TagGP de Mônaco

Um retorno que só valeu pelas novidades

U

RIO DE JANEIRO – O GP de Mônaco voltou ao calendário da Fórmula 1 após a ausência por conta da Pandemia e considerando o que se viu nessa manhã de domingo era melhor que não tivesse retornado. A corrida foi disparada a pior da temporada 2021 e sem essa de passar pano – é claro que foi legal ver Max Verstappen ganhar, liderar o campeonato de pilotos pela primeira vez na carreira e a...

Que coisa linda!

Q

RIO DE JANEIRO – A história da McLaren na Fórmula 1 começou exatamente no local sede da próxima etapa do Mundial de 2021: as ruas de Monte-Carlo. Há quase 55 anos – que serão completados no dia 22, na véspera da corrida, a equipe fundada por Bruce McLaren (1937-1970) estreava em Mônaco com o modelo M2B de motor Ford – que não era o Cosworth, é bom que se diga. Foi o primeiro de...

Ajustes necessários

A

RIO DE JANEIRO – A temporada 2020 do Mundial de Fórmula 1 já está pelo avesso. Corridas nesse mês, no próximo e em maio, nem pensar. Tudo o que estava em princípio marcado no calendário do campeonato já foi adiado e/ou cancelado. Hoje, o Automóvel Clube de Mônaco (ACM) fez saber que, após 66 anos, não haverá o GP de Mônaco, em Monte-Carlo. É a primeira vez desde 1954 que uma das mais...

Direto do túnel do tempo (460)

D

RIO DE JANEIRO – O carro é um Connaught com motor Alta de quatro cilindros em linha. A pista, não é difícil identificar: é o traçado urbano de Monte-Carlo. O piloto na foto foi um dos 14 que não avançou para a disputa da corrida do Mundial de Fórmula 1 de 1958, no dia 18 de maio – onde só dezesseis pilotos largaram. Para quem não sabe: é Bernie Ecclestone quem está a bordo do #12, que...

Há 35 anos, o primeiro pódio de Senna

H

RIO DE JANEIRO (Saudade do que a gente viveu…) – Seria uma heresia de minha parte mencionar esta ocasião que é especial apenas como mais um post da seção Túnel do Tempo o que se viu há 35 anos, no dia 3 de junho de 1984. Naquela data, num pouco comum GP de Mônaco disputado neste mês, Ayrton Senna apresentava seu cartão de visitas à Fórmula 1. Aquele garoto de 24 anos fez o possível e...

#FürNiki

#

RIO DE JANEIRO – O Grande Prêmio de Mônaco, como corrida, não cabe mais para a Fórmula 1. Tirando uma tentativa aqui e alhures, não existem ultrapassagens e só situações atípicas poderiam mexer com a corrida. A deste domingo até teve alguns momentos interessantes. Mas, no bojo, como espetáculo ficou devendo. A corrida do Principado segue apenas pelo charme e pela tradição – o que para...

30 anos de Senna, parte III – GP de Mônaco

3

 RIO DE JANEIRO – Empatado em vitórias com Alain Prost, Ayrton Senna buscava no mínimo o empate em pontos com o rival e companheiro de equipe na 3ª etapa do campeonato, que seria o GP de Mônaco. No ano anterior, o brasileiro conquistara sua primeira vitória ali, quebrando o protocolo com um belo banho de champagne na família Grimaldi e aplacando – um bom tempo depois – a...

Aussie Day

A

 RIO DE JANEIRO – Vamos combinar um negócio? Cá entre nós… foi disparado o pior fim de semana de automobilismo com GP de Mônaco e 500 Milhas de Indianápolis no mesmo dia. Duas corridas que ficaram devendo um bocado – acho que mais a prova da Fórmula 1 do que a da Fórmula Indy, principalmente pelas características do circuito urbano de Monte-Carlo. Sei que sempre se espera algo...

Vídeos históricos: Há 40 anos, a estreia de Reginaldo Leme na Globo (1978)

V

RIO DE JANEIRO – Dia 7 de maio de 1978. Naquela data, há exatas quatro décadas, o Esporte da Globo ganhava um dos seus nomes mais consagrados e um dos funcionários mais longevos do vídeo – perdendo só para o Leo Baptista, salvo engano: Reginaldo Leme, então jornalista de automobilismo do Estado de S. Paulo, ganhava sua primeira oportunidade para comentar uma corrida de Fórmula 1 ao...

Direto do túnel do tempo (370)

D

RIO DE JANEIRO – O dia 30 de maio de 1992 ficou marcado na história de uma das piores equipes já vistas em todos os tempos no Campeonato Mundial de Fórmula 1. Naquela data, Roberto Pupo Moreno classificava pela primeira – e única vez – um carro da Andrea Moda para disputar uma corrida da categoria. E logo qual? O GP de Mônaco, nas ruas de Monte-Carlo. A bem da verdade, a...

Direto do túnel do tempo (332)

D

RIO DE JANEIRO – Foi num GP de Mônaco como o de hoje, há exatamente meio século, que começava a trajetória de uma das mais tradicionais escuderias da Fórmula 1 em todos os tempos. Em número de GPs disputados, só perde para a Ferrari, com 786 no total. É claro que falo da McLaren, que veio ao mundo por obra e graça de seu primeiro piloto e fundador: Bruce McLaren. Com menos de 30 anos de...

