IMSA: Cadillac domina treinos em Road America; confirmado o calendário para 2023

I

SÃO PAULO – A sexta-feira de treinos livres para o IMSA Fastlane SportsCar Weekend, antepenúltimo evento da série Weathertech SportsCar Championship este ano, foi dominada pela Cadillac e a equipe de Chip Ganassi: após duas sessões não-oficiais, o #02 de Earl Bamber e Alex Lynn ficou à frente dos demais 36 carros no combinado dos treinos.

Lynn marcou 1’49″321 no melhor giro do dia, seguido por Sébastien Bourdais a 0″253 do rival e companheiro de equipe. Mais rápido do TL1, o Acura ARX-05C da dupla formada por Ricky Taylor e Filipe Albuquerque estabeleceu a terceira marca a 0″319 dos líderes, com o #60 da Meyer-Shank Racing em quarto.

Atual campeã, a Whelen Engineering/AX Racing ficou em quinto: Olivier Pla fez a melhor volta do carro #31 em 1’50″450, pouco mais de um segundo acima da Cadillac Racing/CGR, enquanto a JDC-Miller fechou os seis carros do lote de inscritos da DPi – que disputa em Road America a penúltima corrida dentro do atual regulamento.

Na subclasse LMP2, o carro mais rápido da sexta foi o #18 da ERA Motorsport, com Ryan Dalziel marcando 1’52″147 – tempo auferido no TL1. Em segundo veio o #11 da PR1/Mathiasen, que traz Tristan Nunez no lugar de Jonathan Bomarito neste fim de semana, competindo com o piloto bronze Steven Thomas. Juan Pablo Montoya foi o 3º com o Oreca 07 da DragonSpeed.

Gabby Chaves marcou a melhor volta da LMP3 na sexta-feira com o #36 da Andretti Autosport – 2’00″039, quatro décimos abaixo do #33 guiado por Malthe Jakobsen, com a JDC-Miller e sua inscrição extra em Road America com a 3ª posição graças a Scott Andrews. Felipe Fraga e Gar Robinson ficaram com a quarta colocação e o tempo de 2’00″736.

No combinado entre GTD Pro e GTD, o melhor tempo do dia foi da Vasser Sullivan e os Lexus do time fizeram 1-2: Jack Hawksworth virou em 2’05″968, somente sete milésimos à frente de Frankie Montecalvo. Os dois Lambos inscritos – primeiro o da CarBahn with Peregrine Racing e depois o da NTE/SSR fizeram 3ª e quarta posições respectivamente, com a BMW M4 GT3 da equipe de Bobby Rahal, David Letterman e Mike Lanigan em segundo entre os GTD Pro e quinto entre os modelos Grã-Turismo que treinaram em Elkhart Lake.

Como mostrado na imagem acima, a IMSA anunciou ontem no chamado “State of the Sport”, um nome pomposo para a coletiva de imprensa organizada pela série, o calendário do Weathertech SportsCar Championship em 2023.

Em relação a este ano, saem as etapas de Detroit – quem correrá em paralelo com a Fórmula Indy será a classe GS do Michelin Pilot Challenge em evento isolado da subdivisão dos TCR e de Mid-Ohio – esta não terá mais nenhuma prova sancionada pela IMSA ano que vem. Em contrapartida, volta Indianápolis como o penúltimo evento, em setembro – e não está definida a categoria que dividirá um novo circuito urbano em Chicago com a Nascar Sprint Cup.

O Weathertech SportsCar Championship terá onze etapas – uma a menos que este ano – com as cinco classes juntas por seis vezes, uma a mais que em 2022. Serão nove eventos para os novos protótipos GTP (LMDh), sete para LMP2 e LMP3 e os GTD estarão presentes em todas as corridas.

Tem mais: a competição paralela IMSA Weathertech Sprint Cup será extinta face o desinteresse das equipes – somente a Rick Ware Racing, com um Acura, competiu integralmente nessa série em 2022. A série de Endurance terá as mesmas quatro etapas de sempre – 24h de Daytona, 12h de Sebring, 6h de Glen e Petit Le Mans, mas com possíveis mudanças futuras a caminho.

A temporada 2023 começa no fim de semana de 20/22 de janeiro com o ROAR Before The Rolex 24, mais a disputa das 24h de Daytona, no fim de semana seguinte.

Sobre o Autor

Rodrigo Mattar

Adicione um Comentário

Reclames

Perfil

Rodrigo Mattar, carioca de 49 anos. Apaixonado por automobilismo desde os nove, é jornalista especializado em esportes a motor desde 1998. Estagiou no Jornal do Brasil e numa assessoria de comunicação antes de ingressar na Rede Globo. Em 2003, foi para o SporTV, onde foi editor dos hoje extintos programas Grid Motor e Linha de Chegada. No mesmo ano, iniciou sua trajetória como comentarista, estreando numa transmissão de uma corrida de Stock Car, realizada no saudoso Autódromo de Jacarepaguá. Há sete anos, está no Fox Sports, atuando como editor responsável do programa Fox Nitro e comentarista de diversas categorias, entre as quais Rali Dakar, Nascar, MXGP, WTCC, WRC, FIA WEC, IMSA, Fórmula E, WTCR e Superbike Series Brasil. Conduz o blog A Mil Por Hora, agora no GRANDE PRÊMIO, desde 2008.

Arquivos

Categorias

Nuvem de Tags

Twitter

Reclames

Facebook

Mais reclames