IMSA: Ganassi com novas caras e dois carros em 2022

I
A Ganassi não terá apenas um – mas dois carros, na temporada 2022 do IMSA Weathertech SportsCar Championship, com vistas à LMDh a partir de 2023. Equipe correrá nos EUA e também no Mundial de Endurance

RIO DE JANEIRO – Com a Cadillac aportando oficialmente no regulamento LMDh para 2023, a Chip Ganassi Racing dobra a parada no último ano dentro do atual regulamento Daytona Prototype International (DPi) e confirma dois carros e novos pilotos para a próxima temporada do IMSA Weathertech SportsCar Championship.

Com a partida de Kevin Magnussen para o programa Peugeot no WEC, onde o dinamarquês será um dos pilotos do inovador Hypercar 9X8, Chip Ganassi teve de se socorrer de novos nomes e buscou ótimas opções no mercado, trazendo especialistas de provas longas para formar com Renger Van der Zande, o único titular que permanece.

Chegam Sébastien Bourdais, que ainda cumpre na Petit Le Mans seu contrato com a JDC-Miller para provas longas, o que faz com que o francês de 42 anos saia da Fórmula Indy e da equipe Foyt como piloto titular – ele fará provas selecionadas na categoria de monoposto, que não coincidam com o programa IMSA e nem com o desenvolvimento do LMDh que será construído na plataforma Dallara; o britânico Alex Lynn – que pelo menos conhece o DPi V-R de participações prévias pela Wayne Taylor Racing e… o neozelandês Earl Bamber, que encerra seu vínculo com a Porsche.

O piloto de 31 anos venceu duas edições das 24h de Le Mans pela casa alemã (2015 e 2017), foi campeão da série IMSA na GTLM em 2019 e dirige um time particular em parceria com a Hardpoint Racing. Após uma longa ligação com a marca de Weissach, iniciada em 2013 nas competições de Porsche Carrera Cup, Bamber e a Porsche encerram o compromisso no fim de 2021 – e as portas se abrem, se escancaram, para que Roger Penske tenha a chance de ter Felipe Nasr – que está com a cotação em alta nos EUA – para um programa IMSA/Le Mans.

Bamber, inclusive, fixou residência em Nashville, no Tennessee, como parte dos planos de ingressar na CGR como piloto oficial Cadillac a partir do próximo ano. “Quando se fala de equipes lendárias em competições de carros esporte é impossível não pensar na Chip Ganassi Racing”, revela o ‘kiwi’. “Eles também ganharam em Le Mans na categoria (n. do blog: na LMGTE-PRO), é um time de ponta e será legal ver como nos sairemos no primeiro ano com o Cadillac DPi-V.R. Estou também muito otimista ao correr na classe principal da IMSA em 2022”, disse.

Chip e seu braço direito Mike Hull não confirmaram ainda quais serão as duplas, o que será definido apenas à véspera do ROAR Before The Rolex 24, portanto somente no começo do ano que vem. Para os eventos de Endurance da série – pelo menos Daytona – a CGR não deve ter surpresas: Scott Dixon e mesmo Kevin Magnussen devem ocupar o posto de 3º piloto em cada uma das máquinas presentes.

Em 2022, a IMSA terá apenas Acura e Cadillac na classe DPi, já que a Mazda está fora e não fica para o regulamento LMDh. No outro ano, as duas já citadas terão a companhia de Porsche, Audi e BMW. A Alpine entra na plataforma global em 2024 e o grupo Renault poderá ser representado nos EUA pela Nissan.

Sobre o Autor

Rodrigo Mattar

Adicione um Comentário

Reclames

Perfil

Rodrigo Mattar, carioca de 49 anos. Apaixonado por automobilismo desde os nove, é jornalista especializado em esportes a motor desde 1998. Estagiou no Jornal do Brasil e numa assessoria de comunicação antes de ingressar na Rede Globo. Em 2003, foi para o SporTV, onde foi editor dos hoje extintos programas Grid Motor e Linha de Chegada. No mesmo ano, iniciou sua trajetória como comentarista, estreando numa transmissão de uma corrida de Stock Car, realizada no saudoso Autódromo de Jacarepaguá. Há sete anos, está no Fox Sports, atuando como editor responsável do programa Fox Nitro e comentarista de diversas categorias, entre as quais Rali Dakar, Nascar, MXGP, WTCC, WRC, FIA WEC, IMSA, Fórmula E, WTCR e Superbike Series Brasil. Conduz o blog A Mil Por Hora, agora no GRANDE PRÊMIO, desde 2008.

Arquivos

Categorias

Nuvem de Tags

Twitter

Reclames

Facebook

Mais reclames