24h de Spa-Francorchamps: Team WRT começa na ponta

2

RIO DE JANEIRO – O Team WRT abriu oficialmente os trabalhos para a 74ª edição das 24h de Spa-Francorchamps, que se disputam neste fim de semana, como a melhor equipe do primeiro treino livre – com a presença de todos os 66 carros inscritos na disputa, 22 deles marcando pontos para os construtores envolvidos no Intercontinental GT Challenge (IGTC), que terá sua 2ª etapa em paralelo com a disputa do GT World Challenge Europe Endurance.

O piloto belga Dries Vanthoor foi o mais veloz com o Audi #32 ao marcar 2’17″858 numa sessão de treinos onde houve quatro interrupções por bandeira vermelha. A apenas 17 milésimos do compatriota, Alessio Picariello levou o Porsche #24 da Herberth Motorsport ao 2º lugar da folha de tempos – mais rápido entre os inscritos da Pro-Am.

Lucas Auer foi o terceiro com o Mercedes-AMG #57 da Winward Racing e o mais veloz entre os pilotos e equipes da subclasse Gold Cup. Atrás do austríaco veio a BMW #98 da ROWE Racing com o brasileiro Augusto Farfus e outra M4 GT3 na sequência, a #34 da Walkenhorst Motorsport (Gold Cup), tripulada na melhor passagem por Jens Klingmann.

Seis marcas diferentes figuraram no top 10: além das potências germânicas, a AF Corse ficou em 6º com a melhor Ferrari e o Lamborghini Huracán da Barwell foi o nono colocado, representando a marca de Sant’Agata.

Os quatro incidentes da manhã tiveram como protagonistas, primeiro, a equipe francesa AGS Events: o Lamborghini #8 da Gold Cup teve problemas com Nicolas Gomar a bordo – o carro do time de Loris Cabirou (que está entre os mais de 200 pilotos presentes) acabou a manhã em sexagésimo-terceiro.

A intervenção mais longa de bandeira vermelha aconteceria com Nico Müller e o Audi #46 do Team WRT que tem entre os pilotos a lenda da MotoGP Valentino Rossi. Uma saída de pista do suíço deixou a trinca que tem o local Fred Vervisch na décima-sétima colocação ao final do FP1. Depois, Hubert Haupt parou na brita da veloz curva Pouhon com o Mercedes-AMG #5 de sua própria escuderia e, por fim, Maxime Oosten bateu em Raidillon com a BMW M4 GT3 do time de Samantha Tan – único dos acidentados que chegou aos boxes via flatbed – aquele caminhão com uma plataforma de reboque.

A Iron Lynx, que lidera o GTWC Europe Endurance com Daniel Serra/Davide Rigon/Antonio Fuoco ficou apenas em 23º com a Ferrari 488 GT3 Evo de dorsal #71, com a marca de 2’18″830. Felipe Nasr e seus parceiros Mathieu Jaminet e Matt Campbell, com o Porsche da EMA Motorsport, apareceram em 51º – 2’19″766, logo atrás da Ferrari #83 das Iron Dames. A BMW do time de Samantha Tan, mesmo com o acidente sofrido no treino, ficou em 59º e a Mercedes-AMG da saudita Reema Juffali, em sexagésimo – e o melhor carro entre os dois únicos inscritos da Bronze Cup.

Faltou citar a Silver Cup, uma das cinco subclasses de carros das 24h de Spa e o mais rápido dessa divisão no primeiro treino livre foi o Audi da Attempto Racing com o quarteto formado por Juso Puhakka/Marius Zug/Alex Aka/Nicolas Schöll, com a décima-sexta colocação.

Sobre o Autor

Rodrigo Mattar

Adicione um Comentário

Reclames

Perfil

Rodrigo Mattar, carioca de 49 anos. Apaixonado por automobilismo desde os nove, é jornalista especializado em esportes a motor desde 1998. Estagiou no Jornal do Brasil e numa assessoria de comunicação antes de ingressar na Rede Globo. Em 2003, foi para o SporTV, onde foi editor dos hoje extintos programas Grid Motor e Linha de Chegada. No mesmo ano, iniciou sua trajetória como comentarista, estreando numa transmissão de uma corrida de Stock Car, realizada no saudoso Autódromo de Jacarepaguá. Há sete anos, está no Fox Sports, atuando como editor responsável do programa Fox Nitro e comentarista de diversas categorias, entre as quais Rali Dakar, Nascar, MXGP, WTCC, WRC, FIA WEC, IMSA, Fórmula E, WTCR e Superbike Series Brasil. Conduz o blog A Mil Por Hora, agora no GRANDE PRÊMIO, desde 2008.

Arquivos

Categorias

Nuvem de Tags

Twitter

Reclames

Facebook

Mais reclames