ARTA vence tumultuada e acidentada corrida do Super GT em Fuji

A
Tomoki Nojiri e Nirei Fukuzumi triunfaram para a ARTA na caótica corrida do Super GT em Fuji, no Golden Week, o maior feriado japonês

RIO DE JANEIRO – Na madrugada desta quarta-feira, fechando o feriado do Golden Week do Japão, aconteceu a disputa da 2ª etapa do Super GT – os 450 km de Fuji, que teriam 100 voltas, foram uma das corridas mais tumultuadas e acidentadas dos últimos anos.

A FAV Hotel Fuji 450 corria tranquila até a altura da 49ª volta. De repente, no meio da longa reta, uma colisão numa manobra de ultrapassagem resultou no forte acidente do vídeo abaixo, sofrido pelo carro #3 da Craftsports Motul Nismo guiado por Mitsunori Takaboshi.

Apesar da violência do impacto, que inclusive causou a interrupção da disputa porque as barreiras de proteção saíram do lugar e por segurança a direção de prova interrompeu a corrida, o carro partilhado por Chiyo e Takaboshi ainda voltaria à disputa, que foi encerrada com 62 voltas e pouco mais de 270 km percorridos.

A ARTA chegou à primeira vitória no ano com o Honda NSX-GT Concept guiado por Tomoki Nojiri e Nirei Fukuzumi, tendo as três marcas da GT500 ocupado as três primeiras colocações. O Toyota da Tom’s foi 2º com Sho Tsuboi e Giuliano Alesi e o melhor Nissan foi 3º com Kazuki Hiramine e Bertrand Baguette, defendendo a Impul.

Como a disputa não atingiu 3/4 da distância regulamentar, os pontos foram auferidos pela metade e assim com o 7º lugar obtido em Fuji, a liderança continua com os vencedores de Okayama – Kenta Yamashita e Kazuya Oshima vão para a próxima corrida com 23 pontos, cinco a mais que Tadasuke Makino e Naoki Yamamoto. Em 3º lugar, vêm Tsugio Matsuda e Ronnie Quintarelli, com 15.

Na GT300, vitória do “Godzilla” da Gainer com Ryuchiro Tomita e Riki Okusa – além do terceiro piloto, Yusuke Shiotsu, que não conta pontos para o campeonato, com outro Nissan GT-R Nismo GT3 da Busou Raffinée em 2º tendo a bordo Yuji Ide (lembram dele?) e Masataka Yanagida. O pódio ainda teve os atuais campeões Takuto Iguchi e Hideki Yamauchi com o Subaru BRZ da R&D Sport.

Mas a liderança do campeonato continua com João Paulo de Oliveira e Kiyoto Fujinami, que recuperaram do 14º lugar do grid para sétimo. Somaram pontos importantes e a dupla da Realize Kondo tem 22 após duas provas, carregando assim um lastro extra de 66 kg para a próxima disputa.

A BMW do Team Studie que teria Seiji Ara e Augusto Farfus na disputa junto ao terceiro piloto Tsubasa Kondo, foi a primeira a desistir. Largaram em 12º e terminaram de fora logo na quinta volta.

Próxima etapa: Suzuka, dia 29 de maio.

Sobre o Autor

Rodrigo Mattar

Adicione um Comentário

Reclames

Perfil

Rodrigo Mattar, carioca de 49 anos. Apaixonado por automobilismo desde os nove, é jornalista especializado em esportes a motor desde 1998. Estagiou no Jornal do Brasil e numa assessoria de comunicação antes de ingressar na Rede Globo. Em 2003, foi para o SporTV, onde foi editor dos hoje extintos programas Grid Motor e Linha de Chegada. No mesmo ano, iniciou sua trajetória como comentarista, estreando numa transmissão de uma corrida de Stock Car, realizada no saudoso Autódromo de Jacarepaguá. Há sete anos, está no Fox Sports, atuando como editor responsável do programa Fox Nitro e comentarista de diversas categorias, entre as quais Rali Dakar, Nascar, MXGP, WTCC, WRC, FIA WEC, IMSA, Fórmula E, WTCR e Superbike Series Brasil. Conduz o blog A Mil Por Hora, agora no GRANDE PRÊMIO, desde 2008.

Arquivos

Categorias

Nuvem de Tags

Twitter

Reclames

Facebook

Mais reclames