Hamilton, enfim, deu uma dentro…

H

RIO DE JANEIRO – O melhor fim de semana do ano para quem ama automobilismo começou bem para a Mercedes-Benz. Além de vencer as 24h de Nürburgring (vai ter post no blog mais tarde), a marca alemã emplacou mais uma vitória no GP de Mônaco. E pela primeira vez em oito anos, Lewis Hamilton voltou a subir no topo do pódio da realeza no Principado dos Grimaldi, numa corrida que foi muito legal...

Direto do túnel do tempo (276)

D

RIO DE JANEIRO – Neste domingo, um sobrenome ligado quase que umbilicalmente ao automobilismo francês e internacional chega a 85 anos de vida. No dia 12, Guy Ligier, lenda do esporte em seu país, completa mais uma primavera com seu nome ainda visto nas pistas – graças a uma homenagem de Jacques Nicolet ao fundador da equipe que levou seu nome entre as décadas de 70 e 90, com 326 GPs...

Direto do túnel do tempo (268)

D

RIO DE JANEIRO – O dia 15 de junho é para sempre lembrado pelos fãs britânicos do automobilismo. Em 1993, morria James Hunt, com apenas 45 anos de idade, de ataque cardíaco. O fim de uma vida agitadíssima conquanto breve do campeão mundial de Fórmula 1 em 1976. James Simon Wallis Hunt surgiu na categoria como um cometa trazido pelo dinheiro do Lorde Alexander Hesketh, que foi seu mecenas...

Inclassificável

I

RIO DE JANEIRO – Palavra de honra que não consigo encontrar uma expressão que defina o GP de Mônaco de Fórmula 1. Chato? Tedioso? Sacal? Talvez. Mas depois de tudo o que acabou acontecendo, principalmente após a terceira vitória seguida de Nico Rosberg nas ruas do Principado mais famoso do mundo, melhor adjetivar a corrida como inclassificável. Difícil de entender o que aconteceu. Uma...

Renzo Zorzi (1946-2015)

R

RIO DE JANEIRO – De forma indireta, a curta trajetória de Renzo Zorzi na Fórmula 1 está ligada a de quatro pilotos – dois brasileiros e dois britânicos, em diferentes momentos da história do automobilismo. Este italiano nascido em 1946 no dia 12 de dezembro, mesmo dia e ano do bicampeão mundial de Fórmula 1 Emerson Fittipaldi, na região de Trentino, não está mais entre nós. Zorzi...

40 anos do bi, parte VI – GP de Mônaco de 1974

4

RIO DE JANEIRO – Duas semanas após o GP da Bélgica, a Fórmula 1 se reuniu para uma das mais emblemáticas corridas da história da categoria. Os carros voltariam a desfilar seu colorido e potência pelas ruas do Principado de Mônaco, em Monte-Carlo. Eram tempos em que a beleza de Grace Kelly ainda era vista na tribuna de honra e a presença de David Niven, um entusiasta do automobilismo e amigo...

Direto do túnel do tempo (200)

D

RIO DE JANEIRO – Celebrado aqui no blog como um dos protagonistas de um dos maiores duelos da história, que completou 35 anos no último dia 1º, o piloto da foto aniversaria hoje: René Arnoux chega a 66 primaveras neste 4 de julho, dia da independência dos EUA. Após uma passagem bem-sucedida na Fórmula 3 e também na Fórmula 2 europeia, conquistando o título continental em 1977, Arnoux...

Oops! He did it again!

O

RIO DE JANEIRO – Pole e vitória de ponta a ponta. Sem nenhuma contestação, Nico Rosberg venceu pela segunda vez consecutiva o GP de Mônaco de Fórmula 1. O alemão da Mercedes-Benz, feliz pelo contrato renovado até 2016, ignorou a pressão de Lewis Hamilton e dominou a corrida a seu bel-prazer neste domingo. Com o segundo triunfo no ano, o piloto retomou inclusive a liderança do Mundial de...

Domínio e uma pitada de polêmica

D

RIO DE JANEIRO – Seis provas do Mundial de Fórmula 1. Seis pole positions para a Mercedes-Benz. E desta vez foi Nico Rosberg quem desequilibrou a seu favor e ficou com a posição de honra. É a segunda vez consecutiva que o alemão larga na pole em Monte-Carlo, suplantando a marca de cinco poles do pai Keke Rosberg em toda a carreira. E não faltou uma pitadinha de polêmica, porque Lewis...

Direto do túnel do tempo (193)

D

RIO DE JANEIRO – Vai uma Coca-Cola aí?
Em pleno GP de Mônaco de 1962, Bruce McLaren, piloto da Cooper e posteriormente fundador da McLaren, bebeu alegremente o popular refrigerante de cor escura nas ruas do principado, sem medo de ser feliz.
Em tempo: Bruce foi o vencedor da corrida, a terceira das quatro que ganhou na Fórmula 1.
Há 52 anos, direto do túnel do tempo.

