Mais carros que vagas: Indy 500 terá 35 inscritos

M

Indy500-Fans.jpg">

RIO DE JANEIRO – A IndyCar anunciou hoje a lista oficial de entradas para a 105ª edição das 500 Milhas de Indianápolis, que acontecem em 30 de maio. Longe vão os tempos em que o USAC recebia mais de 70 pedidos de inscrição e o Bump Day era um drama dos mais eletrizantes. Já houve épocas, também, que a categoria precisou ter os 33 carros a duras penas. E dessa vez, haverá eliminação: são 35 carros e assim dois pilotos não vão largar para a maior prova da categoria estadunidense de monopostos.

Um franco favorito a ser ‘bumpado’ foi excluído da entry list antes mesmo de ela ser divulgada: após participar no Open Test com velocidades pífias, Cody Ware e a equipe Dale Coyne – que tem uma sociedade com a Rick Ware Racing, de propriedade do pai do piloto – abriram mão de disputar a corrida com o carro #52.

A lista tem os carros regulares de 2021 e as inscrições extras de diversos pilotos: JR Hildebrand e Charlie Kimball vão pela Foyt – que terá quatro carros na Indy 500; a Andretti apresenta Stefan Wilson e Marco Andretti além de seus pilotos fixos; Juan Pablo Montoya reforça a Arrow McLaren SP; Santino Ferrucci vai num bólido extra da Rahal Letterman Lanigan; Hélio Castroneves num segundo carro da Meyer-Shank Racing; Ed Carpenter pinta no carro #20 e Conor Daly vai para uma inscrição suplementar – fora Simona de Silvestro com o time de Beth Paretta; Sage Karam com a Dreyer & Reinbold e, por fim, RC Enerson com a Top Gun Racing.

Enerson, inclusive, é um dos três novatos previstos para a Indy 500. Os outros dois são Pietro Fittipaldi (Dale Coyne w/RWR) e Scott McLaughlin (Penske).

Outro dado impressionante é a quantidade de antigos vencedores da prova no plantel – nove: além de Castroneves, há Tony Kanaan, Juan Pablo Montoya, Takuma Sato, Scott Dixon, Alexander Rossi, Simon Pagenaud, Will Power e Ryan Hunter-Reay. Do total de 35 carros, 18 têm motores Chevrolet e os demais dezessete são Honda.

Quanto aos países – 16 no total, os EUA são representados por 13 nomes. O Brasil tem três pilotos. Grã-Bretanha, Canadá, França, Suécia e Nova Zelândia, dois; Austrália, México, Canadá, Colômbia, Espanha, Japão, Suíça, Emirados Árabes e Holanda, um.

Os treinos para a 105ª Indy 500 começam terça-feira (18) e vão de 12h às 18h – hora local. A qualificação será sábado a partir das 12h locais até 17h50. No segundo dia, haverá uma repescagem – o Last Chance Qualifying, de 13h15 até 14h30 locais. A definição do pole position sai dia 23 no Fast Nine, a partir de 15h locais.  Depois, a pista será aberta para sessões livres e só sexta-feira haverá a última atividade de pista antes do domingo – o Carb Day, que apesar dos carros dotados de injeção eletrônica há décadas, mantém o nome tradicional.

Sobre o Autor

Rodrigo Mattar

Adicione um Comentário

Reclames

Perfil

Rodrigo Mattar, carioca de 49 anos. Apaixonado por automobilismo desde os nove, é jornalista especializado em esportes a motor desde 1998. Estagiou no Jornal do Brasil e numa assessoria de comunicação antes de ingressar na Rede Globo. Em 2003, foi para o SporTV, onde foi editor dos hoje extintos programas Grid Motor e Linha de Chegada. No mesmo ano, iniciou sua trajetória como comentarista, estreando numa transmissão de uma corrida de Stock Car, realizada no saudoso Autódromo de Jacarepaguá. Há sete anos, está no Fox Sports, atuando como editor responsável do programa Fox Nitro e comentarista de diversas categorias, entre as quais Rali Dakar, Nascar, MXGP, WTCC, WRC, FIA WEC, IMSA, Fórmula E, WTCR e Superbike Series Brasil. Conduz o blog A Mil Por Hora, agora no GRANDE PRÊMIO, desde 2008.

Arquivos

Categorias

Nuvem de Tags

Twitter

Reclames

Facebook

Mais reclames