8h do Bahrein: Toyota faz última pole da história da LMP1

8

RIO DE JANEIRO – Ao fim da temporada 2019/20 do FIA WEC, o Mundial de Endurance, terá sido encerrada uma era. Os protótipos LMP1, do jeito como conhecemos, sairão de cena – ainda que tendo uma ‘sobrevida’ na nova subclasse LMH, sem sistemas híbridos, todavia. Em clima de completa melancolia, a Toyota fez nesta sexta-feira a última pole position do modelo TS050 Hybrid.

Sem a Rebellion, que encerrou suas atividades e fechou sua estrutura, os japoneses não tiveram problema algum para dominar a sessão de classificação para as 8h do Bahrein, última etapa do campeonato. Com a média de 1’40″747, o carro #7 tripulado por José María “Pechito” López e Mike Conway não foi ameaçado pelo outro protótipo, o da trinca líder do campeonato e conduzido no qualifying por Brendon Hartley e Kazuki Nakajima. Conway, na terceira pole dele, López e Kobayashi na temporada, fez o melhor tempo absoluto – 1’40″114.

Já campeã na LMP2, a United Autosports abocanhou o ponto extra da pole com a média de 1’47″440, nos tempos combinados de Paul Di Resta e Phil Hanson. Gabriel Aubry e Will Stevens marcaram o segundo posto para o #37 da Jackie Chan DC Racing, na média de 1’48″238, 0″232 à frente do Alpine da Signatech Elf, que terá o brasileiro André Negrão a bordo – Thomas Laurent e Pierre Ragues foram os responsáveis pela classificação.

A Aston Martin, mesmo com muitas voltas deletadas entre os Grã-Turismo por corte de pista, teria feito a pole tanto na LMGTE-PRO quanto na LMGTE-AM, mas a Porsche recuperou a pole perdida na divisão principal por uma volta anulada por excesso de Track Limits. Dessa forma, os atuais campeões – já sem chance de lutar pelo bicampeonato – Kévin Estre e Michael Christensen bateram Nicki Thiim e Marco Sørensen, lideres do campeonato e ficaram com o ponto extra da pole, deixando em terceiro a Ferrari 488 GTE EVO de Daniel Serra e James Calado.

Na LMGTE-AM, Ross Gunn e Paul Dalla Lana, que terão o reforço de última hora do experiente Pedro Lamy, ficaram com a média de 1’58″356 e levaram pela primeira vez na temporada o ponto extra da pole. A TF Sport, líder do campeonato, ficou em 2º graças a Jonathan Adam e Charlie Eastwood, com um surpreendente terceiro posto da Red River Sport, escalando Bonamy Grimes e Kei Cozzolino na pilotagem.

O melhor Porsche foi o #56 do Team Project 1 com o quarto tempo, tendo o outro carro do time de Axel Funke em sexto – e como recheio a Ferrari da AF Corse tripulada por Francesco Castellacci e Thomas Flöhr.

Rivais da TF Sport pelo caneco da LMGTE-AM, François Perrodo/Manu Collard/Nicklas Nielsen ficaram em 21º na geral e sétimo na divisão.

O Fox Sports 2 exibe a fase final da disputa das 8h do Bahrein neste sábado a partir de 12h30. Estarei nos comentários e análises da transmissão.

Sobre o Autor

Rodrigo Mattar

Adicione um Comentário

Reclames

Perfil

Rodrigo Mattar, carioca de 49 anos. Apaixonado por automobilismo desde os nove, é jornalista especializado em esportes a motor desde 1998. Estagiou no Jornal do Brasil e numa assessoria de comunicação antes de ingressar na Rede Globo. Em 2003, foi para o SporTV, onde foi editor dos hoje extintos programas Grid Motor e Linha de Chegada. No mesmo ano, iniciou sua trajetória como comentarista, estreando numa transmissão de uma corrida de Stock Car, realizada no saudoso Autódromo de Jacarepaguá. Há sete anos, está no Fox Sports, atuando como editor responsável do programa Fox Nitro e comentarista de diversas categorias, entre as quais Rali Dakar, Nascar, MXGP, WTCC, WRC, FIA WEC, IMSA, Fórmula E, WTCR e Superbike Series Brasil. Conduz o blog A Mil Por Hora, agora no GRANDE PRÊMIO, desde 2008.

Arquivos

Categorias

Nuvem de Tags

Twitter

Reclames

Facebook

Mais reclames