AsLMS: Phoenix Racing dita a lei no único treino livre em Dubai

A

RIO DE JANEIRO – A temporada 2021 do Asian Le Mans Series, de tiro curtíssimo, começa neste fim de semana com duas edições das 4h de Dubai, nos Emirados Árabes. E se vocês pensam que na Ásia e no Oriente Médio o clima não atrapalha, atrapalha. E muito.

Uma densa neblina cobriu a cidade nesta quinta-feira em que a pista seria aberta para duas sessões de treinos livres e, por conta dessa névoa espessa, o primeiro treino foi cancelado e a rigor só houve a segunda sessão – para dizer que não houve outros treinos, na quarta a pista foi tomada pelos carros para ensaios particulares não-oficiais, uma espécie de teste coletivo.

Na única oportunidade de preparação para o qualifying marcado para 9h55 locais (2h55 de Brasília) desta sexta-feira, a Phoenix Racing, estreando com Esporte-Protótipos, liderou a tabela de tempos. O time de Ernst Moser ficou na ponta com o carro #5 guiado pelo dinamarquês Nicki Thiim que marcou 1’45″487 para os 5,390 km do circuito.

O indonésio Sean Gelael, que dividirá apenas com Stoffel Vandoorne o carro #28 da Jota Sport, ficou em segundo na sessão a 0″382 de Thiim. Foi o único piloto dentro do mesmo segundo, já que o 3º colocado, o chinês Yifei Ye com o Aurus 01 #26 da G-Drive Racing, ficou a 1″032 da melhor marca do dia.

Entre os LMP2 guiados por pilotos de graduação bronze, a ERA Motorsport teve larga vantagem sobre a Eurointernational, única da divisão com protótipos Ligier JS P217. Abissais 3″717 separaram a melhor volta de Kyle Tilley sobre o tempo de John Corbett, pouco mais de um segundo melhor que o mais veloz entre os dez LMP3 inscritos.

Com o #3 da United Autosports, Duncan Tappy marcou 1’53″238, pouco acima de meio segundo melhor que um dos outros carros do time, o #23 conduzido por Wayne Boyd. A terceira marca foi da CD Sport, com o francês Adam Eteki.

O melhor não-Ligier, marca que tem oito dos dez inscritos, foi o Duqueine da DKR Engineering, apenas 7º na classe com Jean Glorieux e Laurents Hörr. Apesar de completar 34 voltas na sessão, o Ginetta da ARC Bratislava teve uma performance muito abaixo dos demais – foi 32º na geral, quase três segundos pior que o competidor anterior da divisão.

E entre os numerosos – convém lembrar, são 19 carros – GT inscritos para a temporada 2021 do AsLMS, a Ferrari #51 da AF Corse – justamente do veterano brasileiro Oswaldo Negri, saiu na frente. Ale Pier Guidi foi o mais veloz com 1’56″929, contra 1’57″214 de Julien Andlauer (Porsche da GPX Racing) e 1’57″251 de Maxime Martin (Aston Martin da Garage 59).

A campeã HubAuto Corsa ficou em quarto, com Raffaele Marciello marcando 1’57″301 com a Mercedes-AMG #1. Assim, quatro marcas ficaram no top 4, com o único McLaren em décimo na divisão e a melhor BMW em 12º dentre os inscritos.

Marcos Gomes fez o tempo de 1’58″360 como sua volta mais rápida da sessão. Negri, que certamente treinou com o acerto de corrida e pneus mais gastos, marcou 2’01″365.

O blog terá o vídeo AO VIVO com a íntegra do treino que definirá o grid para a rodada dupla de Dubai, sábado e domingo. Para o grid da prova #1 valerá o melhor tempo de cada carro e para a a corrida seguinte, a segunda melhor marca.

A sessão está dividida com os GTs treinando primeiro e na sequência entram os protótipos LMP2 e LMP3.

Sobre o Autor

Rodrigo Mattar

Adicione um Comentário

Reclames

Perfil

Rodrigo Mattar, carioca de 49 anos. Apaixonado por automobilismo desde os nove, é jornalista especializado em esportes a motor desde 1998. Estagiou no Jornal do Brasil e numa assessoria de comunicação antes de ingressar na Rede Globo. Em 2003, foi para o SporTV, onde foi editor dos hoje extintos programas Grid Motor e Linha de Chegada. No mesmo ano, iniciou sua trajetória como comentarista, estreando numa transmissão de uma corrida de Stock Car, realizada no saudoso Autódromo de Jacarepaguá. Há sete anos, está no Fox Sports, atuando como editor responsável do programa Fox Nitro e comentarista de diversas categorias, entre as quais Rali Dakar, Nascar, MXGP, WTCC, WRC, FIA WEC, IMSA, Fórmula E, WTCR e Superbike Series Brasil. Conduz o blog A Mil Por Hora, agora no GRANDE PRÊMIO, desde 2008.

Arquivos

Categorias

Nuvem de Tags

Twitter

Reclames

Facebook

Mais reclames