Para quem não viu: Formula Regional European Championship by Alpine, rodada do Red Bull Ring

P

RIO DE JANEIRO – Agora é a vez dos monopostos aqui no blog: vamos de Formula Regional European Championship by Alpine (FRECA), com a disputa da 7ª rodada dupla do campeonato de 2021, realizada em paralelo com International GT Open e EF Open no circuito austríaco do Red Bull Ring.

A corrida marcou inclusive o regresso do campeão de 2020 antes da fusão com a Fórmula Renault: sem chance na Fórmula 2 por falta de verba, Gianluca Petecof buscou abrigo para retornar às pistas este ano e ‘desenferrujar’, defendendo a escuderia KIC. Até que a qualificação para a prova #1 não foi ruim, com um 16º lugar do piloto, mas o saldo foi um abandono num grid que contou com a presença de 33 pilotos.

Dudu Barrichello largou em 25º e chegou em vigésimo-quarto, enquanto Gabriel Bortoleto finalmente voltou aos pontos após um ótimo quarto posto no grid: o piloto chegou em sétimo, melhor resultado dele até então.

Sensação no Endurance, o argentino Franco Colapinto – que não disputou a temporada inteira – venceu com o carro preparado pela MP Motorsport, seguido por Hadrien David (R-Ace) e Paul Aron, da Prema. Grégoire Saucy, com sete vitórias em 12 provas anteriormente disputadas, foi apenas o 5º colocado.

A corrida #2 foi marcada por um festival de penalidades que deixaria orgulhoso o diretor de provas da Fórmula 1 Michael Masi: ao todo foram quinze – quase metade do grid – pilotos punidos por excesso de track limits e pelo menos um, o italiano Andrea Rosso, levou o 2-hit combo de track limits + desrespeito às bandeiras amarelas.

Franco Colapinto foi um dos penalizados: venceria a segunda seguida no fim de semana e na temporada, mas levou um acréscimo de 10 segundos por excesso de track limits e assim Grégoire Saucy, com o carro da ART, faturou seu oitavo triunfo no campeonato, passando ao total de 224 pontos, enquanto o vice-lider Hadrien David tem 147 e Zane Maloney, de Barbados, soma 141.

A boa notícia é que Gabriel Bortoleto, que defende o time que leva o nome do bicampeão de Fórmula 1 Fernando Alonso, herdou o 2º posto com a penalização a Colapinto – já teria sido o primeiro pódio e o melhor resultado do piloto na temporada, mas a situação ficou ainda melhor: ele chegou a 26 pontos, quebrou um jejum de 10 provas e ainda subiu para 15º na tabela.

A próxima rodada é já neste fim de semana no Circuito Ricardo Tormo, em paralelo com o encerramento do GT World Challenge Europe Sprint, na cidade espanhola de Valência.

Sobre o Autor

Rodrigo Mattar

Adicione um Comentário

Reclames

Perfil

Rodrigo Mattar, carioca de 49 anos. Apaixonado por automobilismo desde os nove, é jornalista especializado em esportes a motor desde 1998. Estagiou no Jornal do Brasil e numa assessoria de comunicação antes de ingressar na Rede Globo. Em 2003, foi para o SporTV, onde foi editor dos hoje extintos programas Grid Motor e Linha de Chegada. No mesmo ano, iniciou sua trajetória como comentarista, estreando numa transmissão de uma corrida de Stock Car, realizada no saudoso Autódromo de Jacarepaguá. Há sete anos, está no Fox Sports, atuando como editor responsável do programa Fox Nitro e comentarista de diversas categorias, entre as quais Rali Dakar, Nascar, MXGP, WTCC, WRC, FIA WEC, IMSA, Fórmula E, WTCR e Superbike Series Brasil. Conduz o blog A Mil Por Hora, agora no GRANDE PRÊMIO, desde 2008.

Arquivos

Categorias

Nuvem de Tags

Twitter

Reclames

Facebook

Mais reclames