Petit Le Mans com 31 inscritos

P
Largada da Petit Le Mans ano passado: prova de 2020 tem o menor plantel registrado desde que ALMS e Rolex Sports Cars Series se juntaram (Foto: Jake Galstad/IMSA)

RIO DE JANEIRO – Efeitos da Pandemia: a edição 2020 da Petit Le Mans, que será disputada pela 23ª vez no circuito de Road Atlanta com duração de 10h no próximo dia 17, apresenta o menor grid desde a unificação entre American Le Mans e Rolex Sports Cars Series. Serão 31 carros que buscarão a vitória nas quatro categorias em disputa.

Oito DPi, quatro LMP2, seis GTLM e treze GTD são aguardados para a nona etapa da série IMSA Weathertech SportsCar Championship.

Na DPi, somente a Wayne Taylor Racing opta por ter dois pilotos no seu Cadillac DPi-V.R, numa aposta que resvala no risco e também na inteligência por não pôr um terceiro piloto que possa comprometer as chances de Renger Van der Zande e Ryan Briscoe, que comandam a classificação.

As demais equipes que compõem o plantel trazem pilotos suplementares: o Acura Team Penske escala Simon Pagenaud junto aos atuais campeões Dane Cameron e Juan Pablo Montoya, com Alexander Rossi compondo o trio com Hélio Castroneves e Ricky Taylor – que vêm de três vitórias seguidas na competição.

A JDC-Miller Motorsports afastou João Barbosa do #5 e trouxe Tristan Vautier para este carro junto a Sébastien Bourdais e Loïc Duval – um trio 100% francês. Gabriel Aubry dividirá o #85 com Matheus Leist e Chris Miller.

Filipe Albuquerque retorna à AX Racing junto a Felipe Nasr e Pipo Derani, enquanto a Mazda escala Ryan Hunter-Reay e Olivier Pla.

Na LMP2, com quatro carros inscritos, foi confirmado o fim da participação da equipe ERA Motorsports neste ano e a DragonSpeed também não regressa até pelo menos a disputa das 12h de Sebring. Em contrapartida, a Starworks volta na parceria com a Tower Motorsport, trazendo Mikkel Jensen para estrear junto a John Farano e um terceiro piloto, ainda não definido.

Ausente nas 6h de Road Atlanta, a Performance Tech reaparece com novo lineup formado por Jim McGuire, Colin Braun e Matt Bell. A PR1 Mathiasen terá dois carros: o normal com Patrick Kelly/Simon Trummer/Scott Huffaker e um segundo, operado pela polonesa Inter Europol Competition, terá Austin McCusker/Kuba Smiechowski/Rob Hodes.

No plantel da GTLM, sem a adição da Risi Competizione, seguem os mesmos seis carros regulares da temporada 2020 da IMSA. A Corvette escala Nicky Catsburg e Marcel Fässler para reforçar suas tripulações; a BMW vai de Augusto Farfus no #24 e Colton Herta no #25; e a Porsche terá Matt Campbell e Mathieu Jaminet.

A GTD registra novidades, como o retorno da Pfaff Motorsports e seu Porsche 911 GT3-R para Zach Robichon/Lars Kern/Dennis Olsen; a estreia de Kyle Kirkwood via AIM Vasser Sullivan junto a Townsend Bell e Frankie Montecalvo; Jan Heylen e Darren Turner confirmados por Wright Motorsports e The Heart of Racing; a participação do Team Hardpoint com um Audi R8 LMS e o retorno de Alessandro Balzan ao carro #63 da Weathertech Racing, que voltará à categoria após duas etapas fora.

A corrida do dia 17 será a terceira válida pela IMSA Michelin Endurance Cup e após ela restarão mais duas provas para o término do campeonato, em Laguna Seca (2h40min de duração) e as 12h de Sebring. Em todas, as quatro classes estarão presentes.

Sobre o Autor

Rodrigo Mattar

Adicione um Comentário

Reclames

Perfil

Rodrigo Mattar, carioca de 49 anos. Apaixonado por automobilismo desde os nove, é jornalista especializado em esportes a motor desde 1998. Estagiou no Jornal do Brasil e numa assessoria de comunicação antes de ingressar na Rede Globo. Em 2003, foi para o SporTV, onde foi editor dos hoje extintos programas Grid Motor e Linha de Chegada. No mesmo ano, iniciou sua trajetória como comentarista, estreando numa transmissão de uma corrida de Stock Car, realizada no saudoso Autódromo de Jacarepaguá. Há sete anos, está no Fox Sports, atuando como editor responsável do programa Fox Nitro e comentarista de diversas categorias, entre as quais Rali Dakar, Nascar, MXGP, WTCC, WRC, FIA WEC, IMSA, Fórmula E, WTCR e Superbike Series Brasil. Conduz o blog A Mil Por Hora, agora no GRANDE PRÊMIO, desde 2008.

Arquivos

Categorias

Nuvem de Tags

Twitter

Reclames

Facebook

Mais reclames