FIA WTCR: Bebu Girolami é o primeiro pole da temporada

F

RIO DE JANEIRO – Preliminar de luxo das 24h de Nürburgring, a rodada dupla inaugural da temporada 2021 do FIA WTCR se inicia com bom grid – 22 carros inscritos, representando cinco construtores e sete escuderias diferentes, com o retorno de velhos conhecidos à categoria.

E na definição das posições, Néstor “Bebu” Girolami levou a pole position para a prova #2 da programação, a mais importante: o argentino da equipe de René Münnich fez a marca de 8’54″791 para os 25,378 km do Inferno Verde – e com escassa margem de 0″780 para o francês Jean-Karl Vernay, estreando pela equipe Engstler com o modelo da sul-coreana Hyundai.

Mostrando a força dos pilotos sul-americanos, Estebán Guerrieri arrebatou a 3ª posição do grid, se colocando dentro do mesmo segundo da pole, enquanto o local Luca Engstler se arrumou na segunda fila, desalojando outro piloto vizinho do Brasil – o uruguaio Santi Urrutia, mais rápido entre os quatro pilotos com modelos Lynk & Co.

Pelo regulamento desportivo, os cinco primeiros fizeram jus a pontos extras. Assim, “Bebu” sai com 10 pontos da sessão cronometrada, oito para Vernay, Guerrieri com seis, Engstler quatro e Urrutia, dois.

O interminável (59 anos completos) Gabriele Tarquini foi o 6º colocado, seguido por outras figurinhas carimbadas do WTCR: o português Tiago Monteiro num terceiro Honda e o campeão de 2019, o húngaro Norbi Michelisz. Sobrinho e tio – o atual campeão Yann Ehrlacher e o experiente Yvan Müller fecham o top 10 da prova #2 – mas formam a primeira fila da primeira corrida com a inversão dos dez primeiros e Müller, na pole.

Entre os que não alcançaram o top 10, outros nomes bastante conhecidos como os de Tom Coronel, Fréderic Vervisch, Thed Björk, Mikel Azcona e os recém-regressados Rob Huff e Jordi Gené, que não foram tão bem com os Cupra da equipe húngara Zengó Motorsport. Huff, de 41 anos, largará da 18ª posição. Gené, irmão do antigo piloto de Fórmula 1 Marc Gené, hoje com 50 anos, ficou mesmo com o último lugar do grid.

As duas provas largam, respectivamente, às 4h e 5h20 de Brasília, para apenas três voltas em cada bateria.

Sobre o Autor

Rodrigo Mattar

1 Comentário

Por Rodrigo Mattar

Reclames

Perfil

Rodrigo Mattar, carioca de 49 anos. Apaixonado por automobilismo desde os nove, é jornalista especializado em esportes a motor desde 1998. Estagiou no Jornal do Brasil e numa assessoria de comunicação antes de ingressar na Rede Globo. Em 2003, foi para o SporTV, onde foi editor dos hoje extintos programas Grid Motor e Linha de Chegada. No mesmo ano, iniciou sua trajetória como comentarista, estreando numa transmissão de uma corrida de Stock Car, realizada no saudoso Autódromo de Jacarepaguá. Há sete anos, está no Fox Sports, atuando como editor responsável do programa Fox Nitro e comentarista de diversas categorias, entre as quais Rali Dakar, Nascar, MXGP, WTCC, WRC, FIA WEC, IMSA, Fórmula E, WTCR e Superbike Series Brasil. Conduz o blog A Mil Por Hora, agora no GRANDE PRÊMIO, desde 2008.

Arquivos

Categorias

Nuvem de Tags

Twitter

Reclames

Facebook

Mais reclames