Oficial: 24h de Le Mans 2021 tem lista de inscritos confirmada

O
Regressiva: de aqui a 30 dias, será realizada a edição 2021 das 24h de Le Mans, a 89ª da história

RIO DE JANEIRO – O ACO (Automobile Club de l’Ouest) atualizou terça-feira e praticamente oficializou: a 89ª edição das 24h de Le Mans está “au complet”. Os 62 carros e 186 pilotos constantes da lista de inscritos divulgada neste dia 20 estarão no Test Day do próximo dia 15 e na corrida marcada para os dias 21 e 22 de agosto – daqui a um mês. E com público: casa aberta para pelo menos 50 mil espectadores, 20% da capacidade do complexo de La Sarthe – que até cabe mais gente.

A lista contempla cinco carros na nova classe Hypercar, que sucedeu a LMP1, oito na LMGTE-PRO (há quem aposte que será a última prova dentro deste regulamento e novidades virão no fim de semana das 24h, podem ter certeza), 25 LMP2 – sem incluir o Innovative Car, também um protótipo nessa plataforma e 23 LMGTE-AM.

Trinta países – incluindo a proscrita Rússia, com Roman Rusinov somente – estão representados. O Brasil vem com um contingente de seis nomes, pelo menos um em cada uma das quatro categorias da competição. A Grã-Bretanha responde por 30 dos pilotos confirmados, a maior delegação do lote.

Do total de 186 pilotos anunciados, quase um terço deles são novatos. Contei 50 novos nomes na história das 24h de Le Mans, de gentleman drivers de mais de 50 anos a promessas como Franco Colapinto, o argentino de 18 anos, o mais jovem dos competidores – além de dois competidores de peso: Robert Kubica e Kevin Magnussen.

Ambos com passagens pela Fórmula 1, farão suas estreias em La Sarthe. O polonês via Team WRT, pelo qual lidera inclusive a temporada 2021 do European Le Mans Series. K-Mag, recém-saído da categoria máxima, está na IMSA, já assinou com a Peugeot para 2022 e terá a companhia do pai Jan num protótipo LMP2 para ter o primeiro contato com a pista.

Aliás, Jan Magnussen disputará de forma consecutiva sua 23ª prova em La Sarthe – não perde uma desde 1999.

A lista final divulgada contemplou algumas novidades de última hora. Como, por exemplo, a ausência de Gustavo Menezes entre os nomes da Glickenhaus – o piloto dos EUA, já comprometido com a Peugeot para 2022, foi preterido por Franck Mailleux, que fez excelente corrida em Monza e será o parceiro de Pipo Derani e Olivier Pla na prova francesa, que não corre há sete anos.

Na LMP2, algumas mudanças pontuais também foram vistas desde a divulgação oficial da primeira relação há alguns meses: o ARC Team Bratislava, por exemplo, vai promover a estreia de um chassi Oreca, que será entregue a Oliver Webb, o patrão e piloto Miro Konôpka e o filho deste, Matej – outro dos muitos novatos inscritos.

O Racing Team India Eurasia também terá uma alteração radical na sua formação de pilotos: nem Arjun Maini e muito menos Narain Kartikheyan estarão presentes. O lineup terá John Corbett ao lado de James Winslow e Tom Cloet, este ausente da competição há mais de uma década, no único Ligier do plantel.

A LMGTE-AM viu as últimas vagas preenchidas em sua grande maioria por pilotos sem experiência anterior em La Sarthe: o também novato Thomas Neubauer, escalado pela JMW Motorsport, terá a companhia na Ferrari #66 do estadunidense Rodrigo Sales, que trouxe o compatriota Robby Foley.

A Herberth Motorsport decidiu-se: vai de Porsche e terá não Alfred, mas Robert Renauer no carro #69 que será partilhado com Ralf Böhn e Rolf Ineichen. Na Dempsey Racing-Proton e Proton Competition, que na verdade são a mesmíssima estrutura, assim como a Weathertech Racing na LMGTE-PRO, o #88 do WEC terá Lance David Arnold completando a trinca com Julien Andlauer e Dominique Bastien, o mais velho (de novo!) entre os inscritos.

No #99, Patrick Long terá a companhia de Gian Luca Giraudi – pela minha apuração, junto a Dwight Merriman, um dos estreantes de idade mais avançada, a menos que os que não achei dados sejam mais velhos – e de Felipe Fernandez Laser, este assim como Lance David Arnold, um especialista do Nordscheleife em Nürburgring.

