Para quem não viu: Super TC2000, etapa de Paraná

P

RIO DE JANEIRO – Fevereiro começou, já tivemos 24h de Dubai e de Daytona, mas ainda tem campeonato do ano passado – ainda – em andamento. E no próximo fim de semana acontece a penúltima etapa do Super TC2000, em Buenos Aires.

Por conta disso, o blog – que deu ênfase absoluta às 24h de Daytona nos últimos dias, ficou devendo (mas não deve mais) a 8ª “fecha” e décima prova da temporada, que foi realizada no circuito de Paraná, na província de Entre Ríos.

A veloz pista com 4,219 km de extensão já teve no passado grandes embates da Fórmula 3 Sul-Americana e do Superturismo Sudam (lembram?) e foi lá que Matías Rossi deu mais um passo para o título da temporada 2020.

O piloto da Toyota derrotou os Cruze de José Manuel Urcera e Agustín Canapino para chegar aos 159 pontos na tabela – quarenta e um a mais que Canapino. Se conseguir concluir a próxima prova, Rossi será campeão antecipado neste domingo.

Rubens Barrichello, que tem vitória nesta temporada, chegou desta vez em 5º lugar após largar em sexto. O brasileiro de 48 anos é o sexto na classificação com 53, atrás exatamente do atual campeão, Leonel Pernía.

Falando em Super TC2000 e Toyota, um dos pilotos oficiais da marca na Argentina, Julián Santero, disputou no último fim de semana o BMW Endurance Challenge, etapa de abertura do IMSA Michelin Pilot Challenge – e foi 7º colocado geral com um Supra GT4 que dividiu com o dominicano Alfredo Najri e o costarriquenho (ou costarricense, fica ao gosto do freguês) Javier Quirós. A propósito: a corrida teve 17 pilotos que estavam nas 24h de Daytona, também.

Acompanhem no vídeo abaixo, na transmissão do canal Carburando, a prova de Paraná. Corrida classificatória e final, no mesmo vídeo.

Sobre o Autor

Rodrigo Mattar

1 Comentário

Por Rodrigo Mattar

Reclames

Perfil

Rodrigo Mattar, carioca de 49 anos. Apaixonado por automobilismo desde os nove, é jornalista especializado em esportes a motor desde 1998. Estagiou no Jornal do Brasil e numa assessoria de comunicação antes de ingressar na Rede Globo. Em 2003, foi para o SporTV, onde foi editor dos hoje extintos programas Grid Motor e Linha de Chegada. No mesmo ano, iniciou sua trajetória como comentarista, estreando numa transmissão de uma corrida de Stock Car, realizada no saudoso Autódromo de Jacarepaguá. Há sete anos, está no Fox Sports, atuando como editor responsável do programa Fox Nitro e comentarista de diversas categorias, entre as quais Rali Dakar, Nascar, MXGP, WTCC, WRC, FIA WEC, IMSA, Fórmula E, WTCR e Superbike Series Brasil. Conduz o blog A Mil Por Hora, agora no GRANDE PRÊMIO, desde 2008.

Arquivos

Categorias

Nuvem de Tags

Twitter

Reclames

Facebook

Mais reclames