Le Mans 2021 podem ficar para agosto

L

RIO DE JANEIRO – O L’Équipe levantou a lebre: pelo segundo ano consecutivo, as 24h de Le Mans podem sofrer um adiamento da data original marcada para junho, por conta da Pandemia do Covid-19.

O Automobile Club de l’Ouest (ACO) não deseja realizar uma segunda corrida com portões fechados. Pelos planos dos dirigentes franceses, o desejo é colocar uma limitação de público a 50 mil ingressos por conta das restrições sanitárias – cinco a seis vezes menos do que as instalações podem comportar, lembrando que o recorde de público da prova é de 400 mil espectadores, na edição de 1969. Nas últimas edições, a média era de 250 a 270 mil presentes.

Está em estudos – segundo uma fonte confiável – o adiamento do evento para agosto e são “fortes” os indícios de que isso venha a acontecer. Tanto que o ACO sequer anunciou, até agora, a lista de entradas para a prova deste ano.

Dentro das possibilidades atuais e na data prevista (12/13 de junho), apenas 5 mil pessoas poderiam circular pelo Circuit de la Sarthe, o que acarretaria num outro prejuízo de grande monta financeira não só para o ACO como também para a região de Sarthe e também para a França. Há uma possibilidade da corrida, que se realizará pela 89ª vez na his´tória, passar para 21/22 de agosto. E para isso, os organizadores esperam poder contar com a colaboração do governo de Emmanuel Macron.

Caso isso ocorra, será a terceira vez em que as 24h de Le Mans são adiadas por motivos de força maior – e a segunda por conta da Pandemia do Covid-19. A primeira foi em 1968, com o evento transferido para setembro por conta das manifestações estudantis em Paris, lideradas pelo hoje deputado do parlamento da União Europeia Daniel Cöhn-Bendit.

A troca de data das 24h de Le Mans pode também acarretar em mudanças no calendário do European Le Mans Series – as 4h de Paul Ricard estão inicialmente marcadas para 29 de agosto – e haveria também uma corrida de bicicletas (com 560 equipes inscritas) no Le Mans Bugatti, exatamente em 21/22 de agosto. Havendo o remanejamento, essa competição deverá também sofrer mudança em sua data original.

Sobre o Autor

Rodrigo Mattar

4 Comentários

Por Rodrigo Mattar

Reclames

Perfil

Rodrigo Mattar, carioca de 49 anos. Apaixonado por automobilismo desde os nove, é jornalista especializado em esportes a motor desde 1998. Estagiou no Jornal do Brasil e numa assessoria de comunicação antes de ingressar na Rede Globo. Em 2003, foi para o SporTV, onde foi editor dos hoje extintos programas Grid Motor e Linha de Chegada. No mesmo ano, iniciou sua trajetória como comentarista, estreando numa transmissão de uma corrida de Stock Car, realizada no saudoso Autódromo de Jacarepaguá. Há sete anos, está no Fox Sports, atuando como editor responsável do programa Fox Nitro e comentarista de diversas categorias, entre as quais Rali Dakar, Nascar, MXGP, WTCC, WRC, FIA WEC, IMSA, Fórmula E, WTCR e Superbike Series Brasil. Conduz o blog A Mil Por Hora, agora no GRANDE PRÊMIO, desde 2008.

Arquivos

Categorias

Nuvem de Tags

Twitter

Reclames

Facebook

Mais reclames