Entre os fabricantes envolvidos, a Oreca é disparada a principal do lote, com 26 chassis – 25 LMP2 e um Alpine A480 Gibson Hypercar, seguida por Ferrari com 13 inscrições nas duas classes de Grã-Turismo e 12 modelos da Porsche. Aston Martin comparece com quatro carros (somente na LMGTE-AM), Toyota, Glickenhaus e Corvette com dois cada. Um solitário Ligier completa a relação.

A programação da 89ª 24h de Le Mans, com a presença de eventos suporte das categorias VW Fun Cup, Michelin Le Mans Cup (Road To Le Mans), Porsche Sprint Challenge e Endurance Racing Legends contempla o seguinte cardápio – o fuso horário é de +5h na França em relação ao Brasil:

15/08 – Domingo
24h de Le Mans – Test Day
(sem entrada franqueada ao público)
9h – 13h (horário local)
14h – 19h

18/08 – Quarta-feira
Fun Cup – Treino livre #1
8h30 – 9h30

Road To Le Mans – Treino livre #1
10h30 – 11h30

Fun Cup – Treino livre #2
12h30 – 13h

24h de Le Mans – Treino livre #1
14h – 17h

Fun Cup – Qualificação
17h30 – 18h15

24h de Le Mans – Qualificação
19h – 20h

Road To Le Mans – Treino livre #2
20h30 – 21h30

24h de Le Mans – Treino livre #2
22h – 0h

19/08 – Quinta-feira
Porsche Sprint Challenge – Treino livre #1
9h – 9h45

Road To Le Mans – Qualificação #1
10h40 – 11h

Road To Le Mans – Qualificação #2
11h15 – 11h35

Endurance Racing Legends – Treinos livres
12h25 – 13h10

24h de Le Mans – Treino livre #3
14h – 17h

Endurance Racing Legends – Treinos livres
18h – 18h45

Road To Le Mans – Corrida #1
19h30 – 20h25

24h de Le Mans – Hyperpole
21h – 21h30

24h de Le Mans – Treino livre #4
22h – 00h

20/08 – Sexta-feira
Porsche Sprint Challenge – Treino livre #2
9h – 9h45

Endurance Racing Legends – Corrida #1
10h30 – 11h15

Porsche Sprint Challenge – Qualificação
12h – 12h45

Fun Cup – Corrida
15h30 – 20h30

Sábado – 21/08
Porsche Sprint Challenge – Corrida
9h – 9h45

Endurance Racing Legends – Corrida #2
10h15 – 11h

24h de Le Mans – Warm-Up
11h30 – 11h45

Road To Le Mans – Corrida #2
12h15 – 13h10

24h de Le Mans – Largada
16h

Sobre o Autor

Rodrigo Mattar

1 Comentário

  • Ja dá “água na boca” mas, como tem sido este ano, não podemos contar com janelas de transmissão lá na ex-casa da velocidade, ainda que acabou incrivelmente tendo para as 6h de Monza. Bem, vimos que o Toyota também quebra, então, devemos ter fortes emoções na disputa pela vitoria overall…
    Sobre a LMGTE Pro, não tem jeito…acabará tendo o mesmo destino da já extinta LMGT1. Só mesmo a configuraçao GT3 consegue oferecer variedade de carros/fabricantes e custo aceitável. Nessa prova possivelmente derradeira da classe, acho que os Corvettes levam.

Por Rodrigo Mattar

Reclames

Perfil

Rodrigo Mattar, carioca de 49 anos. Apaixonado por automobilismo desde os nove, é jornalista especializado em esportes a motor desde 1998. Estagiou no Jornal do Brasil e numa assessoria de comunicação antes de ingressar na Rede Globo. Em 2003, foi para o SporTV, onde foi editor dos hoje extintos programas Grid Motor e Linha de Chegada. No mesmo ano, iniciou sua trajetória como comentarista, estreando numa transmissão de uma corrida de Stock Car, realizada no saudoso Autódromo de Jacarepaguá. Há sete anos, está no Fox Sports, atuando como editor responsável do programa Fox Nitro e comentarista de diversas categorias, entre as quais Rali Dakar, Nascar, MXGP, WTCC, WRC, FIA WEC, IMSA, Fórmula E, WTCR e Superbike Series Brasil. Conduz o blog A Mil Por Hora, agora no GRANDE PRÊMIO, desde 2008.

Arquivos

Categorias

Nuvem de Tags

Twitter

Reclames

Facebook

Mais reclames