FIA WEC, 6h de Monza: Glickenhaus lidera FP1 na Itália

F
Romain Dumas levou o Glickenhaus (este fim de semana em azul) ao melhor tempo do FP1 das 6h de Monza

RIO DE JANEIRO – Com o carro mais ‘forte’ do grid mesmo sem sistemas híbridos, a Glickenhaus saiu na frente da concorrência no primeiro treino livre do Mundial de Endurance em Monza, para a disputa deste fim de semana. O #708 guiado por Romain Dumas na volta rápida nesta sexta-feira estabeleceu 1’37″984 para os 5,793 km de extensão do traçado italiano, média próxima de 213 km/h.

André Negrão, com o Alpine A480 Gibson líder do campeonato ficou em 2º com um deficit de 0″618 para o carro líder do treino, seguido do novo Peugeot 9×8, que andou ‘no ritmo’. O #93 com o escocês Paul di Resta foi dois décimos pior que o Alpine e três décimos melhor que o Toyota mais rápido – a atual campeã do WEC e vencedora das 24h de Le Mans ficou em quarto e quinto – e só não foi pior porque o #94 da Peugeot enfrentou sérios problemas técnicos e só completou 12 voltas.

A Peugeot andou relativamente bem no primeiro treino e ficou em 3º na estreia do inovador 9×8. Um dos carros teve problemas, contudo, e deu apenas 12 voltas

Aparentemente, o carro de Gustavo Menezes/James Rossiter/Loïc Duval estava bem nos instantes iniciais dos 90 minutos de pista aberta, mas após uma interrupção da sessão, o 9×8 do trio se recusou a funcionar. Rossiter deu oito giros no início do treino e Duval, os quatro últimos, no fim do FP1. A melhor volta em 1’41″522, com Duval, foi insuficiente para superar qualquer um dos LMP2 presentes.

Na outra subclasse de protótipos, o #83 Pro-Am da AF Corse estabeleceu com Alessio Rovera o tempo de referência em 1’39″973, deixando a 0″249 de margem o #41 da RealTeam by WRT com o francês Norman Nato a bordo. O antigo piloto de Fórmula 1 Estebán Gutiérrez colocou o #34 da Inter Europol Competition em 3º lugar.

Líder do campeonato com a vitória nas 24h de Le Mans, o #38 da Jota foi 12º geral e sétimo na LMP2, com 1’40″863.

Campeã das 24h de Le Mans, a Porsche liderou a folha de tempos entre os LMGTE-PRO e um dos carros da marca foi o melhor da LMGTE-AM

A Porsche liderou entre os cinco LMGTE-PRO inscritos: o #92 de Michael Christensen e Kévin Estre registrou a melhor volta da sessão em 1’47″273, 0″324 abaixo da Ferrari #52 da AF Corse guiada por Miguel Molina e Antonio Fuoco. Tommy Milner e Nick Tandy vieram na sequência com o único Corvette C8.R – a Porsche ficou em 4º com seu segundo carro e a AF Corse, evidentemente, em quinto e último.

De registrar que Richard Lietz, segundo piloto da história do WEC com mais participações, teve de se ausentar por ter contraído Covid. Tendo testado positivo, o austríaco de 38 anos deu lugar ao francês Fred Makowiecki, numa reposição de última hora como parceiro este fim de semana de Gimmi Bruni.

Na LMGTE-AM, a Porsche também deu as cartas e fez 1-2-3. Ben Barnicoat fez a volta mais rápida em 1’48″389, seguido do “xará” Barker com o #86 da GR Racing e de Matteo Cairoli no segundo carro do Team Project 1.

A melhor Ferrari do plantel foi a #71 da Spirit of Race, em quarto. Os Aston Martin, com dois dos carros mais lastreados do grid por conta das posições de campeonato e outro como o mais leve, mesmo assim ficaram com as três últimas posições – o #777 da D’Station Racing ficou em décimo-primeiro.

A programação de treinos para amanhã prevê o FP2 às 9h locais (4h de Brasília) e o FP3 a partir de 13h30 (8h30 daqui). A definição do grid será também amanhã às 17h30 da Itália (12h30 de Brasília), com 10 minutos de pista para LMGTE-PRO e LMGTE-AM e outros 10 para Hypercars e LMP2.

As 6h de Monza começam ao meio-dia local de domingo, 7h de Brasília.

Sobre o Autor

Rodrigo Mattar

Adicione um Comentário

Reclames

Perfil

Rodrigo Mattar, carioca de 49 anos. Apaixonado por automobilismo desde os nove, é jornalista especializado em esportes a motor desde 1998. Estagiou no Jornal do Brasil e numa assessoria de comunicação antes de ingressar na Rede Globo. Em 2003, foi para o SporTV, onde foi editor dos hoje extintos programas Grid Motor e Linha de Chegada. No mesmo ano, iniciou sua trajetória como comentarista, estreando numa transmissão de uma corrida de Stock Car, realizada no saudoso Autódromo de Jacarepaguá. Há sete anos, está no Fox Sports, atuando como editor responsável do programa Fox Nitro e comentarista de diversas categorias, entre as quais Rali Dakar, Nascar, MXGP, WTCC, WRC, FIA WEC, IMSA, Fórmula E, WTCR e Superbike Series Brasil. Conduz o blog A Mil Por Hora, agora no GRANDE PRÊMIO, desde 2008.

Arquivos

Categorias

Nuvem de Tags

Twitter

Reclames

Facebook

Mais reclames