Dobradinha da Motorcar e vitória surpreendente no Império Endurance Brasil

D
A quadriculada da vitória exibida para o carro de Lucas Köhl/Marcelo Vianna/Emílio Padron em Curitiba (Foto: Bruno Terena/Divulgação)

RIO DE JANEIRO – A Motorcar conquistou uma dobradinha inédita na 2ª etapa do Império Endurance Brasil neste sábado com seus dois protótipos AJR nas 4h de Curitiba – mas de forma surpreendente e dramática, por conta dos problemas enfrentados pelo #444 de Vicent Orige/Gustavo Kiryla na última volta. Com uma queda brutal de rendimento em virtude do travamento do câmbio em 4ª marcha, a dupla viu escapar pelos dedos a chance do triunfo, que caiu no colo do #11 guiado por Marcelo Vianna/Lucas Köhl/Emílio Padron.

Para completar, os vencedores também tiveram uma corrida cheia de percalços.

“Temos que ser sinceros, não esperávamos este resultado. Estávamos com um problema na asa móvel, o ABS também estava falhando e vim nas últimas voltas administrando o ritmo para segurar a posição e não sofrer com um furo de pneu por conta do freio. Quando vi o Vicente ficando para trás na última volta, nem eu acreditei. A vitória caiu no nosso colo. Mas isso é bom. Sinal de que a sorte está do nosso lado e isso é sempre importante quando se trata de automobilismo”, afirmou Lucas Kohl.

A disputa teve ainda um dos acidentes mais impressionantes do automobilismo nacional dos últimos anos. Sem freio, a McLaren 570S GT4 guiada por Leandro Ferrari acabou destruída no choque com a barreira de proteção e a ‘panca’ foi tão forte que a corrida entrou em regime de bandeira vermelha. Apesar do impacto e da gravidade do acidente, o piloto nada sofreu.

Os AJR dominaram as quatro primeiras posições na geral, já que Pedro Queirolo/David Muffato concluíram a disputa em 3º lugar e o carro guiado por Andersom Toso/Christian Castro fechou em quarto. A vitória na GT3 foi do McLaren 720S de Allam Khodair/Marcelo Hahn, depois de um princípío de incêndio no Mercedes-AMG de Cacá Bueno/Ricardo Baptista, que tirou a dupla da disputa após completarem 84 voltas.

“Estamos muito felizes com esta primeira vitória, mas hoje os créditos devem ser todos dados ao meu parceiro Marcelo Hahn, que fez dois primeiros stints fantásticos, disputou posição com o Ricardo Baptista… foi bonito de  ver ele guiar. Assumi o carro na segunda metade da prova e aí acabei me aproveitando da quebra do Cacá Bueno e minha única missão foi, de fato, trazer o carro pra casa”, contou o Japonês Voador.

Vencedores em Goiânia, Marcel Visconde/Ricardo Maurício fecharam em 6º na geral e segundo na GT3, seguidos por Maurizio e Marco Billi, mais Max Wilson, na outra Mercedes-AMG do Team RC.

Nas demais classes, Tom Filho e Ricardo Mendes regressaram com o triunfo na GT3 Light, dando a dobradinha à Sul Racing, já que o Lamborghini de Rodrigo Lemke/Arthur Caleffi fez uma boa prova e completou no top 10. Leo Sanchez/Átila Abreu venceram na GT4 sem muita concorrência e Guilherme Bottura/Pedro Bürger faturaram na GT4 Light.

Entre os protótipos das divisões menores, Marcelo Peixoto e os irmãos Gustavo e Rafael Simon fizeram um bom papel na P3 e faturaram a corrida na classe com o 13º lugar na geral. O Sigma P1 não completou a corrida, mas entre os P2 foi o mais bem-colocado.

A próxima etapa será no Velopark, em Nova Santa Rita, no Rio Grande do Sul, dia 10 de julho.

Resultado final das 4h de Curitiba:

1º #11 MOTORCAR
Marcelo Vianna/Lucas Köhl/Emílio Padron
Protótipo AJR Chevrolet V8 – classe P1
153 voltas

2º #444 MOTORCAR
Vicente Orige/Gustavo Kiryla
Protótipo AJR Chevrolet V8 – classe P1
a 2″324

3º #113 JLM RACING
Pedro Queirolo/David Muffato
Protótipo AJR Chevrolet V8 – classe P1
a 23″125

4º #46 MOTTIN RACING
Pedro Castro/Andersom Toso
Protótipo AJR Chevrolet V8 – classe P1
a 48″497

5º #16 BLAU MOTORSPORT
Marcelo Hahn/Allam Khodair
McLaren 720S GT3 – classe GT3
a 49″315

6º #55 STUTTGART MOTORSPORT
Ricardo Maurício/Marcel Visconde
Porsche 911 GT3-R – classe GT3
a 1 volta

7º #83 TEAM RC
Marco Billi/Maurizio Billi/Max Wilson
Mercedes-AMG GT3 – classe GT3
a 2 voltas

8º #155 SUL RACING
Ricardo Mendes/Tom Filho
Ferrari 458 Italia GT3 – classe GT3 Light
a 6 voltas

9º #15 AMG CAC RACING TEAM
Átila Abreu/Leo Sanchez
Mercedes-AMG GT4.R – classe GT4
a 7 voltas

10º #199 SUL RACING
Arthur Caleffi/Rodrigo Lemke
Lamborghini Gallardo LP600 – classe GT3 Light
a 9 voltas

Sobre o Autor

Rodrigo Mattar

Adicione um Comentário

Reclames

Perfil

Rodrigo Mattar, carioca de 49 anos. Apaixonado por automobilismo desde os nove, é jornalista especializado em esportes a motor desde 1998. Estagiou no Jornal do Brasil e numa assessoria de comunicação antes de ingressar na Rede Globo. Em 2003, foi para o SporTV, onde foi editor dos hoje extintos programas Grid Motor e Linha de Chegada. No mesmo ano, iniciou sua trajetória como comentarista, estreando numa transmissão de uma corrida de Stock Car, realizada no saudoso Autódromo de Jacarepaguá. Há sete anos, está no Fox Sports, atuando como editor responsável do programa Fox Nitro e comentarista de diversas categorias, entre as quais Rali Dakar, Nascar, MXGP, WTCC, WRC, FIA WEC, IMSA, Fórmula E, WTCR e Superbike Series Brasil. Conduz o blog A Mil Por Hora, agora no GRANDE PRÊMIO, desde 2008.

Arquivos

Categorias

Nuvem de Tags

Twitter

Reclames

Facebook

Mais reclames