IMSA: anunciados 49 carros para as 6h de Watkins Glen

I

RIO DE JANEIRO – Passada a ressaca das 24h de Le Mans, é hora de o IMSA Weathertech SportsCar Championship acelerar no último domingo deste mês com um clássico do Endurance: 7ª etapa da temporada completa e terceira do IMSA Michelin Endurance Cup, a Sahlen Six Hours of Glen conta com um total de 49 carros distribuídos pelas cinco categorias da competição – DPi, LMP2, LMP3, GTD Pro e GTD.

E poderiam ser mais: dois carros LMP2 esperados para essa corrida foram retirados de última hora, com o #22 da United Autosports alijado por conta de um procedimento cirúrgico do piloto bronze Jim McGuire. Sem substitutos, a equipe de Richard Dean fica fora. A inscrição extra da Era Motorsport em parceria com a M-Sport ficou para uma próxima, possivelmente Road America e, ao que tudo indica, Petit Le Mans também.

Desse total anunciado, 25 são modelos Esporte-Protótipos e 24 Grã-Turismo, o que é um movimento raro na competição – normalmente é o inverso.

Na DPi, com Oliver Jarvis e Tom Blomqvist na ponta da tabela somando 10 de vantagem sobre Ricky Taylor e Filipe Albuquerque, três formações contam com três pilotos e as demais com dois, somente. Entre as equipes com três carros estão a Action Express com seus dois Cadillac e a JDC-Miller, que lidera o IMEC com 24 pontos, dois à frente de Taylor/Albuquerque (mais Will Stevens, que está fora) e também de Pipo Derani – o único brasileiro na lista da principal classe e Mike Conway (Tristan Nunez passou à condição de reserva).

Derani, aliás, conta com Olivier Pla como novo parceiro fixo e busca acabar com um incômodo neste campeonato: atual campeão, ele ainda não chegou ao topo do pódio – foi três vezes 3º colocado. E ainda perdeu o resultado de pista em Detroit por falta de peso em seu Cadillac DPi-V.R – isso faz com que o piloto de 28 anos esteja apenas em 6º na tabela, com 1851 pontos.

Assim como a DPi, a LMP2 tem um plantel recheado de pilotos que estiveram na última edição das 24h de Le Mans, entre eles o vencedor da LMGTE-AM Ben Keating. No IMEC, o texano de 50 anos lidera na formação com Mikkel Jensen e Scott Huffaker a bordo do #52 da PR1/Mathiasen, somando 27 pontos contra 26 do trio do Racing Team Nederland.

Mas na geral, Henrik Hedman e Juan Pablo Montoya – que em Glen correrá outra vez com o filho Sebastián, de 17 anos – comandam a tabela com 972 unidades, nove à frente de Ryan Dalziel e Dwight Merriman, da Era Motorsports.

A LMP3 terá o maior plantel de protótipos – onze – da prova e alguns assentos ainda estão disponívels na Mühlner Motorsports (só Ugo de Wilde confirmado) e na Forty7 Motorsports (Anthony Mantella e Matt Bell esperam pelo último colega).  No mais, são onze escuderias distintas, alinhando sete modelos Ligier JS P320 e quatro Duqueine D30-M08.

No IMEC, a liderança é da Sean Creech Motorsports, com João Barbosa /Malthe Jakobsen/Lance Willsey somando 27 pontos – dois a mais que Felipe Fraga/Gar Robinson/Kay Van Berlo, da Riley. O brasileiro volta aos EUA após um outro ‘pulinho’ na Itália – Fraga disputa neste fim de semana mais uma rodada do DTM, em Imola.

No campeonato completo, onde a subclasse só disputou duas provas em Sebring e Mid-Ohio, Fraga e Robinson estão em 6º lugar com 583. Líderes da tabela com 688, Ari Balogh e Garett Grist terão a companhia de Nolan Siegel nas 6h de Watkins Glen.

A GTD Pro está de volta após a ausência nos dois eventos recentes, trazendo sete carros no plantel e de sete construtores diferentes, com o retorno da Risi Competizione e a Ferrari #62 que será guiada por Daniel Serra e Davide Rigon. Haverá ainda um Corvette, um Porsche, um Lexus, um Aston Martin, uma BMW e uma Mercedes-AMG.

Antonio Garcia, que vai desta vez apenas com Jordan Taylor a bordo, lidera no IMEC com 23 pontos (o outro piloto é Nicky Catsburg) e na geral eles têm 50 a menos que Matt Campbell e Mathieu Jaminet – Felipe Nasr estará ausente neste fim de semana no #9 da Pfaff Motorsports.

A outra presença brasileira além de Daniel Serra será a de Augusto Farfus, inscrito na BMW #25 junto a John Edwards e Connor de Philippi. Na Vasser Sullivan, ainda não foi definido quem vai no #14 junto a Kyle Kirkwood e Ben Barnicoat, enquanto no Mercedes da Weathertech Racing, Cooper MacNeil terá a companhia de Mikaël Grenier e Maro Engel.

Na GTD, voltam à ativa as equipes NTE Sport/SSD e Hardpoint, ausentes dos últimos eventos por problemas de logística, além da Magnus Racing com seu Aston Martin, bem como a AF Corse e a Cetilar Racing, garantindo duas Ferrari 488 GT3 no grid. Assim, o total é de nove construtores representados e a Mercedes-AMG terá três desses inscritos porque a Winward Racing amplia sua operação para dois carros, inscrevendo o #56 para Alec Udell e mais dois pilotos por definir.

Duas trincas lideram no IMEC com 22 pontos – Brendan Iribe/Ollie Millroy/Jordan Pepper (Inception Racing) e Luis Pérez-Companc/Simon Mann/Toni Vilander (AF Corse). Na geral, entretanto, Stevan McAleer, do Team Korthoff, comanda a classificação com 1520 pontos contra 1486 de Jan Heylen e Ryan Hardwick, que nesta etapa correm na companhia do canadense Zach Robichon.

Sobre o Autor

Rodrigo Mattar

2 Comentários

Por Rodrigo Mattar

Reclames

Perfil

Rodrigo Mattar, carioca de 49 anos. Apaixonado por automobilismo desde os nove, é jornalista especializado em esportes a motor desde 1998. Estagiou no Jornal do Brasil e numa assessoria de comunicação antes de ingressar na Rede Globo. Em 2003, foi para o SporTV, onde foi editor dos hoje extintos programas Grid Motor e Linha de Chegada. No mesmo ano, iniciou sua trajetória como comentarista, estreando numa transmissão de uma corrida de Stock Car, realizada no saudoso Autódromo de Jacarepaguá. Há sete anos, está no Fox Sports, atuando como editor responsável do programa Fox Nitro e comentarista de diversas categorias, entre as quais Rali Dakar, Nascar, MXGP, WTCC, WRC, FIA WEC, IMSA, Fórmula E, WTCR e Superbike Series Brasil. Conduz o blog A Mil Por Hora, agora no GRANDE PRÊMIO, desde 2008.

Arquivos

Categorias

Nuvem de Tags

Twitter

Reclames

Facebook

Mais reclames