Alpine franco-brasileira no WEC

A

RIO DE JANEIRO – A equipe Alpine Elf Matmut, que correrá na classe LMH com um protótipo Alpine A480 Gibson LMP1 oficializou nesta terça-feira seu trio de pilotos para a temporada 2021 do Campeonato Mundial de Endurance (FIA WEC), que terá início em 4 de abril com as 8h de Portimão, em Portugal, após o cancelamento das 1000 Milhas de Sebring, previstas para março, como prova de abertura.

O brasileiro André Negrão terá como companheiros dois pilotos bleu-blanc-rouge e um deles é velho conhecido do campeão mundial LMP2 de 2018/19 – até porque dividiu com ele aquela honra, mais Pierre Thiriet: Nico Lapierre, de 36 anos, volta à equipe com sede em Bourges após um campeonato parcial com a Cool Racing, também na LMP2. O franco-suíço, contudo, deve seguir pela equipe de Antonin Borga e Alexandre Coigny no Europan Le Mans Series em 2021.

Lapierre tem no currículo 14 vitórias no WEC entre LMP1 e LMP2, quatro vitórias em classes nas 24h de Le Mans e um 3º lugar absoluto em 2014 junto a Sebastien Buemi e Anthony Davidson, quando defendia a Toyota – antes de sua estranhíssima e até hoje pouco compreensível saída do construtor oriental como piloto oficial.

O sangue novo no time é Matthieu Vaxivière, de 26 anos. O piloto de Limoges tem dois pódios de LMP2 nas 24h de Le Mans – com dois terceiros lugares, ano passado com a Panis Racing e em 2019 pela TDS Racing, equipe que defendeu no WEC como rival de Negrão e Lapierre.

Antes, o piloto já competira no Mundial via ProSpeed Competition, com um Porsche na LMGTE-AM. Em 2015, Vaxivière foi vice-campeão da hoje extinta World Series by Renault, ou Fórmula V8 3.5 Series.

Das equipes da classe Le Mans Hypercar falta, portanto, a confirmação dos trios da Glickenhaus. A mesma AutoHebdo cravou, no mesmo dia em que pôs Vaxivière e Lapierre na Alpine junto a André Negrão que os outros pilotos do LMH de James Glickenhaus seriam Pipo Derani, Oliver Jarvis, Romain Dumas e Richard Westbrook.

A ver.

Sobre o Autor

Rodrigo Mattar

2 Comentários

  • Trinca de respeito. E ainda vale lembrar que, uma das vitórias de Lapierre no WEC foi a edição 2012 das 6h de São Paulo. Vitória overall com Toyota e que teve Alexander Wurz como parceiro.

Por Rodrigo Mattar

Reclames

Perfil

Rodrigo Mattar, carioca de 49 anos. Apaixonado por automobilismo desde os nove, é jornalista especializado em esportes a motor desde 1998. Estagiou no Jornal do Brasil e numa assessoria de comunicação antes de ingressar na Rede Globo. Em 2003, foi para o SporTV, onde foi editor dos hoje extintos programas Grid Motor e Linha de Chegada. No mesmo ano, iniciou sua trajetória como comentarista, estreando numa transmissão de uma corrida de Stock Car, realizada no saudoso Autódromo de Jacarepaguá. Há sete anos, está no Fox Sports, atuando como editor responsável do programa Fox Nitro e comentarista de diversas categorias, entre as quais Rali Dakar, Nascar, MXGP, WTCC, WRC, FIA WEC, IMSA, Fórmula E, WTCR e Superbike Series Brasil. Conduz o blog A Mil Por Hora, agora no GRANDE PRÊMIO, desde 2008.

Arquivos

Categorias

Nuvem de Tags

Twitter

Reclames

Facebook

Mais reclames