Nasr em Le Mans; Risi em Monza

N

SÃO PAULO – A equipe estadunidense Risi Competizione fechou hoje seu lineup para a volta dos texanos aos protótipos nas 24h de Le Mans após décadas de ausência. A equipe vai alinhar um protótipo Oreca 07 Gibson LMP2 com o dorsal #82.

Dois pilotos já foram anunciados anteriormente, ambos britânicos: Oliver Jarvis e Ryan Cullen. O terceiro nome é o de Felipe Nasr. Campeão do IMSA Weathertech SportsCar Championship junto a Eric Curran em 2018, o brasileiro de 28 anos vai para sua segunda participação na clássica prova de La Sarthe. A estreia foi também com um LMP2 – o Dallara P217 da Cetilar Villorba Corse.

Dessa forma, com Pietro Fittipaldi ausente do plantel, a lista de pilotos do país se mantém com o número anterior de sete rep´resentantes: André Negrão e Pipo Derani nos Hypercars, Nasr na LMP2, Daniel Serra na LMGTE-PRO, Felipe Fraga, Augusto Farfus e Marcos Gomes na LMGTE-AM.

A Risi Competizione fará como preparação uma aparição extra na 3ª etapa do FIA WEC, o Campeonato Mundial de Endurance. A equipe está inscrita para as 6h de Monza, que serão disputadas em 18 de julho. Em princípio, são as únicas aparições da equipe do Texas no restante do ano de 2021.

Sobre o Autor

Rodrigo Mattar

1 Comentário

  • Boa! Seria ainda melhor se algum patrocinador bancasse a Rizi no restante da temporada, ainda que fosse com outros pilotos após Sarthe, ou com os mesmos caso não haja conflito de datas com o IMSA e outros campeonatos. Nasr certamente vai aproveitar a oportunidade e soltar a bota. Esse é mais um daqueles talentosos que nunca tiveram chance real (entenda-se bons carros) na F1 e mostram seu verdadeiro valor no endurance. Kevin Magnussen, como exemplo mais recente, será visto de forma diferente por muito espectador.

Por Rodrigo Mattar

Reclames

Perfil

Rodrigo Mattar, carioca de 49 anos. Apaixonado por automobilismo desde os nove, é jornalista especializado em esportes a motor desde 1998. Estagiou no Jornal do Brasil e numa assessoria de comunicação antes de ingressar na Rede Globo. Em 2003, foi para o SporTV, onde foi editor dos hoje extintos programas Grid Motor e Linha de Chegada. No mesmo ano, iniciou sua trajetória como comentarista, estreando numa transmissão de uma corrida de Stock Car, realizada no saudoso Autódromo de Jacarepaguá. Há sete anos, está no Fox Sports, atuando como editor responsável do programa Fox Nitro e comentarista de diversas categorias, entre as quais Rali Dakar, Nascar, MXGP, WTCC, WRC, FIA WEC, IMSA, Fórmula E, WTCR e Superbike Series Brasil. Conduz o blog A Mil Por Hora, agora no GRANDE PRÊMIO, desde 2008.

Arquivos

Categorias

Nuvem de Tags

Twitter

Reclames

Facebook

Mais reclames