FIA WEC: anunciados 33 carros para as 8h de Portimão

F

RIO DE JANEIRO – Nesta semana, a organização do Campeonato Mundial de Endurance (FIA WEC) fez saber que está divulgada a primeira lista de inscritos para as 8h de Portimão, no Autódromo Internacional do Algarve – e não confundir com a primeira relação, para o evento de abril que acabou adiado. Serão 33 carros na 2ª etapa da temporada 2021, marcada para o próximo dia 13 de junho.

A corrida passou à data das 24h de Le Mans e seu adiamento em mais de dois meses num ‘reshuffle’ de datas entre ACO e FIA por conta do Coronavírus permitiu a estreia da Scuderia Glickenhaus, com pelo menos um de seus modelos 007 LMH – sem sistema híbrido, é bom lembrar.

O carro com o dorsal #709 será entregue aos veteranos Romain Dumas e Richard Westbrook, além do australiano radicado nos EUA Ryan Briscoe. Pipo Derani, contratado para o projeto, só estreia em Monza mas antes fará parte do teste de 30h previsto para o Motorland Aragón, na Espanha, para a homologação definitiva do protótipo.

Outra novidade é a participação da Kessel Racing – anteriormente confirmada full season no ELMS, a escuderia de Ronnie Kessel declinou de sua presença naquele certame e terá sua Ferrari 488 GTE EVO alinhada numa possível parceria com a japonesa CarGuy – evidenciada com a inscrição de Takeshi Kimura, que dividirá o carro #57 da LMGTE-AM com Mikkel Jensen e o italiano David Fumanelli. Assim, o total de carros da divisão secundária de Grã-Turismo será de catorze.

Na LMP2, já estão confirmadas as trocas de Filipe Albuquerque por Paul Di Resta na United Autosports e de Renger Van der Zande por Louis Déletraz, pela Inter Europol Competition. Ambos os titulares estarão ocupados com a IMSA, em Detroit, no mesmo fim de semana. Loïc Duval, igualmente – mas a Realteam Racing não indicou seu substituto no carro #70.

Oliver Webb, ausente em Spa, fará sua primeira aparição pela ARC Bratislava, cujo Ligier teve problemas técnicos na abertura do campeonato e nem correu. O piloto prata da trinca ainda não foi confirmado.

Entre os quatro LMGTE-PRO, com a ausência da Corvette – que originalmente iria a Portimão na data anterior – só a Porsche vai com três pilotos: a casa alemã chamou Fred Makowiecki para dividir o #91 com Gimmi Bruni e Richard Lietz, sendo que o #92 terá Michael Christensen junto a Kévin Estre e Neel Jani, na reedição de parte da tripulação campeã mundial na Super Season 2018/19 do WEC.

Também na LMGTE-AM é esperada a participação do Team Project 1 com seus dois 911 RSR-19 reconstruídos após os violentos acidentes em Spa-Francorchamps. No #88 da Dempsey Racing-Proton, surpresa: o estadunidense Dominique Bastien, 75 anos, está de volta e vai dividir o Porsche com Marco Seefried e Julien Andlauer. Certeza que, pelo menos para Monza, Andrew Haryanto retorna. Em Le Mans, o indonésio está escalado no #18 da Absolute Racing.

No carro das “Iron Dames”, consta o nome da britânica Katherine Legge, mas não se sabe se ela estará escalada para o GP de Detroit da IMSA, já que ela assinou com a Hardpoint Team EBM para algumas provas de Porsche GTD. Aguardemos possíveis modificações.

O Brasil terá cinco pilotos no plantel, os mesmos das 6h de Spa-Francorchamps: André Negrão, Daniel Serra, Felipe Fraga, Marcos Gomes e Augusto Farfus. Em princípio, são sete nomes para La Sarthe, contando com Pipo Derani na Glickenhaus e Felipe Nasr que se acertou com a Risi. Há um porém: a Stock tem choque de datas com as 24h na França, o que pode afetar a presença de Serra e Gomes no principal evento do campeonato. A ver…

Com Portugal 4h à frente pelo horário de Brasília, assim estão os horários para o cronograma das 8h de Portimão: sexta-feira (11), primeiro treino livre às 11h15 daqui. No sábado (12), segunda sessão começando às 5h35 de Brasília e o terceiro treino às 9h. A sessão oficial de classificação, com 10′ de duração para LMGTE-PRO e LMGTE-AM e depois para LMP2 e Hypercars será a partir de 14h.

A disputa das 8h de Portimão terá largada às 7h de Brasília. E poderá ser assistida via streaming no site do FIA WEC ou no App do campeonato – só que pago. Não ponho minha mão no fogo por transmissão pelo Grupo Disney e se houver – será no aplicativo também, mostrando o desprezo que a emissora tem pelo esporte a motor.

Sobre o Autor

Rodrigo Mattar

2 Comentários

  • Caro Mattar,
    Além de agradecer por mais uma postagem maravilhosa, quero parabenizá-lo por mais um aniversário.
    Desejo a você muitos anos de saúde e alegrias.
    Abração do Tala.

    • Bom, estou bastante curioso para ver o carro da Glickenhaus, ainda que somente um.
      Qua to aos pilotos brasileiros, ressaltando tudo que a Stock Car Brasil tem de bom, se fosse eu, escolheria correr em Sarthe sempre.
      Por ultimo, sobre o canal do Mickey, vale aquele ditado que diz: ” De onde não se espera nada, não sai nada mesmo…”

Por Rodrigo Mattar

Reclames

Perfil

Rodrigo Mattar, carioca de 49 anos. Apaixonado por automobilismo desde os nove, é jornalista especializado em esportes a motor desde 1998. Estagiou no Jornal do Brasil e numa assessoria de comunicação antes de ingressar na Rede Globo. Em 2003, foi para o SporTV, onde foi editor dos hoje extintos programas Grid Motor e Linha de Chegada. No mesmo ano, iniciou sua trajetória como comentarista, estreando numa transmissão de uma corrida de Stock Car, realizada no saudoso Autódromo de Jacarepaguá. Há sete anos, está no Fox Sports, atuando como editor responsável do programa Fox Nitro e comentarista de diversas categorias, entre as quais Rali Dakar, Nascar, MXGP, WTCC, WRC, FIA WEC, IMSA, Fórmula E, WTCR e Superbike Series Brasil. Conduz o blog A Mil Por Hora, agora no GRANDE PRÊMIO, desde 2008.

Arquivos

Categorias

Nuvem de Tags

Twitter

Reclames

Facebook

Mais reclames