Direto do túnel do tempo (174)

D

RIO DE JANEIRO – O colorido das inesquecíveis máquinas da Fórmula 1 em 1971, na primeira volta do GP de Mônaco, nas ruas de Monte-Carlo. Em primeiro plano na foto, a BRM P160 patrocinada pela Yardley e guiada pelo mexicano Pedro Rodriguez. Atrás dele, com o indefectível March 711 e seu aerofólio dianteiro “tábua de passar roupa”, o Sueco Voador Ronnie Peterson. Mais atrás, no...

30 anos do bi, parte V – GP de Mônaco de 1983

3

RIO DE JANEIRO – A temporada de 1983 chegou ao fim do seu primeiro terço com o tradicional Grande Prêmio de Mônaco, marcado para 15 de maio. Naquela altura, após quatro corridas, Nelson Piquet e Alain Prost, com uma vitória e um segundo lugar cada um, lideravam o certame somando 15 pontos contra 14 de Patrick Tambay e dez do austríaco Niki Lauda. Com seus 3,328 km de extensão, o circuito...

Direto do túnel do tempo (106)

D

RIO DE JANEIRO – Um registro impressionante de um acidente plasticamente incrível, mas que felizmente acabou bem. Este é Derek Daly a bordo da Tyrrell 010 Cosworth, voando após bater na Curva do Tarzã, no circuito holandês de Zandvoort. Não foi o único voo do piloto irlandês naquela temporada. No GP de Mônaco, ele perdeu o ponto de frenagem da curva Sainte Dévote e decolou com seu bólido...

Direto do túnel do tempo (86)

D

RIO DE JANEIRO – Lindo registro do alemão Stefan Bellof com sua Tyrrell 012 contornando a La Rascasse no Grande Prêmio de Mônaco de 1984 onde ele e Ayrton Senna deram uma aula de pilotagem naquela corrida disputada no dia 3 de junho. O piloto terminou em 3º lugar, atrás de Alain Prost e Ayrton Senna – saindo da 20ª (e última) posição do grid. Ele e Martin Brundle, seu companheiro de...

Um Rosberg no pódio, 30 anos depois

U

RIO DE JANEIRO – O GP de Mônaco desse ano dividiu-se em duas partes: chato, muito chato no início e animado do meio para o fim. Teve de tudo. Batidas, barbaridades, bandeira vermelha, algumas boas ultrapassagens e – sim, senhores! – uma vitória da Mercedes. Os leões de treino superaram a fama adquirida nas corridas anteriores e chegaram lá no Principado. E, trinta anos depois do...

Primeira fila prateada… de novo

P

RIO DE JANEIRO – Ninguém se surpreende mais com os leões de treino da Fórmula 1: a Mercedes continua com fome e abocanha mais uma pole position de forma consecutiva na temporada 2013. É a quarta da estrela de três pontas e a terceira em sequência cravada por Nico Rosberg, que pelo visto tomou gosto pela coisa. Só não pode fazer comemorações estranhas como a de hoje. O resto tá valendo. O...

Tiro certeiro

T

RIO DE JANEIRO – Em meio a pinturas estapafúrdias de capacetes para o fim de semana de GP de Mônaco, como a de Lewis Hamilton – que pediu um desenho de seu cãozinho Roscoe, Jean-Eric Vergne foi o mais feliz de todos eles. O francês da Toro Rosso mandou fazer um desenho alusivo ao capacete de François Cèvert, cuja morte completa 40 anos no próximo dia 6 de outubro.
 

Vídeos históricos – GP de Mônaco (1996)

V

RIO DE JANEIRO – O GP de Mônaco de 1996 é inesquecível, para mim, por dois motivos. Primeiro, porque foi no dia 19 de maio, dia do meu 25º aniversário. Segundo, porque a corrida foi sensacional e com direito a um surpreendente vencedor: Olivier Panis. É como o Flavinho Gomes escreveu à época para o Anuário AutoMotor: quem tivesse teoricamente apostado em Panis, 14º no grid, jogava uma...

Reclames

Perfil

Rodrigo Mattar, carioca de 49 anos. Apaixonado por automobilismo desde os nove, é jornalista especializado em esportes a motor desde 1998. Estagiou no Jornal do Brasil e numa assessoria de comunicação antes de ingressar na Rede Globo. Em 2003, foi para o SporTV, onde foi editor dos hoje extintos programas Grid Motor e Linha de Chegada. No mesmo ano, iniciou sua trajetória como comentarista, estreando numa transmissão de uma corrida de Stock Car, realizada no saudoso Autódromo de Jacarepaguá. Há sete anos, está no Fox Sports, atuando como editor responsável do programa Fox Nitro e comentarista de diversas categorias, entre as quais Rali Dakar, Nascar, MXGP, WTCC, WRC, FIA WEC, IMSA, Fórmula E, WTCR e Superbike Series Brasil. Conduz o blog A Mil Por Hora, agora no GRANDE PRÊMIO, desde 2008.

Arquivos

Categorias

Nuvem de Tags

Twitter

Reclames

Facebook

Mais reclames