Ogier é rei no Quênia

O

RIO DE JANEIRO – Com alguma dose de sorte mas com muita competência embutida, Sébastien Ogier mostrou porque é um dos grandes desse negócio chamado Mundial de Rally (WRC). Na primeira visita em anos da competição ao continente africano – e num dos principais palcos da história, o Quênia, o francês triunfou pela quarta vez em seis etapas e disparou uma importante vantagem na liderança do campeonato.

E quando digo sorte é que o principal adversário Elfyn Evans não foi além da 10ª colocação – salvando ainda pontinhos extras no Power Stage e porque Thierry Neuville, que abriu o domingo como líder geral, teve um problema na SS14, que abriu o dia. Uma quebra da suspensão traseira do Hyundai i20 que partilhava com Martin Wydaeghe levou a dupla à nocaute. Perda de pontos fundamentais na briga pelo campeonato.

De repente, Takamoto Katsuta se viu de forma inesperada como o novo líder geral. Mas o japonês ficou mais do que satisfeito com a segunda posição, após Ogier superá-lo com um categórico triunfo no SS16 da prova. Só que o japonês chegou pouco mais de oito segundos atrás do francês antes do Power Stage e, no final, ainda perdeu quase 22.

Ott Tänak salvou a honra da Hyundai com um 3º lugar que, contudo, não foi suficiente para aproximar o construtor sul-coreano da rival Toyota, que lidera com folga a classificação de Construtores. A M-Sport somou pontos importantes: Gus Greensmith e Adrien Fourmaux se destacaram no evento e conquistaram respectivamente o quarto e o quinto lugares, na melhor performance de ambos no ano de 2021.

O Rally Safari ainda teve a presença de diversos competidores locais e três duplas chegaram ao top 10, com destaque para a vitória de Onkar Rai, 7º na geral, na subclasse WRC. Mas nada impressionou mais do que a participação do polonês Sobieslaw Zasada, que estava inscrito num Ford Fiesta.

Atenção para a data de nascimento dele: 27 de janeiro de 1930. Isso mesmo! Com 91 anos, Zasada quebrou o recorde de idade de qualquer piloto num evento FIA que, creio, pertencia a Dominique Bastien, que aos 74 anos disputou a recente prova do WEC em Portimão. Pena que Zasada e seu navegador Tomasz Boryslawski acabaram desistindo após aparecerem em 25º na geral, por um defeito de suspensão no carro da dupla na última especial do dia.

A 7ª etapa será em julho, com a disputa do Rally da Estônia na região de Tartu, com previsão de 24 trechos cronometrados e piso de terra e cascalho.

Resultado final do Rally Safari:

1 – Ogier-Ingrassia (Toyota Yaris) – 3h18’11″3
2 – Katsuta-Barritt (Toyota Yaris) – 21″8
3 – Tanak-Jarveoja (Hyundai i20) – 1’09″5
4 – Greensmith-Patterson (Ford Fiesta) – 1’44″7
5 – Fourmaux-Jamoul (Ford Fiesta) – 1’54″6
6 – Rovanpera-Halttunen (Toyota Yaris) – 10’53″4
7 – Rai-Sturrock (VW Polo WRC2) – 29’26″4
8 – Patel-Khan (Ford Fiesta WRC2) – 33’30″4
9 – Tundo-Jessop (VW Polo WRC2) – 36’40″7
10 – Evans-Martin (Toyota Yaris) – 49’22″7

Classificação do campeonato após a 6ª etapa:

1. Sébastien Ogier – 133 pontos
2. Elfyn Evans – 99
3. Thierry Neuville – 77
4. Ott Tänak – 69
5. Takamoto Katsuta – 66
6. Kalle Rovanperä – 56
7. Gus Greensmith – 34
8. Dani Sordo – 31
9. Adrien Fourmaux – 30
10. Craig Breen – 24
11. Mads Østberg – 12
12. Jari Huttunen – 10
13. Teemu Suninen – 9
14. Esapekka Lappi – 7
15. Yohan Rossel, Andreas Mikkelsen, Oliver Solberg e Onkar Rai – 6
19. Pepe López e Karan Patel – 4
21. Jan Solans e Carl Tundo – 2
23. Marco Bulacia Wilkinson, Nikolay Griyazin e Éric Camilli – 1

Sobre o Autor

Rodrigo Mattar

Adicione um Comentário

Reclames

Perfil

Rodrigo Mattar, carioca de 49 anos. Apaixonado por automobilismo desde os nove, é jornalista especializado em esportes a motor desde 1998. Estagiou no Jornal do Brasil e numa assessoria de comunicação antes de ingressar na Rede Globo. Em 2003, foi para o SporTV, onde foi editor dos hoje extintos programas Grid Motor e Linha de Chegada. No mesmo ano, iniciou sua trajetória como comentarista, estreando numa transmissão de uma corrida de Stock Car, realizada no saudoso Autódromo de Jacarepaguá. Há sete anos, está no Fox Sports, atuando como editor responsável do programa Fox Nitro e comentarista de diversas categorias, entre as quais Rali Dakar, Nascar, MXGP, WTCC, WRC, FIA WEC, IMSA, Fórmula E, WTCR e Superbike Series Brasil. Conduz o blog A Mil Por Hora, agora no GRANDE PRÊMIO, desde 2008.

Arquivos

Categorias

Nuvem de Tags

Twitter

Reclames

Facebook

Mais reclames