela pista neste ano – e com a presença de um bom público, mesmo com a Pandemia do Covid-19, porém com todos de máscara de acordo com as prevenções sanitárias do governo japonês.

Vítimas de um incidente no treino classificatório, Ronnie Quintarelli e Tsugio Matsuda partiram da última posição do pelotão de 15 carros da classe GT500, o que é absolutamente anormal em se tratando de uma equipe como o Motul Team Autech Nissan e, claro, pelo cartel dos dois pilotos. Cabia a eles tentar reverter o quadro da melhor forma possível e tentar salvar alguns pontos numa disputa onde os carros são equilibrados pelo sistema de BoP pré-estabelecido pela performance no campeonato.

E veio na 23ª volta um grande golpe de sorte: um Toyota da divisão GT300 saiu da pista e o Safety Car entrou no momento exato para a equipe processar sua única parada na disputa. Quintarelli saiu, veio Matsuda – liberado pela equipe médica após o forte incidente dos treinos – e o carro #23 rumou para uma surpreendente e incrível vitória, com um ótimo ritmo em meio ao tráfego.

Para a Nissan, foi um triunfo redentor. E em dobradinha, pois o #12 do Calsonic Team Impul chegou em 2º lugar com os orientais Daiki Sasaki e Kazuki Hiramine, trazendo a reboque no último degrau do pódio o Honda NSX da ARTA, pole position da prova e conduzido por Nirei Fukuzumi e Tomoki Nojiri.

O melhor Toyota foi 5º colocado: Hiroaki Ishiura e Yuji Tachikawa somaram pontos importantes com o carro da equipe ZENT Cerumo. No outro Supra da escuderia, inscrito nas cores da Wako’s 4CR, Sho Tsuboi e Kazuya Oshima chegaram apenas na 12ª posição, mas seguem líderes na classificação com 47 pontos.

Mas sintam só como está o baile: sem pontuar – e sem terminar a etapa de Suzuka, aliás – Ryo Hirakawa e Nick Cassidy estão em segundo com 46. A vitória permitiu a Quintarelli/Matsuda alçarem o 3º lugar com 45, empatados em pontos com Koudai Tsukakoshi/Bertrand Baguette e Yuhi Sekiguchi/Sacha Fenestraz.

Que campeonato, amigos leitores e leitoras!

E na GT300, registrou-se para os compêndios a primeira vitória do Audi R8 LMS GT3, com a dupla Shintaro Kabawata/Tsubasa Kondo a bordo do #21 da tradicional escuderia Hitotsuyama Racing. Eles ganharam por menos de três segundos do Toyota MC86 “Mother Chassis” da Advics, guiado por Ryohei Sakaguchi/Kazuto Kotaka.

Ausente nas 24h de Spa-Francorchamps, a equipe Goodsmile Hatsunemiku alcançou o pódio nesta etapa do GT300 com Nobu Taniguchi/Tatsuya Kataoka. Já a dupla formada por João Paulo de Oliveira/Kiyoto Fujinami, que correu com o lastro máximo de 100 kg nesta etapa, terminou somente em décimo-sexto lugar após largar de 11º no grid da classe e não pontuou.

Com o 10º lugar alcançado na disputa, Naoya Gamou/Togo Suganami seguem líderes da subclasse com 51 pontos, dez à frente de Katsuyuki Hiranaka/Hironobu Yasuda. Oliveira/Fujinami não estão tão longe – mas agora em 4º na classificação com 36, já que foram superados por Shinichi Takagi/Toshiki Oyu, da ARTA, que têm 38 pontos.

A próxima rodada será em Twin Ring Motegi, no dia 8 de novembro.

Sobre o Autor

Rodrigo Mattar

Adicione um Comentário

Reclames

Perfil

Rodrigo Mattar, carioca de 49 anos. Apaixonado por automobilismo desde os nove, é jornalista especializado em esportes a motor desde 1998. Estagiou no Jornal do Brasil e numa assessoria de comunicação antes de ingressar na Rede Globo. Em 2003, foi para o SporTV, onde foi editor dos hoje extintos programas Grid Motor e Linha de Chegada. No mesmo ano, iniciou sua trajetória como comentarista, estreando numa transmissão de uma corrida de Stock Car, realizada no saudoso Autódromo de Jacarepaguá. Há sete anos, está no Fox Sports, atuando como editor responsável do programa Fox Nitro e comentarista de diversas categorias, entre as quais Rali Dakar, Nascar, MXGP, WTCC, WRC, FIA WEC, IMSA, Fórmula E, WTCR e Superbike Series Brasil. Conduz o blog A Mil Por Hora, agora no GRANDE PRÊMIO, desde 2008.

Arquivos

Categorias

Nuvem de Tags

Twitter

Reclames

Facebook

Mais reclames