Glickenhaus abdica da abertura do WEC em Spa

G

RIO DE JANEIRO – Informa a Autosport inglesa: a Glickenhaus não estará no grid das 6h de Spa-Francorchamps, a prova de abertura do Mundial de Endurance (FIA WEC), marcada para 1º de maio. A equipe de bandeira estadunidense havia primeiro anunciado que não correria na prova cancelada de Sebring e que teria se ausentado em Portimão se o campeonato tivesse sido iniciado na segunda data prevista.

Embora os testes do modelo SCG 007 LMH estejam em andamento – já foram quatro trabalhos de pista, somando cerca de 2 mil km rodados, foi decidido que os dois carros não serão embarcados para a Bélgica, baixando o total geral de inscritos para 35 e o da classe LMH para apenas três – os dois Toyota GR010 Hybrid e o Alpine A480 Gibson, o único presente dentro do regulamento LMP1 que esteve em vigor até o fim do ano passado.

“Planejamos estar com tudo certo, exatamente do jeito que queríamos”, assentiu James Glickenhaus. “É um programa de cinco anos e estamos jogando um jogo longo aqui. Nunca mudamos de opinião e dissemos que teríamos pressa de ir a Spa”, confirmou o fundador da marca.

O SCG 007 LMH vai passar por análises de túnel de vento para verificar as condições de aerodinâmica, antes de um treino de 30 horas que será efetuado com vistas a apresentar os dois carros nas 8h de Portimão, que serão em junho. “Estamos trabalhando em duas configurações: uma de mais downforce e a outra de maior velocidade de ponta. Vamos decidir, depois desta análise, o que é melhor para nós. Só temos permissão de usar uma configuração aerodinâmica e faremos então outro treino em Vallelunga”, disse Glickenhaus. “Dessa forma, estaremos prontos para correr com os dois chassis em Portimão”, garante.

Sobre o Autor

Rodrigo Mattar

1 Comentário

  • É uma pena, porque pelos vídeos já publicados, o carro parece bem promissor, e eu particularmente achei bonito. Assim, a classe principal fica ainda mais reduzida e mais do que nunca se resumirá a uma batalha interna dos Toyota. Bem, nessa temporada de transição de regulamentos, era previsto que situações assim ocorressem e, vamos “sofrer” um pouco agora, ainda mais com um cenário ainda muito prejudicado sanitária e financeiramente, para termos uma disputa espetacular em 2023.
    Que assim seja.

Por Rodrigo Mattar

Reclames

Perfil

Rodrigo Mattar, carioca de 49 anos. Apaixonado por automobilismo desde os nove, é jornalista especializado em esportes a motor desde 1998. Estagiou no Jornal do Brasil e numa assessoria de comunicação antes de ingressar na Rede Globo. Em 2003, foi para o SporTV, onde foi editor dos hoje extintos programas Grid Motor e Linha de Chegada. No mesmo ano, iniciou sua trajetória como comentarista, estreando numa transmissão de uma corrida de Stock Car, realizada no saudoso Autódromo de Jacarepaguá. Há sete anos, está no Fox Sports, atuando como editor responsável do programa Fox Nitro e comentarista de diversas categorias, entre as quais Rali Dakar, Nascar, MXGP, WTCC, WRC, FIA WEC, IMSA, Fórmula E, WTCR e Superbike Series Brasil. Conduz o blog A Mil Por Hora, agora no GRANDE PRÊMIO, desde 2008.

Arquivos

Categorias

Nuvem de Tags

Twitter

Reclames

Facebook

Mais reclames