ELMS, 4h de Barcelona: campeões começam na frente

E

RIO DE JANEIRO  – Campeã da temporada 2020 do European Le Mans Series, a United Autosports saiu na frente da concorrência no único treino livre realizado nesta sexta-feira como preparação para as 4h de Barcelona, corrida que abre domingo o campeonato deste ano do European Le Mans Series.

O britânico Phil Hanson foi o piloto mais rápido do dia a bordo do Oreca #22 do time de Richard Dean e Zak Brown com a marca de 1’33″629, superando por um décimo o rival Nico Lapierre, da COOL Racing, com o melhor carro da Pro-Am Cup.

Na sequência, vieram Paul-Loup Chatin com o #28 da IDEC Sport, já na casa de 1’34”, seguido por Louis Déletraz do Team WRT e também pelo outro carro da IDEC – o segundo melhor entre os Pro-Am, graças ao escocês Ryan Dalziel. Os seis primeiros carros, com o Racing Team Turkey fechando o rol graças a Charlie Eastwood, estiveram dentro do mesmo segundo.

A G-Drive Racing do brasileiro Pietro Fittipaldi ficou apenas em 15º com o carro dele, do angolano Rui Andrade e do estadunidense John Falb, que não andou. Claramente foi um dia difícil para a tripulação do carro #25 – que tem potencial para muito mais do que virar em 1’36″620 e completar somente 13 voltas – nove de Pietro e quatro apenas com Rui Andrade. O #26 do trio formado por Nyck De Vries/Franco Colapinto/Roman Rusinov, por exemplo, deu 45 voltas – foi um dos carros que mais andaram hoje – ficando com a nona posição a 1″313 da melhor volta do dia.

O motivo da pouca quilometragem percorrida pelo carro no FP1 foi um problema de freios. Um cilindro-mestre foi danificado e a equipe teve de processar a troca.

Falb só andou no teste coletivo à tarde para os pilotos de graduação inferior: completou 13 voltas e registrou 1’36″700. O mais rápido desse teste foi o turco Salih Yoluç, com 1’36″376.

Na LMP2, houve uma substituição de última hora: James Allen, escalado para o #65 da Panis Racing junto a Will Stevens e Julien Canal, contraiu Covid-19. Em seu lugar, entrou Gabriel Aubry.

A LMP3 teve nove carros dentro do mesmo segundo na primeira sessão livre e sete escuderias diferentes no topo da folha de tempos. O carro mais rápido foi o #8 da Graff com David Droux marcando 1’39″763, menos de um décimo melhor que o belga Ugo de Wilde, a bordo do #13 da Inter Europol Competition. Wayne Boyd (United Autosports) foi o terceiro da sessão, à frente de Alessandro Bressan (ACE1 by Villorba Corse) e do melhor dos não-Ligier, o Duqueine M30-D08 de Laurents Hörr.

Já na LMGTE, Ross Gunn despontou com a melhor volta da sessão a bordo do único Aston Martin inscrito – via TF Sport. O britânico virou em 1’43″190 logo na terceira volta que completou nesta manhã em Barcelona – e não foi mais superado por nenhum adversário. Miguel Molina foi o 2º com a Ferrari #80 da Iron Lynx e Jaxon Evans, da Proton Competition, no Porsche 911 RSR-19 inscrito com o dorsal #77 ficou em terceiro.

As Iron Dames, que contarão enfim com a participação de Manuela Göstner este fim de semana – Esmee Hawkey, antes anunciada, não pôde ser inscrita – ficaram em sexto na classe: a dinamarquesa Michelle Gätting fez a melhor volta do #83 em 1’43″969.

O plantel da divisão de Grã-Turismo ficou desfalcado de um carro: o #88 do cliente François Perrodo, que teria além dele o veterano Emmanuel Collard e o piloto prata Alessio Rovera, já participara do Prólogo desfalcado tanto por Perrodo quanto por Collard, por motivos de restrições por conta do Covid-19. Assim, esse carro foi declarado ausente e o grid terá 41 inscritos.

Aliás, o Innovative Car da equipe SRT41, que tem dois pilotos portadores de necessidades especiais – o japonês Takuma Aoki e o belga Nigel Bailly, ficou com a marca de 1’38″835, tendo completado 37 voltas no total. Pierre Sancinenna foi o autor do giro mais rápido. Bailly foi o que mais guiou – 22 giros – marcando 1’46″380. Aoki deu oito voltas e fez 1’49″717.

Lembrando que a corrida do ELMS neste fim de semana terá transmissão em português na conta de Twitch.TV dos irmãos Enzo e Pietro Fittipaldi – e este que vos escreve estará nessa transmissão junto a André Duek e Rodrigo França. O blog também terá o link da conta de YouTube do ELMS com o vídeo em tempo real do treino classificatório deste sábado e, claro, a corrida de Barcelona, com largada cerca de 6h de Brasília neste domingo.

Sobre o Autor

Rodrigo Mattar

1 Comentário

  • Como eu escrevi no post anterior sobre o ELMS, creio que os campeões terão mais trabalho este ano para se manterem no topo da classe LMP2 (e overall, claro). Nesta temporada tem mais postulantes igualmente fortes para tomar-lhes o posto.
    Os tempos também mostram que deveremos ter boas disputas nas demais classes, inclusive na LMP3, com vários carros no mesmo segundo.
    Agora é se programar para ver os treinos e corrida.

Por Rodrigo Mattar

Reclames

Perfil

Rodrigo Mattar, carioca de 49 anos. Apaixonado por automobilismo desde os nove, é jornalista especializado em esportes a motor desde 1998. Estagiou no Jornal do Brasil e numa assessoria de comunicação antes de ingressar na Rede Globo. Em 2003, foi para o SporTV, onde foi editor dos hoje extintos programas Grid Motor e Linha de Chegada. No mesmo ano, iniciou sua trajetória como comentarista, estreando numa transmissão de uma corrida de Stock Car, realizada no saudoso Autódromo de Jacarepaguá. Há sete anos, está no Fox Sports, atuando como editor responsável do programa Fox Nitro e comentarista de diversas categorias, entre as quais Rali Dakar, Nascar, MXGP, WTCC, WRC, FIA WEC, IMSA, Fórmula E, WTCR e Superbike Series Brasil. Conduz o blog A Mil Por Hora, agora no GRANDE PRÊMIO, desde 2008.

Arquivos

Categorias

Nuvem de Tags

Twitter

Reclames

Facebook

Mais reclames