24h de Le Mans 2023 – Porsche lidera primeiro treino noturno

RIO DE JANEIRO – O segundo treino livre das 24h de Le Mans da edição do Centenário deu às equipes e pilotos o primeiro gostinho do andamento dos carros inscritos – ou pelo menos daqueles que puderam andar após a Qualificação que levou 24 competidores à Hyperpole desta quinta-feira – com os faróis acesos. Foi uma sessão que começou às 22h locais e acabou pouco depois da meia-noite. E dominada pela Porsche.

O #6 que inclusive não avançou entre os oito mais rápidos foi o que registrou a melhor passagem: Laurens Vanthoor marcou 3’28″878 e foi pouco mais de três décimos superior à Ferrari 499P guiada por James Calado.

A terceira posição foi do outro 963 LMDh da inscrição do WEC, seguido do Cadillac #2 e pelo Toyota #7. Depois, ainda dentro do mesmo segundo do carro mais rápido, vieram o Porsche da Hertz Team Jota e o Cadillac da AX Racing.

Entre os LMP2, Mirko Bortolotti fez no #63 da Prema a melhor volta da sessão em 3’36″863, dois décimos melhor que o #22 da United Autosports e um segundo abaixo do carro #28 da Jota, que estabeleceu a melhor volta mais cedo no treino classificatório.

A DKR Engineering estabeleceu a melhor volta entre os Pro-Am, seguida pela Nielsen Racing – que numa revisão do resultado vai para a Hyperpole: a volta mais rápida do #923 do Racing Team Turkey acabou deletada por uma irregularidade durante o treino classificatório.

Entre os modelos Grã-Turismo, descontando o fato que o Camaro ZL1 Garage 56 da Nascar faz tempos estrondosos até quando não precisa, a Kessel Racing foi a mais rápida do TL2 na LMGTE-AM com a Ferrari guiada por Kei Cozzolino – 3’53″796, sendo superior em quase três décimos ao Porsche #60 da Iron Lynx e ao “Rexy” da Project 1-AO.

Dos 62 carros presentes, novamente o LMP2 da Tower Motorsports e o Aston Martin da D’Station Racing, destruídos no TL1, foram os únicos que não andaram.

Nesta quinta-feira teremos além da Hyperpole às 15h de Brasília mais duas sessões de treinos livres, com a primeira começando 10h da manhã pelo horário daqui, 15h na França.

Comentários