Para quem não viu: International GT Open 2021, rodada de Barcelona

P

RIO DE JANEIRO – Enredo semelhante ao que aconteceu na decisão do EF Open: assim como na categoria de monopostos, o título do International GT Open 2021 foi decidido também com antecipação – só que a categoria de Grã-Turismo permanece em regime de rodada dupla.

Favoritos e com larga margem antes da final em Barcelona, Frëderik Schandorff e Michele Beretta não precisaram ganhar para levar a taça – igual a Cameron Das no EF Open. A dupla da Vincenzo Sospiri Racing chegou em 5º lugar com o Lamborghini Huracán, enquanto a 2Seas Motorsport triunfou novamente na reta final do campeonato com Martin Kodric e Ethan Simioni.

Na prova #2, a última do ano, após a terceira pole em 14 eventos, Joe Osborne e Nick Moss venceram com a McLaren 720S da Optimum Motorsport, seguidos na pista por Andy Soucek, vice campeão e seu parceiro Al Faisal Al Zoubair, 3º colocado e pelos campeões da temporada 2021.

Além da vitória na geral, a Optimum comemorou o título da classe Pro-Am da categoria para Ollie Millroy/Brendan Iribe, que derrotaram por 28 pontos de vantagem os dinamarqueses Marcus Paverud e Jens Reno Möller. Na Am, mesmo sem participar das provas finais, ganhas por Jaume Font e Daniel Díaz-Varela, Giuseppe Cipriani levou o troféu de campeão da temporada.

Na GT Open Cup, que novamente correu em conjunto com o GT Open e contribuiu assim para que o grid tivesse quase 30 carros na última rodada, os poloneses Maciej Blazek e Mateusz Lisowski chegaram ao título, somando 84 pontos contra 69 do vice-campeão, Jan Lauryssen – o belga e os rivais foram os vencedores no fim de semana.

Blazek e Lisowski ganharam o campeonato na Pro-Am e o brasileiro Fernando Fortes, que defendeu a Three-Sixty Motorsport, foi o campeão da divisão Am, somando 37 pontos, onze a mais que o italiano Glauco Solieri. Fortes foi também o 7º classificado na geral ao fim da temporada. Márcio Mauro foi o terceiro da Am Cup e décimo-quarto na geral após cinco rodadas e 10 provas disputadas.

Sobre o Autor

Rodrigo Mattar

Adicione um Comentário

Reclames

Perfil

Rodrigo Mattar, carioca de 49 anos. Apaixonado por automobilismo desde os nove, é jornalista especializado em esportes a motor desde 1998. Estagiou no Jornal do Brasil e numa assessoria de comunicação antes de ingressar na Rede Globo. Em 2003, foi para o SporTV, onde foi editor dos hoje extintos programas Grid Motor e Linha de Chegada. No mesmo ano, iniciou sua trajetória como comentarista, estreando numa transmissão de uma corrida de Stock Car, realizada no saudoso Autódromo de Jacarepaguá. Há sete anos, está no Fox Sports, atuando como editor responsável do programa Fox Nitro e comentarista de diversas categorias, entre as quais Rali Dakar, Nascar, MXGP, WTCC, WRC, FIA WEC, IMSA, Fórmula E, WTCR e Superbike Series Brasil. Conduz o blog A Mil Por Hora, agora no GRANDE PRÊMIO, desde 2008.

Arquivos

Categorias

Nuvem de Tags

Twitter

Reclames

Facebook

Mais reclames