12h de Sebring: Penske e Castroneves são os mais rápidos do FP1

1

RIO DE JANEIRO – Começou oficialmente a 68ª edição das 12h de Sebring na Flórida: nesta quinta-feira, foi realizado o primeiro de um total de três sessões de treinos livres preparatórias para a última etapa da temporada 2020 do IMSA Weathertech SportsCar Championship. E o carro líder do campeonato foi o mais rápido no lendário circuito estadunidense.

O Acura ARX-05c DPi guiado por Hélio Castroneves e que terá Ricky Taylor e Alexander Rossi estabeleceu o tempo de referência em 1’49″360, somente trinta e cinco milésimos abaixo do Cadillac DPi-V.R da Mustang Sampling/JDC-Miller Motorsports conduzido por Sébastien Bourdais. O outro carro da equipe de John Church foi terceiro, com Matheus Leist a pouco mais de quatro décimos de Castroneves.

A Wayne Taylor Racing, que está na disputa pelo título e, segundo consta, vai demitir os dois pilotos – é questão de tempo para o anúncio oficial de Ricky Taylor e Filipe Albuquerque como titulares, Helinho nas provas do IMSA Michelin Endurance Cup e Rossi nas 24h de Daytona – ficou com a 4ª posição. Cerca de seis décimos atrás do melhor tempo do dia, o #31 da equipe de Felipe Nasr e Pipo Derani foi o quinto colocado.

Com 1’52″040, Simon Trummer foi o mais rápido dos pilotos entre os quatro LMP2 inscritos. O #52 da PR1/Mathiasen foi mais rápido por nove décimos em relação a Matt Bell a bordo do Oreca da Inter Europol Competition. David Heinemeier-Hänsson e Guy Cosmo completaram o lote.

A Porsche, que se despede da IMSA com time oficial na GTLM e trouxe decoração especial para a última prova, fez 1-2 com seus dois 911 RSR-19. Fred Makowiecki estabeleceu 1’58″717 e Laurens Vanthoor ficou a 0″374 do colega de equipe. Aliás, a Porsche confirmou que Earl Bamber vai para o ‘sacrifício’, sendo escalado também no #911 junto a Tandy e Makowiecki por conta da coincidência de datas com o FIA WEC e o GT World Challenge Europe.

Já campeã de 2020, a Corvette Racing ficou apenas com a quarta e a quinta posições, tal qual recheio das BMW M8 GTE. A #24 do brasileiro Augusto Farfus ficou apenas em sexto na classe, com 2’00″429.

Jack Hawksworth fez o melhor tempo do dia na GTD com o Lexus RC-F GT3 da AIM Vasser Sullivan, cravando 2’02″961 contra 2’03″288 de Patrick Long no Porsche da Wright Motorsports e 2’03″382 de Townsend Bell no segundo Lexus.

Fecharam o top 5 o Audi da Hardpoint guiado por Andrew Davis (2’03″418) e o Mercedes-AMG da Riley Motorsports, via Lawson Aschenbach (2’03″438). O Acura NSX #86 dos líderes do campeonato Mario Farnbacher e Matt McMurry foi apenas o 10º colocado no primeiro treino.

Última colocada entre os 31 inscritos, a Turner Motorsport anunciou uma substituição in extremis no carro #96: o veterano Bill Auberlen teve contato com um infectado por Covid-19 e terá de cumprir quarentena. Nick Yelloly, que serve à BMW, foi chamado às pressas e pegou um voo da Inglaterra para os EUA, onde deve aterrissar ainda hoje. Por enquanto, só Robby Foley e Dillon Machavern guiaram.

Sobre o Autor

Rodrigo Mattar

Adicione um Comentário

Reclames

Perfil

Rodrigo Mattar, carioca de 49 anos. Apaixonado por automobilismo desde os nove, é jornalista especializado em esportes a motor desde 1998. Estagiou no Jornal do Brasil e numa assessoria de comunicação antes de ingressar na Rede Globo. Em 2003, foi para o SporTV, onde foi editor dos hoje extintos programas Grid Motor e Linha de Chegada. No mesmo ano, iniciou sua trajetória como comentarista, estreando numa transmissão de uma corrida de Stock Car, realizada no saudoso Autódromo de Jacarepaguá. Há sete anos, está no Fox Sports, atuando como editor responsável do programa Fox Nitro e comentarista de diversas categorias, entre as quais Rali Dakar, Nascar, MXGP, WTCC, WRC, FIA WEC, IMSA, Fórmula E, WTCR e Superbike Series Brasil. Conduz o blog A Mil Por Hora, agora no GRANDE PRÊMIO, desde 2008.

Arquivos

Categorias

Nuvem de Tags

Twitter

Reclames

Facebook

Mais reclames