12h de Sebring: AX Racing e Cadillac começam na frente na Flórida

1
Felipe Nasr acelera em Sebring o Cadillac da AX Racing/Whelen Engineering que terá Pipo Derani e Mike Conway completando o trio – Derani persegue a quarta vitória na Flórida (Foto: Jake Galstad/IMSA)

RIO DE JANEIRO – É neste sábado que acontece na Flórida mais uma disputa das tradicionais 12h de Sebring. Um dos mais exigentes circuitos do mundo, mesmo sendo plano, o Sebring International Raceway tem como “motto” (lema) o famoso ‘Respect the Bumps’ (Respeite os bumps), porque é ondulação que não acaba mais, por conta dos diferentes reasfaltamentos, pelos mais variados motivos, em todos os pontos do traçado.

Quem vem dando as cartas é a AX Racing e seu Cadillac DPi-V.R #31 nas cores da Whelen Engineering Racing após a realização dos dois primeiros treinos livres nesta quinta-feira. Mais cedo, Felipe Nasr fez o melhor tempo do dia em 1’46″212. Agora à tarde, o piloto brasileiro foi de novo o melhor – porém com 1’47″323. Seu parceiro Pipo Derani persegue neste fim de semana a quarta vitória nessa prova clássica do Endurance mundial: eles são a única formação brasileira full time na série em 2021.

A segunda melhor marca é do #01 da Chip Ganassi Racing – Renger Van der Zande registrou 1’46″619 e no treino da tarde, Kevin Magnussen liderava a folha de tempos até ser suplantado por três adversários e baixar para o quarto lugar. Em terceiro ficou o Acura ARX-05C DPi da Meyer Shank Racing conduzido por Dane Cameron – 1’46″925.

Mikkel Jensen liderou as duas sessões livres entre os cinco carros inscritos na LMP2 para as 12h de Sebring: o dinamarquês da PR1/Mathiasen fez sua melhor volta até aqui em 1’49″920, também no treino matinal. Com 1’50″680, Tristan Nunez levou o #11 da WIN Autosport ao segundo lugar da categoria, batendo o carro da United Autosports que foi confirmada, aliás e a propósito, nas demais etapas do IMSA Michelin Endurance Cup a partir desta.

O #22 guiado pelo experiente Guy Smith foi terceiro no acumulado do dia neste momento, com 1’50″745.

Na LMP3, Jeroen Bleekemolen conquistou o novo recorde extra-oficial da classe para a pista da Flórida. Com o Ligier JS P320 #91 da Riley Motorsports, o experiente holandês fez as melhores voltas nos dois treinos e de manhã marcou 1’56″917, somente 0″075 melhor que Colin Braun no carro da CORE Autosport.

Matt Bell registrou a terceira melhor marca com o único Duqueine M30-D08 inscrito via WIN Autosport, inscrição quase de última hora que fez subir o grid para 37 carros – sete deles na nova subclasse do IMSA Weathertech SportsCar Championship.

A Corvette Racing, celebrando uma parceria tecnológica com a Mobil, trouxe após décadas seus dois C8.R com outro matiz que não fosse o amarelo predominante. Muitos torceram o nariz, mas “money talks”: Jordan Taylor marcou 1’56″715 com o carro vencedor na abertura da temporada e a Weathertech Racing, mais rápida do treino da tarde com o único Porsche 911 RSR-19 inscrito, ficou em segundo na divisão GTLM com 1’56″891, cortesia de Matt Campbell.

A BMW M8 GTE que tem entre seus pilotos o brasileiro Augusto Farfus fez sua melhor volta na segunda sessão – 1’57″752, 5º na categoria. Estão ainda atrás do outro bólido bávaro inscrito pelo time de Bobby Rahal, enquanto o Corvette #4 fez de manhã sua melhor passagem em 1’57″577.

Entre os GTD, a Turner Motorsport desponta como a mais rápida do plantel após os dois primeiros treinos: o #96 guiado por Bill Auberlen virou em 2’00″456, com o Lexus RC-F da Vasser Sullivan em segundo graças a Jack Hawksworth e Franck Perera em terceiro no Lamborghini da Grässer.

Na parte da tarde, a melhor volta foi 2’01″111, da Mercedes-AMG da SunEnergy1 Racing, guiada por Mikaël Grenier.

Já o Porsche do Team Hardpoint EBM das meninas Christina Nielsen, Katherine Legge e Bia Figueiredo, de volta às pistas após a gravidez, não evoluiu para além de 2’03″881 registrado mais cedo. Espera-se que o carro #88 esteja melhor na atividade noturna, que terá 1h30min de duração ainda hoje.

O canal A Mil Por Hora com Rodrigo Mattar no YouTube terá neste sábado boletins ao vivo registrando a situação da corrida.

Sobre o Autor

Rodrigo Mattar

Adicione um Comentário

Reclames

Perfil

Rodrigo Mattar, carioca de 49 anos. Apaixonado por automobilismo desde os nove, é jornalista especializado em esportes a motor desde 1998. Estagiou no Jornal do Brasil e numa assessoria de comunicação antes de ingressar na Rede Globo. Em 2003, foi para o SporTV, onde foi editor dos hoje extintos programas Grid Motor e Linha de Chegada. No mesmo ano, iniciou sua trajetória como comentarista, estreando numa transmissão de uma corrida de Stock Car, realizada no saudoso Autódromo de Jacarepaguá. Há sete anos, está no Fox Sports, atuando como editor responsável do programa Fox Nitro e comentarista de diversas categorias, entre as quais Rali Dakar, Nascar, MXGP, WTCC, WRC, FIA WEC, IMSA, Fórmula E, WTCR e Superbike Series Brasil. Conduz o blog A Mil Por Hora, agora no GRANDE PRÊMIO, desde 2008.

Arquivos

Categorias

Nuvem de Tags

Twitter

Reclames

Facebook

Mais reclames