Endurance Brasil: temporada 2021 com datas confirmadas

E

RIO DE JANEIRO – A temporada 2021 do Império Endurance Brasil já tem calendário definido, com praças ainda em aberto, como vocês podem perceber pela imagem acima. O campeonato mais democrático do país tem início dia 3 de abril em Interlagos e, por enquanto, cinco circuitos estão definidos – além da pista paulistana, com dois eventos marcados, haverá etapas em Goiânia, Curitiba, Santa Cruz do Sul e Velopark.

Tarumã continua sendo uma pedra no sapato: há pelo menos três anos a Associação de Pilotos de Endurance (APE) não tem condições de fazer corridas ali porque o circuito gaúcho, embora seja um dos mais desafiantes do país junto a Cascavel, teria que passar por muitas obras de readequação para receber os carros – cada vez mais velozes – desse certame. Aliás, excetuando os regionais, são raras as categorias nacionais que vêm correndo em Viamão nos últimos anos.

Igualmente não há nenhum indicativo – por enquanto – do Endurance indo a Cascavel, Londrina ou Guaporé, muito menos ao Velocitta, que é um empreendimento privado e só a Stock Car (com uma data apenas) pretende competir por lá. Mas não custa nada torcer.

Nem pro APE escolher as praças das duas provas finais e nem para que este aqui tenha a chance de comentar as corridas em 2021. Que o Henrique Assunção, presidente da APE, saiba novamente que sigo à disposição para trabalhar – com eles ou qualquer outra categoria que possa ou queira contar com meus préstimos neste ano.

Sobre o Autor

Rodrigo Mattar

2 Comentários

  • Falta uma corrida marcante na temporada, assim como o wec tem as 24 horas de le mans, a endurance Brasil poderia colocar no seu calendário uma prova de 6 horas ou as 500 milhas de Londrina para servir como propaganda da temporada

  • Não sei o que houve, mas é curioso que nenhuma categoria voltou mais a Curvelo (MG) já ha alguns anos. Seria uma pista interessante, assim como o Velocitta.
    Tomara que tenham condição de entrar no calendário em breve.

Por Rodrigo Mattar

Reclames

Perfil

Rodrigo Mattar, carioca de 49 anos. Apaixonado por automobilismo desde os nove, é jornalista especializado em esportes a motor desde 1998. Estagiou no Jornal do Brasil e numa assessoria de comunicação antes de ingressar na Rede Globo. Em 2003, foi para o SporTV, onde foi editor dos hoje extintos programas Grid Motor e Linha de Chegada. No mesmo ano, iniciou sua trajetória como comentarista, estreando numa transmissão de uma corrida de Stock Car, realizada no saudoso Autódromo de Jacarepaguá. Há sete anos, está no Fox Sports, atuando como editor responsável do programa Fox Nitro e comentarista de diversas categorias, entre as quais Rali Dakar, Nascar, MXGP, WTCC, WRC, FIA WEC, IMSA, Fórmula E, WTCR e Superbike Series Brasil. Conduz o blog A Mil Por Hora, agora no GRANDE PRÊMIO, desde 2008.

Arquivos

Categorias

Nuvem de Tags

Twitter

Reclames

Facebook

Mais reclames