Glickenhaus anuncia time completo do WEC

G

RIO DE JANEIRO – Os franceses do Auto Hebdo estão com tudo nas previsões, informações e ótimos de fontes: além de acertar quem seriam os companheiros de André Negrão na Alpine Elf Matmut em 2021, eles cravaram todos – exceto um – dos pilotos que a Glickenhaus terá em seu ano de estreia na classe Hypercar.

Há alguns dias, quando a lista de entradas foi divulgada, somente Ryan Briscoe e Gustavo Menezes foram confirmados. Nesta sexta-feira, foi a vez dos demais: além dos já anunciados, vieram mais cinco: o brasileiro Pipo Derani, os franceses Romain Dumas, Olivier Pla e Franck Mailleux, além do britânico Richard Westbrook. A Auto Hebdo não colocou Pla e nem Mailleux – era Oliver Jarvis o nome que não consta da relação.

É uma mescla grande de juventude com Menezes e Derani a bordo, com a experiência dos demais. Mailleux, que não corre em Le Mans desde 2014, tem 35 anos. Briscoe tem 39, assim como Pla. Dumas, 43. “Westy”, 45.

“Queríamos uma equipe de pilotos rápidos e experientes. Nós os selecionamos devido ao valor que agregam ao nosso programa. Estamos muito entusiasmados e sabemos que teremos um desempenho ao mais alto nível. Esses caras demonstraram grande comprometimento com nosso programa e estão todos ansiosos para pilotar nosso Glickenhaus 007 LMH”, disse Luca Ciancetti, da Podium Advanced Technologies, que vai trabalhar como chefe de equipe no WEC.

“Estabelecemos o ousado objetivo de construir um carro e uma equipe para almejar o primeiro lugar geral nas 24 Horas de Le Mans e FIA ​​WEC. Estamos orgulhosos de que todos esses pilotos estejam se juntando à nossa equipe porque todos eles a construíram. Todos podem ser rápidos, na chuva, de dia ou de noite. Além disso, cada um é humilde diante do desafio que nos espera”, acredita o diretor geral Jesse Glickenhaus.

De Daytona, onde se prepara para a abertura da IMSA em 2021 neste fim de semana, Pipo Derani postou a notícia em suas redes sociais. Foi curto no comunicado, mas creio que tenha sido sincero. O brasileiro de 27 anos será o quarto piloto do país a tempo pleno – pois além dele estarão André Negrão (Alpine), Daniel Serra (AF Corse) e Felipe Fraga (TF Sport). Com o cancelamento das 1000 Milhas de Sebring, não se sabe se Hélio Castroneves será chamado para alguma prova via Inter Europol Competition.

“Feliz de anunciar meu retorno ao WEC e Le Mans com a Scuderia Cameron Glickenhaus. Grande desafio!”, postou Pipo no Instagram, ao lado de um ‘render’ do bólido, ainda em fase final de construção.

Existe agora uma expectativa de que, com o lineup confirmado, a Glickenhaus consiga fazer o rollout do seu 007 LMH e que o carro dispute as 8h de Portimão, primeira prova do WEC, marcada para 4 de abril.

Sobre o Autor

Rodrigo Mattar

4 Comentários

  • Quero ver mais o Mailleux em ação. No mais, todos os nomes plenamente aptos ao posto, embora eu nunca tenha sido um fã do Briscoe, mas é sim bom piloto.
    Ansioso para ver o carro pronto e tomara que consigam fazer frente aos Toyota para o bem da disputa do campeonato.

  • Interessante que a Auto Hebdo tinha cravado o Menezes na Peugeot também, segundo o Daily Sportscars. Sendo assim, a provável lista da fabricante francesa ficaria com K-Mag, Vergne, Duval, di Resta e Mikkel Jensen.

    Chama a atenção também o número de pilotos de fábrica nos GTs que já estão correndo de LMP em Daytona nesse final de semana. Apesar das expectativas otimistas, os cockpits serão muito disputados, afinal, nomes fortes como Thomas Laurent, Job Van Uitert, Philip Hanson, Nyck de Vries, Stoffel Vandoorme e Laurens Vanthoor certamente estão no páreo e Robin Frijins já estreia de WRT esse ano.

Por Rodrigo Mattar

Reclames

Perfil

Rodrigo Mattar, carioca de 49 anos. Apaixonado por automobilismo desde os nove, é jornalista especializado em esportes a motor desde 1998. Estagiou no Jornal do Brasil e numa assessoria de comunicação antes de ingressar na Rede Globo. Em 2003, foi para o SporTV, onde foi editor dos hoje extintos programas Grid Motor e Linha de Chegada. No mesmo ano, iniciou sua trajetória como comentarista, estreando numa transmissão de uma corrida de Stock Car, realizada no saudoso Autódromo de Jacarepaguá. Há sete anos, está no Fox Sports, atuando como editor responsável do programa Fox Nitro e comentarista de diversas categorias, entre as quais Rali Dakar, Nascar, MXGP, WTCC, WRC, FIA WEC, IMSA, Fórmula E, WTCR e Superbike Series Brasil. Conduz o blog A Mil Por Hora, agora no GRANDE PRÊMIO, desde 2008.

Arquivos

Categorias

Nuvem de Tags

Twitter

Reclames

Facebook

Mais reclames